Criei este Blog para minha Mãe Cigana Rainha do Oriente, sendo uma forma de homenageá-la, bem como postar assuntos atuais e de caráter edificante, lindas mensagens, poesias de luz, também aqui brindemos á amizade verdadeira e elevemos o principal em nós ou seja a essência Divina, Deus e a Espiritualidade em geral.

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

9 CIDADES QUE PODERÃO PERDER A GUERRA CONTRA O AUMENTO DOS MARES:



Cidades costeiras são algumas das áreas mais bonitas, culturalmente vibrantes e densamente povoadas. Elas também são alguns dos lugares mais populares para férias de verão. No entanto, o aumento do nível do mar ameaça essas áreas.

Os oceanos da Terra aumentaram em média de 19 centímetros entre 1870 e 2004, de acordo com um estudo da revista Geophysical Research Letters. Projeções do Conselho de Pesquisa Nacional dos EUA alertam que os mares podem subir entre 56 e 200 cm durante o século 21.

Abaixo estão nove populares cidades ameaçadas pelo invasão do mar.
Nova Orleans, EUA



Nova Orleans, no sul dos EUA, enfrenta uma dupla ameaça da terra e do mar.

A fundação enlameada não é firme o suficiente para suportar a cidade. Enquanto Nova Orleans afunda em seus pés de barro, o Golfo do México está aumentando vagarosamente seu volume de água.

A inundação desastrosa após o furacão Katrina, em 2005, colocou Nova Orleans em modo de defesa, mas mesmo os melhores esforços podem não ser suficientes.

Grande parte da cidade já está cerca de 1,5 a 3 metros abaixo do nível do mar. Um relatório do Serviço Geológico dos EUA advertiu que o oceano pode subir 2,5 a 4 metros acima da cidade em 2100.
Nova York, EUA



Nova York também teve estragos causados pela afluência do mar durante uma tempestade. Depois da supertempestade Sandy submergir partes da cidade e tirar a vida de 43 pessoas, o prefeito Michael Bloomberg orçou um projeto de 19,50 bilhões de dólares para a construção de defesas e revisão de regulamentos de zoneamento para evitar os efeitos do aumento do oceano. Esse investimento seria mais ou menos igual ao custo dos danos da supertempestade Sandy para a cidade.

Investir em medidas preventivas pode salvar Nova York de danos futuros. Long Island e Hudson River Valley podem experimentar aumentos do nível do mar entre 30 e 60 cm em 2080, de acordo com o Departamento de Conservação de Nova York.
Miami, EUA



A próspera cultura praiana de Miami, junto com grande parte do resto da cidade, pode ser engolida pelo Atlântico dentro do próximo século.

Ao contrário de Nova York, diques e muros marítimos podem não ser eficazes. A camada de calcário poroso que se encontra abaixo da cidade pode permitir que a elevação do nível do mar escoe sob a cidade. Fontes de água doce subterrâneas, ou aquíferos, já sofrem com a contaminação com água salgada na área.
Veneza, Itália



Os pitorescos e românticos canais e pontes de Veneza fornecem uma labirinto arquitetônico que conecta centenas de ilhas dentro de Veneza, na Itália. Mas a cidade tem uma longa história de inundação do Mar Adriático, e com o aumento do nível do mar e a subsidência batendo de ambos os lados das portas de 6,7 bilhões de dólares em construção, as apostas são altas para proteger a cidade quando os portões flutuantes começarem a funcionar no próximo ano.

Comparações da cidade moderna com pinturas do século 18 sugerem que a cidade afundou mais de 60 centímetros desde 1727.

O afundamento contínuo de Veneza combinado com o aumento do nível do mar irão aumentará a inundação de Veneza cerca de 4 mm por ano. Em 2032, a cidade pode afundar mais de 80 mm.
Bangkok, Tailândia



Bangkok atrai mais de 10 milhões de turistas por ano, de acordo com o Departamento de Turismo da Tailândia. No entanto, a ameaça de inundações catastróficas poderia diminuir o entusiasmo dos turistas. Durante décadas, o uso de águas subterrâneas afundou a cidade dentro do próprio terreno que foi construída, mas as recentes ações para restringir o uso de águas subterrâneas reduziram a taxa de subsidência da cidade.

Ainda assim, a cidade de Bangkok sofreu inundações catastróficas em 2011 (imagem acima), e essas inundações podem ter sido um gostinho do novo normal para a capital da Tailândia. Bangkok e outras cidades costeiras tropicais podem enfrentar maiores aumentos do nível do mar do que as cidades do norte, como Nova York, além de um crescente número de ciclones tropicais e furacões. Embora muitos países tropicais, incluindo a Tailândia, contribuam proporcionalmente menos para as causas das mudanças climáticas do que as nações do norte, áreas tropicais deverão sofrer alguns dos piores danos da elevação dos oceanos e temperaturas.

As leis da física não estão fazendo nada para corrigir esta injustiça. Conforme o gelo dos pólos derrete, a água flui em direção ao equador, formando uma protuberância devido às forças criadas pela rotação da Terra. Isso faz com que o nível do mar suba mais nos trópicos do que no norte.
Xangai, China



A localização de Xangai, na foz do rio Yangtze, a tornou uma potência comercial ao longo dos séculos, mas a mesma localização também a torna altamente suscetível a inundações.

Uma pesquisa revelou que a cidade chinesa enfrenta um grave perigo com o aumento do nível do oceano e outros efeitos das mudanças climáticas. No entanto, as autoridades da cidade afirmam que os bilhões de yuans gastos em medidas de controle de cheias e drenagem de águas pluviais fizeram a cidade mais resistente à elevação do nível do mar.
Holanda



Além de cidades individuais, a elevação dos oceanos ameaça algumas nações inteiras, como a Holanda. A nação já depende da engenharia para conter o aumento do nível do mar, como as comportas mostradas acima. A elevação do nível do mar e tempestades mais intensas tornarão mais difícil para Rotterdam e outras cidades holandesas manter a cabeça acima da água, de acordo com a mesma pesquisa que alertou para as inundações em Xangai.
Bangladesh



A elevação dos oceanos também ameaça inundar grande parte de Bangladesh. Um aumento de 1,5 metros no nível do mar poderia submergir 22 mil quilômetros quadrados do país, de acordo com o Programa Ambiental das Nações Unidas. Dezoito milhões de pessoas podem ser afetadas por esta inundação.

Se a costa de Bangladesh desaparecer, o mesmo acontecera com grande parte da floresta de Sundarbans. Este ecossistema manguezal fornece o habitat para os tigres de Bengala, crocodilos agressivos e suas presas, incluindo veados chital e macacos rhesus. A região atrai turistas que contribuem para a economia de Bangladesh.
Maldivas



Enquanto a Holanda e Bangladesh podem encarar o desastre, as Maldivas parecem estar condenadas a cumprir o destino de Atlântida. O ponto mais alto das Maldivas está a 2,4 metros acima do oceano. A média é de apenas cerca 1,5 metros.


O turismo é uma enorme parte da economia das Maldivas. Receitas do turismo podem ajudar a nação a reassentar seus cidadãos conforme o oceano engole o país. Em 2008, o governo das Maldivas começou a desviar uma parte das receitas de turismo para comprar terras onde 300 mil residentes podem residir após sua terra natal desaparecer.

Nesta foto de 2009, o ministro Ibrahim Didi assina uma declaração exortando os países a reduzir as emissões de dióxido de carbono. [Discovery News]

Leia mais em http://misteriosdomundo.com/9-cidades-que-podem-perder-a-guerra-contra-o-aumento-dos-mares#ixzz2fGk2sme9
Follow us: @misteriomundo on Twitter | mmh.misteriosdomundo on Facebook