Criei este Blog para minha Mãe Cigana Rainha do Oriente, sendo uma forma de homenageá-la, bem como postar assuntos atuais e de caráter edificante, lindas mensagens, poesias de luz, também aqui brindemos á amizade verdadeira e elevemos o principal em nós ou seja a essência Divina, Deus e a Espiritualidade em geral.

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

APOMETRIA: ALGUMAS TÉCNICAS E A QUESTÃO DO KARMA NEGATIVO





Recebi algumas questões interessantes pelo email do blog sobre o assunto:


Pergunta: Olá José, como já vi em seu blog textos sobre apometria, gostaria de perguntar algumas coisas.


Este trecho é do próprio blog:


"o que a Apometria faz é “fechar” uma faixa de passado, ou seja, uma impressão, sentimento ou lembrança inconsciente de uma época passada, que permanece reverberando no consciente da pessoa, é como se determinada vivência traumática permanecesse ressonando do inconsciente para o consciente, não permitindo que a pessoa supere aquela sensação ou experiências negativa"


Nesse caso, não teria que o espírito, no plano espiritual ou em vidas posteriores "superar" esse trauma para que o problema emocional (o TOC ou outro distúrbio mental por exemplo) desapareça?


E outra pergunta, já ouvi falar em Apometria sendo cirurgia espiritual, não são a mesma coisa não é? Caso não sejam mesmo, o que fazer quando ela (apometria) é tratada como cirurgia espiritual em um Centro Espírita? Deve-se procurar outra casa para o atendimento?


Espero que você possa me ajudar. Muito Obrigado.


Resposta: Então amigo, temos duas questões importantes nas perguntas que você trouxe. A primeira é o desconhecimento de muitos médiuns espíritas e dirigentes de casas espíritas sobre o que é Apometria. Já ouvi absurdos antológicos de grandes médiuns a respeito da Apometria simplesmente pela falta de conhecimento. Acredito que um médium ou um dirigente espírita antes de falar sobre determinado assunto deve conhecê-lo profundamente e, sendo assim, antes de emitir uma opinião, positiva ou negativa sobre a Apometria o cidadão deve pelo menos ter lido os dois livros ("Espírito e Matéria" e "Energia e Espírito") do Dr.José Lacerdaque trouxeram as bases da técnica apométrica e ter assistido, pelo menos, algumas sessões ou conversado com médiuns pertencentes a grupos que seguem os ensinamentos contidos na obra do Dr.Lacerda.


Infelizmente ainda existe a idéia entre alguns confrades espíritas que nas sessões de Apometria os médiuns apenas ficam estalando dedos e mandando espíritos em cápsulas para a Lua ou outros planetas, ou que a Apometria é apenas uma desobsessão ou apenas uma cirurgia espiritual.


É importante ressaltar que a Apometria não veio para substituir o Espiritismo, mas sim trazer todo um corpo de técnicas que visam complementar muitas das técnicas já utilizadas em reuniões espíritas, como por exemplo, a dialimetria (utilizada em tratamentos de cura e cirurgias espirituais mais específicas) ou técnicas específicas para combater processos obsessivos, permitindo que o obsessor veja seu real estado, como, por exemplo, o choque anímico de espaço-tempo ou a utilização de formas pensamento específicas, como as pirâmides espelhadas por dentro, fazendo com que o obsessor veja a si mesmo e sinta toda a sua energia negativa oprimindo a si mesmo e realmente veja o atual estado que se encontra.


A Apometria utiliza, portanto, um conjunto de variadas técnicas que essencialmente dependem do poder da vontade e concentração da mente do médium, pois como trabalha com o desdobramento magnético (ou seja, temporário afrouxamento dos laços fluídicos que ligam o perispírito ao corpo físico, permitindo que o médium tenha maior sensibilidade para sentir) permite o trabalho de forma ativa, em conjunto, com os espíritos amigos. Essencialmente todo esse trabalho visa permitir maior lucidez da realidade espiritual durante os trabalhos e conhecimento necessário, sobretudo de energias (fluidos, ectoplasma) e campos de força (formas pensamento, correntes mentais, etc) para que o médium seja peça ativa e plenamente consciente durante o trabalho mediúnico, facilitando a ação dos espíritos amigos durante os atendimentos ao mesmo tempo em que ajuda no aprendizado e desenvolvimento do médium.


Por todas essas razões, a Apometria vem sendo cada vez mais adotada pelos chamados médiuns ostensivos, ou seja, aqueles que possuem pelo menos uma faculdade mediúnica amplamente desenvolvida, pois estes perceberam que com as técnicas apométricas, mesmo os médiuns não ostensivos com as faculdades mediúnicas poderão trabalhar melhor dentro de um grupo e desenvolver de forma mais eficaz e segura a abertura de certas faculdades mediúnicas.







Dito tudo isso, uma pessoa para aprender Apometria precisa, antes de qualquer coisa, ter sólida base no Espiritismo, ou seja, ter feito um curso de formação de médiuns e sólida experimentação mediúnica na seara espírita, em cursos que levam anos. Um médium que nunca fez um curso, que não tem experiência em um trabalho de mesa mediúnica não está apto para aprender Apometria e mesmo que satisfaça os dois requisitos anteriores, precisará de um curso longo para aprender todas as técnicas e treiná-las com segurança, algo que não se faz em 4 ou 5 aulas ou em um fim de semana.


Antes do estudo da Apometria a pessoa precisa estar sólida em conhecimentos espíritas, como, por exemplo, ter realizado amplo estudo do Livro dos Médiuns e saber o básico do trabalho das energias, que começa com um curso de passe, como sentir a energia do paciente, como limpar o paciente dos miasmas, como doar energia para determinado caso, como alinhar os chacras, como “fechar” um chacra que está em desequilíbrio acumulando energia, como identificar aparelhos astrais eletrônicos e retirá-los.


É preciso reiterar que a Apometria não visa substituir técnica alguma, mas sim complementá-las. No centro espírita que eu trabalho, por exemplo, existe a desobsessão coletiva, a desobsessão individual, o passe individual, o passe coletivo, mediúnico da saúde entre outros. Ocorre que alguns casos são mais complexos, tanto a nível de saúde como a nível obsessivo e necessitam de uma técnica mais intensiva e é exatamente este complemento que a Apometria oferece com suas técnicas.


Após essas explicações eu posso responder as suas duas perguntas principais: Apometria trabalha com cirurgias espirituais, mas não é apenas cirurgia espiritual, pois como foi explicado a pouco, utiliza técnicas que atuam desde o fechamento de faixas de passado, em processos desobsessivos e também em diversos tratamentos de equilíbrio energético e que favoreçam a saúde


Quanto a outra questão citada:


“Este trecho é do próprio blog: o que a Apometria faz é “fechar” uma faixa de passado, ou seja, uma impressão, sentimento ou lembrança inconsciente de uma época passada, que permanece reverberando no consciente da pessoa, é como se determinada vivência traumática permanecesse ressonando do inconsciente para o consciente, não permitindo que a pessoa supere aquela sensação ou experiências negativa


Nesse caso, não teria que o espírito, no plano espiritual ou em vidas posteriores "superar" esse trauma para que o problema emocional (o TOC ou outro distúrbio mental por exemplo) desapareça?”


A provação ou karma negativo seja na forma de um distúrbio de ordem psicológica ou algum problema patológico no corpo físico (câncer ou outras enfermidades) normalmente tem origem, sob a análise espiritual, de algum grande estresse que desencadeia uma série de problemas e desequilíbrio acumulados, seja na presente encarnação ou em encarnação ou encarnações anteriores. Chico Xavier fala sobre isso em um interessante vídeo, que deixarei a seguir. Tal fato, entretanto, não impede que os médiuns e equipes espirituais busquem ajudar no alívio da provação, afinal o próprio Jesus no seu Evangelho de amor nos exorta a praticarmos a fraternidade e a caridade perante o nosso próximo. No caso específico do fechamento de um faixa de passado vários fatores são levados em conta pelas equipes espirituais: busca do paciente pela melhora moral interior, esforço em buscar equilíbrio interior emocional entre outros fatores.



Conforme a natureza do karma negativo ou provação que a pessoa traz, ela poderá ter desde um alívio razoável, uma cura temporária ou uma cura total. Inclusive eu falo sobre isto no livro A Bíblia no 3º Milênio: os tipos de cura. Em muitos casos o espírito encarnado traz apenas um resto de karma negativo a cumprir e com uma pequena melhoria de atitudes ele já merece ter findada a provação. Em outros casos, como eu comento no livro, existe a cura “voto de confiança” quando o paciente recebe um “crédito” dos amigos espirituais e tem a doença física temporariamente aliviada, mas caso esse paciente não busque uma sincera mudança de valores morais, de reequilíbrio emocional e persista em praticar os mesmos erros do passado ou encarnações anteriores, então após certo período que pode variar de 1 ano à 8 anos, a enfermidade volta, para que a pessoa volte a vivenciar a provação e assim, em futura oportunidade, reflita e consiga unir sincera vontade para mudar seu comportamento.


A cura do corpo espiritual, das enfermidades que nasceram pelo desequilíbrio produzido pelo espírito, muitas vezes ocorre pelos problemas que ocorrem no corpo físico, que acaba funcionando como um “mata-borrão” das toxinas astrais produzidas pelo corpo espiritual, causando os problemas físicos que nada mais são do que chamamentos para uma mudança de postura diante da vida.


A verdadeira cura é a melhoria moral, a busca pelo equilíbrio emocional que reflete em um equilíbrio energético e justamente por isso a Espiritualidade permite o alivio, cura parcial ou cura total dos problemas kármicos, sempre que o paciente demonstra o primeiro sinal de buscar uma melhoria de atitudes, pois desta forma ao pagar seus débitos kármicos pela via provacional ou expiatória, ele busca através da lei de amor, que cobre a multidão de pecados (atos contrários praticados a lei do amor) a reparação dos erros que cometeu na presente encarnação ou no somatório daqueles cometidos no passado anterior à presente encarnação.


Cada caso é um caso e os amigos espirituais sempre que possível, quando existe a menor possibilidade ou a mínima vontade sincera do paciente de mudança para melhor, permitem que a reparação dos erros pela via provacional ou expiatório seja mais suave, pois o objetivo é que o espírito evolua pelo caminho da prática do amor, sendo a provação ou expiação o mecanismo retificador que tem por objetivo mostrar ao espírito que o melhor caminho e a prática do amor.



Eis um vídeo bem interessante do Chico sobre as questões kármicas:












Fanpage Profecias o Ápice em 2036 no Facebook:
https://www.facebook.com/josemaria.alencastro2036




Read more: http://profeciasoapiceem2036.blogspot.com/2013/09/apometria-algumas-tecnicas-e-questao-do.html#ixzz2gQ18r987