Criei este Blog para minha Mãe Cigana Rainha do Oriente, sendo uma forma de homenageá-la, bem como postar assuntos atuais e de caráter edificante, lindas mensagens, poesias de luz, também aqui brindemos á amizade verdadeira e elevemos o principal em nós ou seja a essência Divina, Deus e a Espiritualidade em geral.

terça-feira, 2 de abril de 2013

RELATO DA REUNIÃO DO CONSELHO CÁRMICO DE 31/03/2.013:


Relato da Reunião do Conselho Cármico de 31/03/2013



A temática que havia sido estabelecida, e que conduziu nossas reflexões e deliberações, se referia à manifestação da energia avatárica para a Era de Aquário, energia esta que descende diretamente da Suprema Fonte, a fim de esclarecer à mente humana e aprimorar sua espiritualidade. Pretendia-se pensar/sentir e co-criar linhas mestras que direcionarão às ações do Conselho Cármico e de seus agentes ao longo do conjunto de vórtices co-criativos que abrangem as quatro reuniões deste ano, dentre as quais esta foi a primeira. Formou-se um campo de intensa irradiância, a qual reflete a congregação de muitos Seres de Luz, em torno da temática, que vem a absorver muito do carma do planeta. A princípio, organizamos as ideias, através de um refinamento dos sete pontos que haviam sido previamente apontados como fundamentais como parte do debate.


Sete componentes da instância superior do Conselho estavam encarregados de assumir a direção de um destes sete pontos. O Arcanjo Miguel colocava a questão da sustentação do Escudo (ou Armadura) de Luz que se conforma a partir do raio azul e, portanto, expressa fé e convicção para a ação que precipita ao Plano Divino da descida das energias avatáricas. Aquele que, dentre as almas encarnadas na Terra, de alguma maneira, abala (ou tenta abalar) a tal convicta expressão da Morada Eterna, que se faz representar entre os habitantes da esfera físico-material, incorre em erro, acumulando carma desfavorável para si. De forma semelhante, quem colabora com a mesma manifestação de Luz para o planeta, acumula carma favorável. O acúmulo de carma desfavorável é agravado de acordo com a proximidade que se tenha em relação à fonte desta Emanação Superior e da compreensão dela como tal, de forma que, aquele que desenvolve um envolvimento direto com a Sagrada Hoste, em torno da Missão Avatárica da Nova Era, é o que está mais propenso a se favorecer, bem como a se desfavorecer se ao invés de colaborar com o Plano, por questões do raciocínio inferior, incorrer no erro de produzir atrapalhos aos mensageiros da Nova Era.
Quem desconhece à Grande Ordem e o que ela pretende para a Era de Aquário está menos propenso a acumular carma desfavorável para si do que os que a conhecem e sabem de seus propósitos. Estes mesmos parâmetros de avaliação de natureza e gravidade do carma pessoal, que serão aplicados pelos agentes do carma ao longo deste ano de 2013, a fim de proporcionar avanços ao processo de manifestação da Obra, se aplicam a todos os demais seis pontos que foram discutidos na reunião. O segundo deles, coordenado por Kuan Yin, se refere à distribuição da energia de cura e de habilidades de autocura, como parte desta mesma Missão de Luz da Era de Aquário. As co-criações da Hoste Ascensionada em torno de tal questão serão direcionadas à cura de seres humanos da oitava física que, de alguma forma, se acomodem à ação missionária que estamos nos propondo a realizar. Os agentes do Conselho Cármico, o que inclui a instância superior do mesmo, estão hábeis a aplicarem com perfeição às diretrizes aqui colocadas. As bênçãos que virão a ser propagadas somente poderão ser dispensadas para os que se acharem no uníssono de ação-reação com o que a Hoste propõe, os demais se submetem às Leis do Carma que normalmente funcionam, não se fazendo acessíveis para receber dos benefícios que lhes poderiam advir diretamente da Esfera Co-criativa da Missão Avatárica da Era de Aquário, que está sob dirigência do Amado Mestre Saint Germain.
O terceiro ponto que direcionou nosso debate, partindo dos raciocínios etérico-causais do Elohim Vista, diz respeito à ação do pensamento causal/crístico da Hoste em torno da descida das Energias Superiores que compõem esta Obra e de seus mecanismos de ação. Nosso pensar acontece através de nossas convergências semanais, que são três, e o uníssono com a ação físico-material que se dá através da Ordem de Zadkiel, que é a externalização deste pensar. Lord Saithru colocou então o que é o ponto central dos sete pontos que conduzem nossos raciocínios dentro desta sequência de reuniões no ano. Este aspecto central faz um elo entre os três primeiros e os três últimos pontos, causando uma síntese em torno do que exatamente se compõe o Plano Avatárico que está sendo aqui mencionado. Ele se trata da ação físico-material, físico-astral/mental e físico-etérica, bem como, físico-Divina, ou seja, ele marca as interseções das esferas que compõem a existência da alma que está envolvida com a Terra deste momento, abrangendo a outorga de Ensinamentos e de práticas para a Era de Aquário. Tal outorga virá a dispor do que predominará nos 2.000 da Nova Era, com elementos de uma Espiritualidade/Religiosidade mais condizente com a necessidade do raciocínio espiritualista da época.
A cidade do Rio de Janeiro (Brasil) tem importante função dentro desta dispensação, e muitos eventos que estarão sendo canalizados através deste portal se fazem sujeitos às medidas que estou aqui apresentando. Partindo deste ponto focal físico-material de ação, o Mestre Hilarion, como parte da quinta temática da reunião, propôs que pensássemos a tradução do que temos que propagar para o raciocínio humano, de modo a facilitarmos o acesso das pessoas aos novos Ensinamentos e práticas. Pensamos em co-criar as Cartilhas de Saint Germain, contendo um ABC da Nova Era, onde Santa Ametista, no uníssono do canal de escrita físico-etérico do qual dispomos para tanto, colocará, em linguagem simples, aos principais Ensinamentos que já estão sendo dispensados, em linguagem mais complexa, através de obras como O Ser Crístico e Alquimia dos Sete Raios (Editora Sétimo Raio, Rio de Janeiro - RJ). O apoio ou a imposição de barreiras a esta parte da Obra incorre no acúmulo de carma favorável ou desfavorável conforme proposto nos parágrafos acima.


O mesmo se aplica ao conteúdo dos demais dois pontos temáticos da reunião, dirigidos por Mestra Nada (ponto seis) e Saint Germain/Pórtia (ponto sete). Estes dois enfoques se desenvolveram em torno da tessitura dos caminhos de precipitação e da ação em si da Missão Avatárica e, portanto, se fazem do uníssono dos pontos 3, 2 e 1 com o 5. Eles promovem detalhes co-criativos concretos, os quais, a partir de nossas decisões, que se dão nas Esferas Ascensionadas, aparecem no meio físico/astral/mental terreno, com os quais as pessoas travam contato, podendo aderir ou não aos mesmos, apoiá-los ou não, acumulando carma favorável ou desfavorável para si, de acordo com seu livre arbítrio e estado de amadurecimento da consciência. Para finalizar, decidimos que as temáticas 4 e 7 serão enfocadas com mais detalhamentos nas reuniões de junho e setembro, enquanto na última reunião do ano, realizaremos um trabalho de síntese das deliberações e realizações anuais em torno das sete temáticas. Ademais, como sempre se faz, os agentes interdimensionais do carma estiveram neste dia 31 de março ocupados com a análise e o direcionamento de questões pessoais e coletivas, atendendo as petições e orações das pessoas da Terra que estiveram em sintonia com a reunião do Conselho.
Desejo-lhes paz, amor e amadurecimento espiritual, para que possam estar do nosso lado ao longo deste ano de intensas realizações transcendentais, que acomodarão energias construtivas para a Nova Era terrena.
Mestra Pórtia (31/03/2013)

Conteúdo obtido por sintonização através de Valéria Moraes Ornellas, Sacerdotisa da Ordem de Zadkiel e co-fundadora da Editora Sétimo Raio, Rio de Janeiro – RJ, e originalmente publicado em http://shamballaeagrandefraternidadebranca.blogspot.com.br. Se desejar divulgar este texto, favor citar devidamente a autoria e a fonte original da publicação.