Criei este Blog para minha Mãe Cigana Rainha do Oriente, sendo uma forma de homenageá-la, bem como postar assuntos atuais e de caráter edificante, lindas mensagens, poesias de luz, também aqui brindemos á amizade verdadeira e elevemos o principal em nós ou seja a essência Divina, Deus e a Espiritualidade em geral.

sexta-feira, 14 de junho de 2013

APOPHIS, SUA AÇÃO NO EXÍLIO PLANETÁRIO E AS PROFECIAS BÍBLICAS SOBRE SUA VINDA:




O Apophis passará muito próximo da Terra em 2029 como já foi informado aqui no blog em textos anteriores. Em 2029 , mais precisamente no dia 13 de abril, ele passará a uma distancia de 0,01 A.U. (Unidade Astronômica) o que equivale mais ou menos a 36 mil kilometros de distancia. , o que possibilitará que seja visto a olho nu em algumas regiões do globo e praticamente em todos os locais do mundo com o uso de binóculos. A questão é que essa passagem em 2029 poderá alterar a órbita do Apophis, fazendo com que ele não apenas venha a passar ainda mais perto em 2036 como também em um dia diferente do previsto (13 de abril de 2036). Acredito que essa diferença será descoberta exatamente em 2029, quando os cientistas chegarão a mesma data que diversos profetas, a Bíblia e a Cabala chegaram: 24 de abril de 2036.


Apesar de pequena, existe uma possibilidade que em 2029 o asteróide entre numa região próxima a Terra denominada de keyhole (buraco de fechadura), região com menos de 700 metros, mas caso esse azar ocorra, as chances de choque entre o asteróide e a Terra sobem para a casa de 100%.


Inclusive o impacto desse possível choque foi analisado pelo astrofísico Neil Tyson da Universidade de Columbia, que afirma que caso isso ocorresse, o asteróide fatalmente cairia no oceano e geraria duas tsunamis com mais de 1 kilometro de altura no ponto de origem do choque.

Ou seja, ainda não existe a confirmação de que será realmente em 13 de abril de 2036 que o asteróide irá passar próximo à Terra, a data exata só será descoberta em 2029. No entanto existe ainda uma terceira passagem prevista para o Apophis, apesar de não ser tão próximo como as passagens de 2029 e 2036, ela ocorrerá em 9 de janeiro de 2013, a uma distancia quase 10 vezes maior (0.9666 A.U.) do que a prevista para 2029, mas que permitirá um refinamento nos cálculos sobre a passagem em 2029. Mas o que isso tem de interessante? Como já abordamos aqui no blog, em 21 de dezembro de 2012 será aberto um portal em Alcyone e duas correntes de energia chegarão a Terra. O texto explicando isso esta AQUI


E adivinhem quem trará na contrapartida astral essas duas correntes? Sim, bingo pra quem respondeu Apophis. Após o portal ser aberto dia 21 de dezembro de 2012, quase 20 dias depois o Apophis estará trazendo essas 2 correntes pra próximo da Terra em 9 de janeiro de 2013. Com isso o Apophis realizará a primeira grande leva de espíritos que já estão aguardando o exílio no lado negro da Lua, como já foi informado pelos médiuns André Luiz Ruiz e Robson Pinheiro, sendo assim teríamos 3 grandes levas: 2013, 2029 e a maior de todas em 2036 com os fenômenos específicos descritos nesse texto do blog, inclusive com a materialização do gigantesco astro que envolve o Apophis na sua contrapartida astral : AQUI



Agora que já sabemos como e quando irão ocorrer esses eventos é interessante saber como o Apophis foi visto pelos grandes profetas bíblicos. Antes de mais nada, vamos conhecer melhor a história do Apophis:







Apophis é o nome grego do Deus egípcio Apep, inimigo de Rá (que para os egípcios era o Deus Sol, que foi usado por Akhenaton para representar um único Deus, Aton).


Apep/Apophis é a personificaçao do mal na mitologia egípcia, representado por uma serpente gigantesca e primitiva, com mais de 30 metros de comprimento, servido por uma horda de demônios. Segundo os estudiosos egípcios, os seguidores de Apep não lutam por um mundo dominado pelo mal, eles lutam pelo fim do mundo (alguém aí deve ter lembrado dos Dragões descritos pelo Robson Pinheiro, espíritos que ao contrario dos magos negros não querem dominar a Terra, mas sim destruí-la). Não é a toa que Apep/Apophis significa DESTRUIDOR.

Apep/Apophis é ainda descrito como uma criatura maligna, que vive no submundo, que vive na escuridão eterna do Duat (meio da Terra segundo a tradição egípcia), algo como o ABISMO. Pra quem já leu a trilogia do Robson Pinheiro (Legião, Senhores da Escuridão e a Marca da Besta) fica claro que esse deus do panteão egípcio é uma clara representação dos Dragões descritos na trilogia do Robson.


Mas não apenas os egípcios, como também os profetas bíblicos descreveram a ação do asteróide Apophis no ápice dos eventos:


“Foi então precipitado o grande Dragão, a primitiva Serpente, chamado Demônio e Satanás, o sedutor do mundo inteiro. Foi precipitado na terra, e com ele os seus anjos.” (Apocalipse 12:9)


A primitiva serpente é o Apophis, o demônio e opositor (Satan) é o nome desse deus egípcio que da nome ao asteróide Apophis.


“Têm eles por rei o anjo do abismo; chama-se em hebraico Abadon, e em grego, Apolion.” (Apocalipse 9:11)


Abadon e Apolion significam DEVASTADOR que é sinônimo de destruidor, ou seja, é mais um nome pra Apep, Apophis, o mensageiro do abismo.


“sobre a asa das abominações virá o devastador, até que a ruína decretada caia sobre o devastado.” (Daniel 9:27)


Virá do céu ( asa das abominações) o devastador, que nada mais é do que o mesmo personagem descrito no Apocalipse: Apophis.







“Depois apareceu outro sinal no céu: um grande Dragão vermelho, com sete cabeças e dez chifres, e nas cabeças sete coroas” (Apocalipse 12:3)


O sinal será a visão do asteróide vermelho nos céus, o Apophis, que João descreveu como um Dragão Vermelho e os índios Hopi descreveram como o “Red Kachina” (espírito vermelho dos céus).


Essas 7 cabeças no céu são exatamente os 7 planetas que compõe o Sistema Solar vistos da Terra no céu (já que Plutão não é mais considerado um planeta): Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno. São redondos como uma cabeça.


Os dez chifres são referencias a estrelas da constelação do Touro, o animal que possui chifres (Taurus), facilmente vistas no céu da Terra, estas “sete coroas” descritas na profecia são referencias as 7 estrelas mais brilhantes dessa constelação. A soma de todos esses números (7+10+7) dá o dia exato: 24.

A Terra entra no signo de Touro exatamente no dia 21 de abril, ou seja, João deixa claro que estava falando do dia 24 de abril, o dia do sinal no céu do grande Dragão Vermelho e ainda corrobora com duas quadras de Nostradamus:


“Ao fundamento de uma nova seita, serão os ossos de um nobre romano descobertos, o sepulcro em mármore aparecerá aberto, a terra TREMERÁ em ABRIL e o mal será sepultado” Centúria 6, Quadra 66


“Sol a vinte de TOURO, haverá um GRANDE TERREMOTO, o grande teatro cheio ruirá, ar, céus, terra escurecidos e perturbados , quando o infiel chamar a Deus a aos santos” Centúria 9, Quadra 83


E pra que não fique dúvida alguma sobre a visão de João, vejamos o capitulo e o versículo do Apocalipse:



Se divididos: 12:3 = 4 (mês abril)


Se multiplicados: 12x 3 = 36 (ano de 2036)


E de 2012 a 2036, o Apophis vai passar visível na Terra 3 vezes (2013, 2029, 2036). Tudo apenas grandes coincidências???




Jesus assim relata esses eventos futuros:



“Quando virdes estabelecida no lugar santo a abominação da desolação que foi predita pelo profeta Daniel (Daniel 9:27) então os habitantes da Judéia fujam para as montanhas. porque então a tribulação será tão grande como nunca foi vista, desde o começo do mundo até o presente, nem jamais será. Logo após estes dias de tribulação, o sol escurecerá, a lua não terá claridade, cairão do céu as estrelas e as potências dos céus serão abaladas. Assim como foi nos tempos de Noé, assim acontecerá na vinda do Filho do Homem. E os homens de nada sabiam, até o momento em que veio o dilúvio e os levou a todos. Assim será também na volta do Filho do Homem. Então aparecerá no céu o sinal do Filho do Homem. Todas as tribos da terra baterão no peito e verão o Filho do Homem vir sobre as nuvens do céu cercado de glória e de majestade. Porque, como o relâmpago parte do oriente e ilumina até o ocidente, assim será a volta do Filho do Homem. Dois homens estarão no campo: um será tomado, o outro será deixado. Duas mulheres estarão moendo no mesmo moinho: uma será tomada a outra será deixada. Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas. Na terra a aflição e a angústia apoderar-se-ão das nações pelo bramido do mar e das ondas. Os homens definharão de medo, na expectativa dos males que devem sobrevir a toda a terra. As próprias forças dos céus serão abaladas. Como um laço cairá sobre aqueles que habitam a face de toda a terra. Quando começarem a acontecer estas coisas, reanimai-vos e levantai as vossas cabeças; porque se aproxima a vossa libertação”. (Mateus capitulo 24, versículos 15, 16, 21, 29, 37, 39, 30, 27, 40, 41; Lucas capitulo 21, versículos 25, 26, 35, 28)

E João assim define o ápice dos eventos no Apocalipse:


“O Dragão Vermelho varria com sua cauda uma terça parte das estrelas do céu, e as atirou à terra. Houve, então, relâmpagos, vozes e trovões, assim como um terremoto tão grande como jamais houve desde que há homens na terra. A grande cidade foi dividida em três partes, e as cidades das nações caíram. Todas as ilhas fugiram, e montanha alguma foi encontrada. O céu desapareceu como um pedaço de papiro que se enrola e todos os montes e ilhas foram tirados dos seus lugares.” (Apocalipse 12:4; 16:18-20; 6:14)








Comunidade Profecias 2036 no Orkut: http://www.orkut.com.br/Community?cmm=98634186



Read more: http://profeciasoapiceem2036.blogspot.com/2010/11/apophis-sua-acao-no-exilio-planetario-e.html#ixzz2W9s48hSI