Criei este Blog para minha Mãe Cigana Rainha do Oriente, sendo uma forma de homenageá-la, bem como postar assuntos atuais e de caráter edificante, lindas mensagens, poesias de luz, também aqui brindemos á amizade verdadeira e elevemos o principal em nós ou seja a essência Divina, Deus e a Espiritualidade em geral.

sábado, 6 de abril de 2013

NUMEROLOGIA CABALÍSTICA (PARTE III), A NUMEROLOGIA DE JESUS NA CABALA:


Numerologia Cabalística (Parte III) - A Numerologia de Jesus na Cabala



Parte II : AQUI



Antes de iniciarmos esse estudo vamos compreender um pouco mais do significado oculto da Arvore das Vidas, seus 22 Arcanos e o nome sagrado de Deus: YHWH


O tetragrama possui 4 letras com os seguintes valores no alfabeto hebraico: Y = 10, H = 5, W = 6, H = 5


Dela formamos 4 simples combinações:


Y = 10
YH = 15
YHW = 21
YHWH = 26


Somados os valores temos o número 72, número exato das emanações divinas ou 72 anjos cabalísticos. Desses 4 valores, os 3 primeiros são Arcanos distintos (10, 15, 21) e um valor (26) é a soma de alguns Arcanos. Analisando a Arvore das Vidas fica fácil descobrir:


Os Arcanos 21 e 15 (somando 36) levam a energia da esfera Kether (Coroa) até Binah e em seguida flui até o Sol (Tipheret). Esse é o caminho duplo, a energia que desce até o Sol. O outro caminho engloba os Arcanos 10, 19, 6 e 1 (somando também 36) e levam a energia da esfera Kether até o mundo das formas, o reino, à esfera de Malkuth.


Do lado esquerdo, o Mundo e o Diabo (Arcanos 21 e 15)



Do lado direito, A Roda do Destino, O Sol, Os Enamorados e O Mago (Arcanos 10, 19, 6, 1)


Do lado esquerdo quem rege a vibração são os orixás Iansã (21) e Exú (15)


Do lado direito quem rege a vibração são os orixás Oxalá (10, 19, 1) e Exú (6)


YHWH (26) representa a descida divina da energia de Deus através do Mago (1) Solar (19) (Oxalá/Jesus) distribuindo amor pela humanidade (Os Enamorados) e realizando o trabalho de guardião (Exú) das leis divinas.


Outra questão interessante é que a soma dos números de todos os Arcanos mostram exatamente TODOS os números da data de nascimento e morte de Jesus. Calculemos:


1+2+3+4+5+6+7+8+9+10+11+12+13+14+15+16+17+18+19+20+21+22 = 253


Em 21 de abril faltam exatos 253 para terminar o ano (ano normal, menos o bissexto)


Em 10 de setembro estamos exatamente no 253ª dia do ano (ano normal, menos o bissexto)


Jesus nasceu exatamente em 21 de setembro (entre virgem e libra) 3 anos antes do ano zero e faleceu exatamente no dia 10 de abril do ano 33, no ano 36 da sua existência e com 35 anos e 7 meses de vida. Um grande fenômeno astrológico (uma conjunção entre Alpha Leonis e Júpiter) amplamente estudado pelos buscadores da data de nascimento de Jesus ocorreu na época do seu nascimento, e ficou popularmente conhecido como “Estrela de Belém”, até porque Jesus nasceu em Belém, não da Judéia, mas no pequeno vilarejo conhecido como Belém da Galiléia, 10 dias depois do início do ano novo judaico, num humilde vilarejo que ficava entre Nazaré e o Monte Carmelo.


Outro dado interessante é que um astrólogo há quase 500 anos já sabia de todas essas informações, até por ser um dos maiores astrólogos e cabalistas do mundo: Nostradamus. Ele deixou a informação velada numa de suas quadras mais conhecidas:


Centúria 10, Quadra 72:


"Em 1999 e 7 meses
Do céu virá um grande rei do terror
Ressuscitará o grande rei D’Angolmois
Antes que Marte reine para a felicidade"


Profecia dos 70 períodos: AQUI



Como já explicado aqui no blog, essa quadra é uma clara referência a profecia dos 70 períodos de Daniel (Velho Testamento), que se inicia em 1967 e vai até 2036. O ano de 1999 equivale ao ano 33 dessa profecia, ano em que o grande rei, Jesus, veio do céu ressuscitado, mas fala também que no ano de 1999 viria um rei oposto a Jesus, o grande rei do terror. Em 9 agosto de 1999 Vladmir Putin (um dos maiores magos negros encarnados na Terra), tornou-se primeiro ministro escolhido por Yeltsin ( a mais alta liderança da Rússia na época, o “céu”), decisão que provavelmente ele sacramentou dias antes, em julho (mês 7).


Putin é o rei D’Angolmois ressuscitado, uma encarnação desse mítico personagem, que historicamente não existiu. Mas Nostradamus deixou uma carta profética para Henrique II em 1555, rei francês que teve vários filhos, incluindo um com Catarina de Médici que se tornou rei da França de 1574 a 1589, que enfrentou uma grave crise religiosa entre católicos e protestantes. Esse rei, Henrique III, nasceu exatamente em 1551, a exata soma dos números romanos do nome D’Angolmois = d+l+m+i = 1551. Nostradamus profetizou que Henrique III reencarnaria séculos depois como um novo líder europeu e que seria conhecido nesse cenário como rei do terror. Além disso, dentro da palavra D’Angolmois temos a palavra Mongólia, território que faz fronteira com a Rússia e tem parte de sua população vivendo no sul da Rússia.


Vale lembrar que boa parte do território original dos mongóis faz parte hoje da federação russa. Podemos observar isso nessa interessante animação de vídeo que mostra os territórios da Europa do ano 1000 até 2012:






Mas voltemos a Jesus.... Nostradamus mostrou claramente que sabia o ano do desencarne de Jesus (ano 33). Mas ele também sabia a idade, e EXATA do desencarne dele, basta somarmos os números da profecia : 1+9+9+9+7 = 35 e pra não deixa dúvidas ainda ressaltou os meses de vida: 7. Ora, se ele sabia o ano do desencarne (33) e a idade do desencarne de Jesus (35 anos e 7 meses) provavelmente saberia o dia do nascimento, muito próximo da famosa conjuntura astrológica que ocorreu em setembro.


Sabido isso vamos finalmente analisar a numerológia cabalística de Jesus, bem como o posicionamento das suas 9 posições na Árvore das Vidas


Nome: Yeshua Ben Youssef
Data de nascimento: 21/09/-03


Yeshua: 1 2 3 4 5 6
Ben: 7 2 8
Youssef: 1 9 5 3 3 2 10


Letras repetidas 3 vezes: E,S = 6+9 = 15
Letras repetidas 2 vezes: Y,U = 2+10 = 12
Letras aparecem 1 vez: H,B,N,O,F = 11


Soma do nascimento: 2+1+0+9-0+3 = 15
Número final: 10
Número de letras no nome: 16


Posições:
Temperamento (força espiritual) = 15
Destino (Missão ou Karma) = 16
Cabeça (Razão) = 15
Missão (Foco) = 12
Coração (Emocional) = 11
Sexo (Força anímica) = 11
Família (Sociedade) = 13
Aprendizado (Objetivo interior) = 10
Personalidade = 16


Arcanos:
Temperamento (força espiritual) = O Diabo
Destino (Objetivo traçado ou Karma) = A Torre
Cabeça (Razão) = O Diabo
Missão (Foco) = O Dependurado
Coração (Emocional) = A Força
Sexo (Força anímica) = A Força
Família (Sociedade) = A Morte
Aprendizado (Objetivo interior) = A Roda do Destino
Personalidade = A Torre












Comentário sobre o Mapa Cabalístico:



O mapa de Jesus apresenta uma força espiritual e anímica perfeitamente talhada para a realização que foi confiada a ele, o mais fiel médium do Cristo Planetário, o espírito mais evoluído moralmente e intelectualmente a pisar encarnado no solo terrestre. As posições Cabeça e Missão apresentam os mesmos arcanos do mapa de Chico Xavier. Como já explicado no mapa de Chico Xavier o arcano Diabo na posição Cabeça e Temperamento (força espiritual) denota uma incrível potência anímica, um fabuloso raciocínio, uma incrível capacidade de assimilar uma grande quantidade de conhecimentos e informações de forma constante, foi exatamente essa grande potencia anímica que favoreceu o contato de Jesus com o Cristo planetário, permitindo que um espírito excelso como Jesus pudesse aproveitar no máximo de suas possibilidades o limitado cérebro físico que possuía que foi carregado com uma intensa cota de ectoplasma, magnetismo e eletricidade acima da média para suportar o potencial angélico do espírito de Jesus.


Esse entendimento é confirmado pela posição Missão, onde aparece o arcano O Dependurado, mostrando claramente a ampla conexão espiritual de Jesus com as esferas superiores, seus pés voltados para o Alto e sua cabeça planando sobre a terra, mas também trazendo muitos sacrifícios como denota a figura, presa a esse ideal, o aceitando com resignação. Essa combinação, envolvendo a potencia anímica do Diabo na posição Razão e o Dependurado na posição Missão explicam a própria incapacidade de Jesus conseguir sobreviver muito mais tempo do que aquele que ele teve (pouco menos de 36 anos), pois a intensa atividade eletromagnética no cérebro físico e a grande cota de ectoplasma necessária para manter um verdadeiro farol de luz preso a um corpo físico humano levaram ao limite o aparelho circulatório de Jesus, fazendo com que ele necessitasse expelir sangue em vários momentos de sua missão, muitas vezes pelo nariz e na famosa passagem em que suou sangue no Monte das Oliveiras pouco antes de ser preso pelos soldados romanos.


A posição Temperamento apresenta o arcano O Diabo, essa posição mostra o perfil psicológico que o espírito imortal traz para a presente encarnação, ou seja, uma parte da personalidade imortal do espírito. O arcano O Diabo mostra uma grande vontade de viver a matéria, de experimentar as sensações do mundo físico, algo que era necessário para o perfil psicológico de Jesus, pois havia milhares e milhares de anos que Jesus não encarnava em um mundo físico, segundo relatos de Ramatís foram necessários mil anos de preparação e redução perispiritual para que ele pudesse ser acoplado a um corpo carnal. Isso possibilitou a plena adaptação de Jesus ao corpo físico bem como sua conexão com o Cristo Planetário, o Sol interior do planeta (não o Sol Negro, mas o centro consciente de luz do Cristo Planetário), que se apresenta também como a luz pura do Arcanjo Miguel sem uma forma humana e da mesma forma se apresenta na figura do anjo Miguel, espírito que é o líder de todas as equipes de guardiões e espírito que na época da encarnação de Jesus teve como missão liderar a equipe de guardiões que protegeu Jesus durante toda a sua missão messiânica na Terra. Essa posição é facilmente compreendida quando observamos os significados da posição Razão e Missão: Jesus veio plenamente talhado para ser o mais fiel guardião dos conhecimentos da alta espiritualidade, com a plena capacidade e ajuda do Alto para transmitir esse conhecimento aos homens.


Tanto na posição Destino como na Personalidade aparece o arcano da Torre. Como já explicado no post dos 22 Arcanos, a Torre simboliza a destruição daquilo que já não serve mais para a reconstrução de algo novo, melhor, mais sólido. E essa destruição vem exatamente através de um raio vindo do Alto, do Sol. Isso denota a intima ligação desse arcano com o anjo Menadel, que é o anjo 36 da Cabala nas 72 emanações de Deus, assim como representa a kamea Solar Tipheret (Sol) 6 x 6, a esfera na Arvore da Vida que centraliza o caminho dos arcanos, pois é a única que conta com 8 arcanos ligados a ela (o 8 que simboliza o infinito circular da energia de cima pra baixo e de baixo pra cima). Como veremos em um futuro post, o 36 é a base de toda a Arvore da Vida, não a toa está centralizado na kamea solar (6 x 6 = 36).


Toda essa simbologia explica, simplesmente, que Jesus foi o raio enviado por Deus e que permaneceu ligado a Terra e ao Cristo Planetário como o raio que sai do Sol e toca a Terra. O principal objetivo de Jesus foi justamente trazer um novo entendimento das leis de Deus para o povo judeu, tanto que ele colocou fim a primeira Aliança e iniciou a segunda, mantendo apenas as leis divinas trazidas por Moisés e rompendo com as mais de 600 leis legislativas mosaicas. Esse perfil de renovar, destruir e reconstruir (justamente por isso era conhecido como tekton, construtor, não porque fosse um metalúrgico ou um carpinteiro, mas porque era o verdadeiro construtor das leis espirituais, o rei Melkiseque, o sumo Sacerdote dos Essênios, o supremo filho da luz, o raio mais brilhante de Sol que já pisou na Terra.) Essa é a personalidade espiritual de Jesus, sua essência eterna, bem como o seu objetivo principal ou destino: colocar abaixo as estruturas religiosas as renovando de forma ampla, sólida, simplificada e bela.


Já o arcano A Força aparece na posição Coração e Sexo, respectivamente o emocional e a força anímica, telúrica, ectoplasmática trazida por Jesus. A Força simboliza a autoridade moral, o autocontrole, a coragem daquele que tem a força para abrir a boca do leão e controlá-lo com o seu magnetismo, a bravura por detrás de uma aparência serena. Esse perfil exprime bem o lado emocional de Jesus, a pureza e beleza de seus sentimentos pela humanidade, combinados com uma força altiva e uma coragem serena, que não ataca para se defender mas simplesmente domina com o poder magnético das próprias mãos.


Vale ressaltar que na Arvore das Vidas o arcano A Força está ligando as esferas do Sol e Vênus, mostrando a clara ligação do perfil emocional e energético de Jesus com esse planeta, a tal ponto dele próprio se proclamar Vênus no Apocalipse (a estrela radiosa da manhã). Na Bíblia o termo estrela radiosa ou luz da aurora aparece apenas 3 vezes, sempre fazendo referencias a reis, uma bela metáfora que simboliza a luz no alto, no céu . Esse termo foi traduzido na Vulgata Latina por São Jerônimo como Lúcifer (lucis ferre, portador da aurora, como nos esclarece o aclamado teólogo espírita Severino Celestino) que nada mais é do que um sinônimo para Vênus, não tem nada haver com demônios, diabos ou capetas. Em Isaías, onde esse termo primeiro aparece traduzindo a palavra hebraica hillel ben shachar ou seja estrela (hillel ou heilel) ben (filho/a) schachar (amanhecer) = estrela filha do amanhecer = Vênus, é quando Isaías se refere a queda do rei Nabucodonosor o representando como o famoso planeta (Vênus) e que na Vulgata Latina foi traduzido como Lucis Ferre ou simplesmente Lúcifer, gerando grandes equívocos por parte daqueles que ainda hoje comparam Lúcifer a um anjo caído, diabo ou coisa parecida..


Num sentido mais amplo, midráshico, Jesus deixa claro nas entrelinhas, não apenas que era um grande cabalista, nessa passagem do Apocalipse, mas que também era discípulo de Hillel, o Ancião.


A posição Família, que mostra a atuação da pessoa na sociedade, mostra o arcano Morte, ou seja, grandes mudanças ao longo da vida, a transmutação, a plena renovação através de um grande sacrifício, carta totalmente ligada com as demais cartas de Jesus, pois A Torre e o Dependurado mostram claramente essa idéia de renovação e sacrifico para que o objetivo ou a missão maior seja alcançado. Existe na Bíblia uma referencia velada a esse arcano exatamente no capítulo 4 de João, quando Jesus tem o dialogo com a samaritana no poço de Jacó. Existe ainda a teoria de que o mesmo João, que também compilou o Apocalipse, teria escrito cada um dos 22 capítulos do Apocalipse regido por um Arcano.


A posição Aprendizado ou simplesmente o objetivo interior mostra A Roda do Destino, a carta mostra uma espécie de Esfinge coroada, no topo da Roda em posição de guarda com uma espada em punho. Da mesma forma, na Arvore das Vidas, esse arcano aparece ligando a esfera Kether (Fonte Creadora) à Chokmah (Sabedoria, o mundo mental), denotando que o maior aprendizado de Jesus durante seus quase 36 anos de vida foi estabelecer cada vez mais uma conexão mental com as esferas superiores em busca de sabedoria. Essa busca no entanto não foi passiva ou contemplativa, pois esse arcano mostra uma posição de guarda, de atenção ao movimento daqueles que espreitam e tentam boicotar a execução desse aprendizado, um arcano que em suma confirma a posição Temperamento, onde aparece a Charrete com esse mesmo perfil de guarda e autocontrole de si mesmo e os perigos que estão a volta.




Fanpage Profecias o Ápice em 2036 no Facebook: http://www.facebook.com/josemaria.alencastro2036





Read more: http://profeciasoapiceem2036.blogspot.com/2012/05/numerologia-cabalistica-parte-iii.html#ixzz2PhC6pykB