Criei este Blog para minha Mãe Cigana Rainha do Oriente, sendo uma forma de homenageá-la, bem como postar assuntos atuais e de caráter edificante, lindas mensagens, poesias de luz, também aqui brindemos á amizade verdadeira e elevemos o principal em nós ou seja a essência Divina, Deus e a Espiritualidade em geral.

segunda-feira, 24 de junho de 2013

SUPER DICA DE PROSPERIDADE:

Uma mudança mais profunda na nossa prosperidade só acontece se houver uma intensa mudança interna: liberação de crenças e pensamentos negativos com relação ao dinheiro, profissão, mercado, economia e a autoestima de uma forma geral.

Mas hoje vou falar sobre algo muito simples de se fazer que está ao alcance de qualquer pessoa que deseja mais abundância.
Essa ação tão simples pode também provocar uma mudança interior.

É tão fácil... e ao mesmo tempo é tão difícil para tantas pessoas.
Aí vai: Jogue fora ou doe TUDO aquilo que você não utiliza mais!

Coisas que você vem guardando há meses e nunca usa: roupas, sapatos, cintos, bolsas, acessórios, chinelos... Muitas mulheres acumulam dezenas de acessórios sem uso.
Se você tem algo há um ano e você não usou, é porque não vai mais usar.

Talvez você tenha enjoado da roupa; talvez tenha saído de moda; talvez você tenha comprado outras coisas mais legais que prefere usar; talvez tenha ficado feinho com o tempo, mas você insiste em guardar.
Enfim, qualquer que seja o motivo que não venha usando, simplesmente, doe se for algo que ainda possa servir para alguém, ou jogue fora.

Tem aqueles que guardam a roupa de quando eram mais magros, porque querem voltar ao peso de antes.
O tempo vai passando, a roupa vai ficando velha, mofada e fora de moda.
Jogue tudo fora ou doe, a não ser que você esteja plenamente engajado nesse momento em ficar em forma.
Tem ainda os que guardam roupas dos tempos em que eram mais gordos, pois têm medo de voltar ao peso de antes.

Ao liberar os espaços, você abre para a entrada do novo: mais abundância.
O apego às coisas materiais vem da sensação de escassez, do medo da falta.
Essa forma de pensar e sentir reflete nas nossas ações gerando atitudes anti-prosperidade.
Nos sabotamos sem perceber.
Além disso, esse padrão ajuda a atrair pobreza.

É interessante que para ter uma vida mais abundante, quanto maior o desapego, mais prosperidade.
Ou seja, quanto menos dependemos das coisas materiais para ficarmos em paz, mais geramos e atraímos abundância material.

Algumas pessoas são desleixadas com o que têm e justificam dizendo que são desapegadas das coisas materiais.
Desleixo e desapego são coisas bem diferentes.
O desleixo é uma falta de cuidado com o que se tem: deixar algo quebrado e não consertar, deixar a sujeira tomar conta e não limpar, manusear de qualquer jeito e danificar, deixar tudo desorganizado... Esses comportamentos têm raízes em sentimentos negativos ligados à baixa autoestima, não merecimento e outros conflitos internos.
Tudo isso gera atitudes sabotadoras que acabam com a prosperidade.

No estado de desapego, podemos aproveitar, apreciar e cuidar muito bem das coisas materiais.
Mas, ao mesmo tempo, ficaríamos muito bem sem essas coisas.
Nesse nível de desapego, a perda ou ausência de algo material não é motivo para sofrimento.

Não guardamos somente roupas, sapatos e acessórios que não utilizamos.
Tem gente que coleciona livros.
Lembro que durante muitos anos guardei livros e cadernos do curso de engenharia.
Pensava em jogá-los fora ou doar, mas sempre vinha uma sensação de apego e um medo de que talvez eu viesse a precisar.
Depois de uns cinco anos, vi que nunca sequer toquei nesse material.
Resolvi jogar tudo fora.
Foi uma maravilha, uma libertação.

Essa sensação de libertação e alívio surge por que todas aquelas coisas não ficam mais no nosso inconsciente gerando apego e uma certa preocupação.
A vida fica mais leve e abre-se mais espaço para a entrada novo.

Tenho também outros livros de autoconhecimento.
Alguns eu gosto de reler.
Outros fizeram parte de uma determinada fase e sei que nunca mais serão relidos.
Estou olhando aqui para vários desses livros e sinto que preciso fazer mais uma limpeza...
Não faz sentido tudo isso parado, ocupando espaço.
Melhor que seja doado para ajudar outras pessoas.

Tem gente que guarda um monte de "tralha": aparelhos eletrônicos antigos quebrados ou sem uso, cabos de todos os tipos, agendas e cadernos antigos e os mais diversos objetos sem qualquer utilidade...
Tudo isso serve apenas para ocupar espaço.
É como uma sujeira.

Eu sei, eu sei...
Às vezes não é fácil se desapegar.
Por isso, vou passar agora um exercício de *EFT (técnica para autolimpeza emocional, veja como receber um manual gratuito no final do artigo) para liberar o apego.
Pense em algo que você sabe que pode jogar fora ou doar e não consegue.
Descreva tudo o que você sente.
Quais são os pensamentos, desculpas e razões que surgem para que você mantenha tudo isso?
Que sentimentos e emoções negativas surgem?
Que sensações físicas surgem?
Agora, faça uma ou várias rodadas de EFT falando sobre tudo isso, até dissolver 100%.

Vou dar um exemplo de rodada que você pode fazer.
Vamos supor que tenha muitas roupas que você já não usa faz tempo, quer doá-las mas não consegue. Surge medo de precisar delas depois, angústia de pensar em doar, paralisia, aperto no peito, medo de se arrepender etc..
A partir da descrição detalhada do que surgir, é só elaborar a rodada:

Frase de preparação: Mesmo que eu sinta medo de doar todas essas roupas, eu me aceito profunda e completamente. Mesmo que eu sinta medo de vir a me arrepender, eu me aceito profunda e completamente. Mesmo que eu sinta esse apego, eu me aceito profunda e completamente.

Topo da Cabeça: sinto um apego/ Início da Sobrancelha: tenho medo de doar e me arrepender/ Lateral do Olho: posso precisar depois/ Embaixo do Olho: tomar essa atitude agora me incomoda/ Embaixo do Nariz: melhor deixar pra depois... / Osso da Clavícula: sinto uma angústia/ Embaixo da Axila: me sinto paralisado/ TC: não sei para quem doar / IS: dá até preguiça de resolver isso agora/ LO: e se eu me arrepender depois?/ EO: Sinto apego/ EN: Não quero tomar essa decisão agora/ OC: Dá trabalho selecionar/ EA: Sinto uma angústia.

A cada rodada, mude as frases se for o caso. Repita quantas vezes for necessário até que você sinta um total e completo desapego.

André Lima -EFT Practitioner. *EFT - Emotional Freedom Techniques -
É a autoacupuntura emocional sem agulhas.
Ensina a desbloquear a energia estagnada nos meridianos, de forma fácil, rápida e extremamente eficaz, proporcionando a cura para questões físicas emocionais.
Você mesmo pode se autoaplicar o método.
Para receber manual gratuito da técnica e já começar a se beneficiar, acesse:http://www.eftbr.com.br/manual-gratuito.asp e baixe o seu manual.




por
Andre Lima - andre@eftbr.com.br
Visite o Site do autor.