Criei este Blog para minha Mãe Cigana Rainha do Oriente, sendo uma forma de homenageá-la, bem como postar assuntos atuais e de caráter edificante, lindas mensagens, poesias de luz, também aqui brindemos á amizade verdadeira e elevemos o principal em nós ou seja a essência Divina, Deus e a Espiritualidade em geral.

domingo, 23 de junho de 2013

VOCÊ ENCARA OS DESAFIOS COMO OPORTUNIDADES?


Você encara os desafios como oportunidades?


:: Graziella Marraccini ::

A forma como encaramos os desafios depende muito de nossa personalidade, não é? Vocês concordam? Parece evidente. Todos nós conhecemos gente carrancuda, de cara fechada, mal-humoradas e que estão sempre reclamando da vida. Para essas pessoas, a vida sempre terá dificuldades crescentes e, muito provavelmente, elas não irão conseguir tirar proveito das oportunidades que os desafios da vida diária representam. Outras pessoas estão sempre de bom humor, têm o sorriso nos lábios e encaram tudo com otimismo. Essas encaram a vida de peito aberto, procurando colher as oportunidades a cada novo desafio. Mas, eu me pergunto, é realmente possível mudar o nosso caráter? É possível ir contra a nossa própria natureza?

Reconheço que esta é uma questão difícil, especialmente para uma astróloga! Quando um bebê nasce, ele traz consigo o DNA dos pais e ancestrais, mas é o céu do momento que irá indicar as principais características de sua personalidade e, portanto, o 'céu do momento' será determinante para indicar como ele irá percorrer o roteiro da vida! De fato, a configuração astral do momento determina também as facilidades e dificuldades que irá enfrentar e a forma como ele ira enfrentá-las, pois que isso também irá depender das características pessoais. Por essa razão eu acredito que, se uma pessoa 'nasceu pessimista' ela terá exatamente esse desafio a superar. Portanto, não adianta dizer "eu nasci assim" porque se você pensa desse jeito, não terá nenhuma oportunidade de evoluir e não terá cumprido sua missão que, segundo a astrologia cabalística, é justamente aquela de superar as suas dificuldades inatas, as suas tendências naturais.

Quando iniciei os estudos de astrologia (há mais de vinte anos) fui instruída numa astrologia determinista, que ensinava que nosso destino está traçado e que o nosso livre-arbítrio é quase nulo! Essa explicação me parecia mais uma tragédia grega, onde os Deuses determinam o destino dos humanos como se esses fossem marionetes. Os planetas, apesar de terem analogia com os deuses grego/romanos não são Deuses!

Na medida em que me aprofundei nos estudos da astrologia, e seguindo várias 'escolas', algumas mais humanistas, outras mais psicológicas, e outras ainda mais esotéricas, eu percebi que se nosso mapa nos inclina para ter algumas dificuldades na vida, é justamente para que possamos superá-los e evoluir espiritualmente. Eu percebi que nossa missão está escondida por trás dos tropeços, das quedas, das dificuldades e dos fracassos e que será justamente através de nossa capacidade de superação é que iremos realmente cumprir nossa missão!

Vocês conhecem aquela história do copo 'meio cheio e meio vazio', não? Os pessimistas enxergam o copo -enchido pela metade- como 'meio vazio' e os otimistas como 'meio cheio'. Astrologicamente posso dizer que as pessoas que possuem Saturno em evidência no Mapa (aspectando o Sol ou a Lua, ou na primeira ou decima Casas, por exemplo), são mais pessimistas e, portanto, mais prudentes, desconfiados e até parecem frios e distantes no trato. Dificilmente são vistos com o largo sorriso na boca! Essas pessoas ralam, trabalham, poupam, mas esquecem muitas vezes de aproveitar a vida, e não enxergam as dificuldades como oportunidades. Geralmente vivem com medo do futuro e não vivem o 'hoje', pensando no amanha! Incluo nesse grupo os capricornianos e os outros signos de Terra, particularmente.

Por outro lado, os jupiterianos, aqueles que possuem Júpiter em evidência em seu mapa, e os pertencentes aos signos de Fogo, de maneira geral encaram tudo com otimismo, são expansivos, sorridentes e aproveitam o presente com fé e enxergando oportunidades em cada percalço, e sem perder o bom humor! Eles também trabalham, é claro, e possuem responsabilidades familiares e profissionais, e costumam viver as dificuldades do dia a dia como oportunidades de crescimento. Além dos signos de Fogo, podemos incluir o signo de Peixes que na astrologia antiga possuía Júpiter como regente. Vejam bem, as coisas não são tão simples assim, pois nós somos uma miscelânea de tantas características que fica difícil dar uma definição precisa. Eu descrevi somente as inclinações, pois eu costumo dizer que cada mapa é um mapa, e cada pessoa é um ser único. Nem mesmo as crianças gêmeas são iguais e desenvolvem destinos iguais, apesar de possuírem inclinações parecidas.

A meu ver, somente se encararmos os desafios e as dificuldades como oportunidades de crescimento espiritual estaremos realmente cumprindo nossa missão. Sei que isso é difícil e eu percebo que, nas minhas consultas, por mais que eu me esforce nem sempre consigo 'passar o recado' aos meus clientes. É muito natural que a gente se acomode dentro do personagem que nos aprisiona desde que nascemos, ao invés de sair da zona de conforto para enfrentar nossas próprias dificuldades! E será que não temos a tendência de culpar 'os outros' por ter esvaziado nosso copo?

Não, caros leitores, a culpa não é dos outros e nem de nossas inclinações naturais! Nós somos responsáveis pela forma como encaramos a vida, como efetuamos nossas escolhas, como conduzimos nossa própria nossa vida! Os astros inclinam, mas não obrigam! Podemos e devemos superar nossas inclinações, sejam elas saturninas ou jupiterianas. Sejam elas pessimistas ou otimistas. E então, somente então, após efetuar as correções de comportamento, saberemos encarar os desafios como oportunidades de crescimento.

Caros leitores, não há mais desculpas para a ignorância! Não podemos mais esperar para efetuar as mudança nas trajetórias erradas! O alvorecer da Era de Aquário nos pede essa mudança de atitude imediata. Todos somos responsáveis pelo planeta Terra, todos nós somos responsáveis pela sobrevivência da humanidade e é por causa disso que devemos primeiramente nos aprofundar no autoconhecimento e, segundo, modificar nosso pensamento de forma a criar em nossa vida as egrégoras (formas-pensamento) capazes de remover os obstáculos e bloqueios que nos farão todos os desafios dessa encarnação.

O autoconhecimento nos é fornecido pela interpretação de nosso Mapa Astral, e os bloqueios e dificuldades podem ser removidos com a ajuda das egrégoras formadas com os gráficos da radiestesia e com a mesa radiônica. Ambas podem ser feitas também à distância! Então, caro leitor, o que você está esperando? Invista em você mesmo, melhore na sua própria vida e alcance a felicidade, a prosperidade e a realização espiritual!

Para saber mais sobre consultas, enviem email para info@astrosirius.com.br ou entrem em contato pelo telefone 11-3876-6127. No meu site pessoal, vocês encontram mais informações: www.astrosirius.com.br

Desejo a todos uma semana repleta de Luz, Harmonia e Paz!