Criei este Blog para minha Mãe Cigana Rainha do Oriente, sendo uma forma de homenageá-la, bem como postar assuntos atuais e de caráter edificante, lindas mensagens, poesias de luz, também aqui brindemos á amizade verdadeira e elevemos o principal em nós ou seja a essência Divina, Deus e a Espiritualidade em geral.

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

VIAGEM ESPIRITUAL - A ARTE DE HONRAR A LUZ!!!


:: Wagner Borges 



No meio da noite, eu escutei o sussurro do Vento do Espírito...
E ele me disse: "Amigo, venha voar comigo, para além das luzes do mundo.
Vamos singrar os espaços nas ondas do Amor, com fé na jornada.
Lá, por entre os planos, nas bordas da Luz, os guias espirituais estão lhe esperando.
Portanto, deite o seu corpo físico no leito, com respeito e serenidade...
E não se esqueça: antes, eleve os seus pensamentos e sentimentos ao Todo.
Com o coração aberto, agradeça o dom da vida e encha suas mãos de Luz.
Você sabe: quem é da Luz, deita pensando na Luz* e aberto para a Paz.
Venha, vamos lá em cima, com honra e alegria, falar das Coisas do Espírito.
Vamos nas ondas de um grande Amor..."
Então, soltei-me do corpo e fui com ele, planando extrafisicamente na noite...
E voei pensando nos viajantes espirituais de todas as eras, bandeirantes da Luz.
E, em meu coração, honrei-os como parceiros de jornada e irmãos de senda sutil.
Porque quem é da Luz sabe que "todos somos UM!"

P.S.:
Lá em cima, na Casa das Estrelas, os guias espirituais** me disseram:
"Quem é da Luz, faz o Bem sem olhar a quem!"
E, agora, aqui estou eu, de todo coração, cumprindo isso...
Porque, escrever sobre as Coisas do Espírito faz muito bem.
E se alguém, ao ler essas linhas, pensar na Luz, melhor ainda.
Ah, quem é da Luz sabe que, "sem Amor ninguém segue..."

(Dedicado a todos os estudantes e praticantes dessa maravilhosa arte das experiências fora do corpo*** - de todas as linhas e lugares -, e que honram a Luz em suas jornadas espirituais.)

Paz e Luz.
Wagner Borges - mestre de nada e discípulo de coisa alguma.

- Notas:
* Ensinamento do mestre búlgaro Omraam Mikhael Aivanhov:
"Procure a Luz. Em cada dia que passa, procure introduzi-la em si mesmo, como uma essência pura, brilhante e radiante. A Luz é uma matéria tão sutil, que não se pode pesá-la e nem mesmo tocá-la. Mas é graças a ela que alguém pode criar no mundo espiritual. Os iniciados, para quem a única realidade verdadeira é a Luz, trabalham diariamente com ela, a fim de estabelecerem comunicações com o mundo divino. Há que saber que o único meio de um ser humano comunicar-se com o mundo divino, é aquele que ele próprio é capaz de criar, tecendo fios de Luz entre esse mundo e ele. Tecidos esses fios, o Céu e a Terra entram em contato e efetuam trocas que conduzem a plenitude."
** Guias Espirituais - entidades extrafísicas e positivas que ajudam invisivelmente a todos.
Sinonímias: amparadores extrafísicos; mestres extrafísicos; companheiros espirituais; protetores astrais; auxiliares invisíveis; guardiões astrais; benfeitores espirituais.
*** Projeção da consciência - é a capacidade parapsíquica - inerente a todas as criaturas -, que consiste na projeção da consciência para fora de seu corpo físico.
Sinonímias: Viagem astral - Ocultismo.
Projeção astral - Teosofia.
Projeção do corpo psíquico - Ordem Rosacruz.
Experiência fora do corpo - Parapsicologia.
Viagem da alma - Eckancar.
Viagem espiritual - Espiritualismo.
Viagem fora do corpo - Diversos projetores extrafísicos e autores.
Emancipação da alma (ou desprendimento espiritual) - Espiritismo.
Arrebatamento espiritual - autores cristãos.
Obs.: Deixo na sequência um texto projetivo antigo, do Grupo dos Iniciados, e que apresenta grandes correspondências com esses escritos de hoje. Penso que sua leitura poderá enriquecer o conhecimento de outros estudantes e praticantes das experiências fora do corpo. Então, vamos a ele!


VIAGEM ESPIRITUAL - QUANDO A LUZ BUSCA A LUZ!
(A Maravilhosa Arte das Experiências Fora do Corpo*)

O espírito é um raio de cristal inserido em um vaso de barro.
Sua natureza é a liberdade interplanos...
Por isso, ele quer sempre sair e voar pelas estrelas.
Faz parte de sua natureza. A Luz busca a Luz!
Pense nisso na hora de deitar o corpo no leito.
Pondere sobre a possibilidade de ser útil extrafisicamente.
Aja de acordo com essa perspectiva.
Sinta em seu coração.
Imagine-se como um raio de cristal e pense no infinito.
Ligue-se, em espírito, à Alma do Universo.
Relaxe o corpo (o vaso) e projete o espírito (o raio de cristal).
E viaje como um raio de Amor, iluminando a todos, livre e sereno.
Essa é a arte da viagem espiritual: viajar como raio de cristal lúcido.
Enquanto o corpo dorme na Terra, o espírito navega no extrafísico.
Repousa o vaso (a embalagem); projeta-se o espírito (o conteúdo luminoso).
Assim é a viagem espiritual: quando a Luz busca a Luz!

P.S.:
Que você, amigo leitor, relembre-se de sua verdadeira natureza e seja um raio de cristal amoroso e lúcido, sereno e simples, grandioso e contente, em cada jornada extrafísica. E quando retornar ao corpo, para a jornada diária de aprendizado na carne, que a sua luz cristalina ilumine o vaso e faça você ditoso e responsável em cada passo.
Dentro ou fora do corpo, faz parte de sua natureza brilhar!
Seja um raio de paz e luz.
Amor e discernimento na senda.

Om Tat Sat**.

- Os Iniciados*** -
(Recebido espiritualmente por Wagner Borges).

- Nota de Wagner Borges:
Esse é um daqueles textos pequenos, mas profundos. Diz muitas coisas em poucas linhas. Revela a Luz sutil dos amparadores nos toques espirituais fraternos e lúcidos aos projetores extrafísicos e estudantes espirituais. Chama para a atitude serena e pacífica. Suscita as ponderações cristalinas. Simplesmente, são toques de luz dentro do estudo das experiências fora do corpo, que são processos naturais inerentes a todo espírito encarnado; contudo, quando encaradas de forma profunda, tornam-se ferramentas evolutivas de alto valor, propiciando a abertura de novos horizontes para o estudante espiritual sincero e dedicado. Na verdade, tornam-se uma maravilhosa arte parapsíquica: aquela de fazer brilhar mais o raio de luz que se é!
Oxalá sejamos todos nós raios de bem-aventurança, dentro ou fora do corpo.
Simplesmente, sejamos felizes, da melhor forma possível.

- Notas do Texto:
* Projeção da consciência - é a capacidade parapsíquica - inerente a todas as criaturas -, que consiste na projeção da consciência para fora de seu corpo físico.
Sinonímias: Viagem astral - Ocultismo.
Projeção astral - Teosofia.
Projeção do corpo psíquico - Ordem Rosacruz.
Experiência fora do corpo - Parapsicologia.
Viagem da alma - Eckancar.
Viagem espiritual - Espiritualismo.
Viagem fora do corpo - Diversos projetores extrafísicos e autores.
Emancipação da alma (ou desprendimento espiritual) - Espiritismo.
Arrebatamento espiritual - autores cristãos.
** Om Tat Sat - do sânscrito - tríplice designação de Brahman. É um mantra evocativo dos três aspectos do divino na cosmogonia hinduísta: Brahma, Vishnu e Shiva. É muito usado por vedantistas - seguidores do Vedanta -, um dos seis principais sistemas filosóficos da Índia. Pode ser usado como um mantra ativador dos chacras e também pode ocasionar estados alterados de consciência profundos durante a meditação.
Obs.: Obviamente, estou falando aqui de práticas sérias e profundas, não de viajadas na maionese psíquica nem de brincadeiras inconseqüentes ou abordagens levianas.
*** Os Iniciados - grupo extrafísico de espíritos orientais que opera nos planos invisíveis do Ocidente, passando as informações espirituais oriundas da sabedoria antiga, adaptadas aos tempos modernos e direcionadas aos estudantes espirituais do presente.
Composto por amparadores hindus, chineses, egípcios, tibetanos, japoneses e alguns gregos, eles têm o compromisso de ventilar os antigos valores espirituais do Oriente nos modernos caminhos do Ocidente, fazendo disso uma síntese universalista. Estão ligados aos espíritos da Fraternidade da Cruz e do Triângulo. Segundo eles, são "iniciados" em fazer o bem, sem olhar a quem.
Obs.: Enquanto eu digitava essas linhas, lembrei-me de um trecho do clássico oriental "A Voz do Silêncio", transcrito pela Madame Blavatsky no século 19, que apresenta estreita relação com essa analogia do espírito com o raio de cristal.
Segue-se o mesmo logo abaixo:
"Tudo é impermanente no homem, salvo a pura e luminosa essência de Alaya (a alma universal). O homem é, internamente, um raio de cristal dela, um feixe de luz imaculada; e, externamente, uma forma de barro. Este raio de luz é o guia da tua vida e o teu verdadeiro Eu, o Vigilante e o Pensador silencioso."
- in "A Voz do Silêncio" - Helena Petrovna Faer de Blavatsky - Editora Pensamento.
(Esse livro de alta profundidade iniciática foi traduzido para o português na década de 1930 pelo grande poeta lusitano Fernando Pessoa).