Criei este Blog para minha Mãe Cigana Rainha do Oriente, sendo uma forma de homenageá-la, bem como postar assuntos atuais e de caráter edificante, lindas mensagens, poesias de luz, também aqui brindemos á amizade verdadeira e elevemos o principal em nós ou seja a essência Divina, Deus e a Espiritualidade em geral.

quarta-feira, 19 de junho de 2013

OS VENENOS MENTAIS: IRRITAÇÃO, BARULHO, PENSAMENTOS NEGATIVOS...





“Os venenos mentais – Irritação, barulho, pensamentos negativos...”


Pesquisado por Dharmadhannya

Existem muitas causas de doenças, mas há uma que não é suficientemente enfatizada, explicada e trazida a público. Esta fonte de doença está por toda parte, se esconde sob muitas formas e invade nosso sistema com várias desculpas lógicas.


Essa causa é chamada irritação. Vejamos quais são as causas de irritação:

1. agitação do corpo astral;
2. stress de temperamento;
3. ódio, desamor, preconceito, contínua rejeição de uma pessoa, grupo ou ideia;
4. a sensação de se estar sendo vítima de abuso, estar sendo enganado ou explorado;
5. reação a coisas que não se ajustam à própria maneira de agir — ressentimento;
6. pensamentos de vingança,inveja ou planos de destruição;
7. queixas;
8. egoísmo, auto-suficiência e auto-satisfação;
9. crítica, bisbilhotice, discussões;
10. ingratidão;
11. exigência, coação, intolerância;
12. complexo de inferioridade;
13. impaciência e ansiedade;
14. distorção consciente dos fatos;
15. intensificação do corpo astral;
16. barulho.


O resultado da irritação é a produção de um veneno que é chamado de “imperil” pelo Mestre Morya. “Imperil’ é um veneno expansivo que se espalha vagarosamente pelo nosso sistema nervoso sempre que queimamos nossos corpos etérico e astral através da irritação. Este veneno poder ser transmitido telepaticamente, por um pensamento fixo de uma pessoa, ou de um grupo e a convivência com uma pessoa que revela um "imperil" acentuado pode contaminar todos da casa.


O “imperil” interrompe os canais de eletricidade que fluem através da cadeia do nosso sistema nervoso. Este veneno se espalha continuamente cada vez que é alimentado. Uma vez que o sistema elétrico do corpo é bloqueado em vários lugares, e a eletricidade é impedida ou cortada, sérios problemas físicos e psicológicos expandem suas raízes em nossa natureza.
Se a eletricidade vinda do corpo etérico, dos centros astral e mental, e do centro transpessoal para o interior do homem for impedida, aqueles órgãos que não recebem energia suficiente, desenvolvem disfunções.


Tornam-se lerdos, suas funções diminuem e eventualmente uma pesada apatia se instala, transformando assim as glândulas e os órgãos em um campo propício para a proliferação de germens e micróbios.


Em outros casos, quando as células têm excesso de energia para combater,’ tornam-se atemorizadas e hiperativas, e desenvolvem tumores e Câncer.

O “imperil” pode se espalhar ou vir a existir em qualquer um dos veículos da personalidade, eventualmente manifestando-se como doenças psicológicas e físicas. O venenos se acumula, mais frequentemente, em volta da área do plexo solar, e causa complicações e problemas no aparelho digestivo. Daí se espalha para todo o sistema nervoso e contamina a aura da pessoa.


Irritação e “imperil” não atacam aqueles cuja consciência está focalizada no centro do seu coração e da sua mente. Antes que o ataque os acometa, podem dissolvê-lo através de amorosa compreensão do significado.


Mas se o foco da consciência está na natureza emocional, ocupada com os interesses dos centros mais baixos, então o “imperil” se acumula em volta do plexo solar e diminui a vitalidade do homem, a tal ponto que, eventualmente, a resistência do corpo diminui e sucumbe aos vários ataques de germens e doenças. A irritação ocasiona inflamação em vários órgãos do corpo: no nariz, nos ouvidos, ou nos órgãos reprodutores e no fígado.
Vamos explicar as causas da irritação:


1. Agitação do corpo astral. Pode ser causada de várias maneiras. Por exemplo: assistindo um filme de crime, vendo noticiários sobre a violência urbana, lendo um livro sobre desastres, crimes ou assuntos que o deixem preocupado, assustado ou deprimido.
A agitação do corpo astral pode ser o resultado da raiva intensa de alguém que esteja por perto, ou o resultado de ataques verbais. Muitas vezes nosso corpo astral agita-se quando perdemos o apoio no qual estamos nos escorando ou usando egoisticamente.


2. Stress de temperamento. Este é o fenômeno no qual você usa a força da sua vontade para atingir seus desejos ou para levar as pessoas a fazerem o que você quer. Se elas não fazem o que você deseja, você perde a calma e produz abundância de “imperil” em seu sistema.


3. Ódio, desamor, contínua rejeição de uma pessoa, grupo ou idéia produz irritação e “imperil”. Eles criam agitação em sua natureza astral pela introdução de idéias e sentimentos negativos, influência a violência e a agressividade. O ódio obscurece continuamente sua visão e provoca curto-circuito no seu sistema vital de energia.
Desamor e rejeição aumentam o veneno da irritação a tal ponto que a pessoa perde seu magnetismo nos três níveis da personalidade e se transforma num instrumento de ataque ou isolamento.
O preconceito cria certos padrões de substância mental e emocional que causam irritação quando confrontados com horizontes mais amplos ou com novos conceitos.
Diz o Mestre Morya: ‘Uma pessoa não pode se libertar da irritação sem desenraizar o preconceito.” (1)
O preconceito pode ser superado através da contínua expansão da consciência e do sincero empenho.


4. Aqueles que pensam que as pessoas estão sempre tirando vantagem deles, que estão sempre sendo enganados pelas pessoas ou explorados por elas, criam irritação em seu sistema, com o resultante “imperil”.
Pessoas com tal psicologia tentam se vingar naqueles que elas pensam estar tirando vantagem delas. Ações resultantes de tal causa criam fontes adicionais de irritação e “imperil”.


5. Aqueles que sempre querem ver as coisas feitas a sua maneira não podem escapar da irritação quando as coisas são feitas de outra maneira. Tais pessoas não respeitam a liberdade dos outros de agirem de seu próprio modo. Estão tão presas às suas próprias formas-pensamento, a seus hábitos e meios de atividades, que o menor desvio, por parte de outros, de seus próprios modos, lhes causa sentimento de perda e dor.
Não existe a empatia, neste caso, o egocentrismo infantil é dominante e impede o amadurecimento da Personalidade.


6. Pensamentos de vingança ou planos de destruição são uma fonte contínua de irritação e fortalece o ego negativo. Gerações de pessoas são envenenadas por tal rumo de vida. Sua alegria e felicidade lhes são arrebatadas e elas não conseguem se adaptar às exigências das situações presentes da vida.
O passado as controla no presente, e o presente não as deixa ver o futuro claramente devido a seu envolvimento com o passado e devido ao sentimento de vingança e da reação esperada as suas ações.


7. Queixar-se cria “imperil”. Queixar-se é um atrito emocional e mental. Afasta o magnetismo do homem e inunda sua natureza com “imperil”. Observe pessoas que estão sempre se queixando. Elas desenvolvem várias disfunções e eventualmente são vítimas de sérios problemas de saúde. Um coração alegre e feliz não permite a formação de “imperil”.
8. Egoísmo, auto-suficiência e auto-satisfação são as doenças mais disseminadas no nosso planeta e são fontes de abundante irritação.
O verdadeiro curso da evolução, a trilha do coração e a sabedoria da alma são contrários ao egoísmo, contrários à auto-suficiência, contrários à auto- satisfação, mas a favor da inclusividade, a favor da generosidade, a favor da valorização do grupo. Uma vez que a personalidade está carregada de negatividade, ela cria atritos com as irradiações da natureza mais alta, e o resultado é a irritação.


9. Crítica e bisbilhotice são maneiras muito comuns de produzir irritação em si mesmo e nos outros. A crítica agita o corpo emocional, enquanto a bisbilhotice carrega o corpo astral com polarização negativa, criando irritação e “imperil’.
Pode-se facilmente observar como alguém se sente mais fraco física e mentalmente após um período de crítica ou bisbilhotice. Na verdade, o “imperil” é um dos maiores consumidores de energia física: praticamente a devora completamente e exaure todo o mecanismo humano.
Por outro lado, estima, gratidão, honestidade, integridade, compreensão amorosa e espírito de encorajamento elevam as pessoas e as provêem de energias doadoras de saúde.


10. Ingratidão cria irritação. É também um sinal de estar sendo atacado pelo “imperil”. E por esta razão que os sábios nos aconselham a mantermo-nos afastados das pessoas ingratas, porque o veneno delas pode nos atingir e contaminar nossa aura.


11. Um espírito exigente, coercitivo e intolerante pagará alto preço para recuperar a saúde. Uma exigência é uma força de propulsão que, quando não satisfeita, bate e retorna atingindo a fonte de onde partiu. Coação é a imposição da vontade de alguém sobre outros.
Os outros têm sua vontade própria. O entrechoque produz irritação, especialmente quando alguém pretende subjugar outros. A intolerância é um constante exercício de pressão de sua vontade sobre outros, para interromper a maneira de eles viverem, sentirem, pensarem e praticarem sua devoção. A intolerância sempre gera forte resistência e provoca pesada taxação através da irritação.


12. Um complexo de inferioridade é outra fonte de irritação. A pessoa se identifica com seus fracassos e deficiências, e passa a achar que os outros são mais bonitos, têm mais sucesso, são mais hábeis e melhores do que ela. Sente-se frustrada. Passa a sentir-se rejeitada, criticada e tenta afastar-se das pessoas para não sentir sua inferioridade ou reconhecer a superioridade dos outros. Esta situação eventualmente a leva à irritação.


13. Impaciência e ansiedade causam mais doenças no mundo do que se pode imaginar. Na impaciência, nossa aura distende-se e se torna disforme. Por esse motivo, o corpo emocional se agita, causando irritação. A ansiedade ocasiona pressão sobre os corpos astral e etérico e sobre o sistema nervoso, irritando-os violentamente e produzindo “imperil”.


14. Distorção consciente dos fatos causa grande tensão sobre os corpos astral e etérico. Com a distorção consciente, você está quebrando a harmonia natural do sistema energético nos seus corpos mental e emocional. Isso cria uma pressão que cresce lentamente, se torna medo e dúvida e depois se transforma em irritação.


15. Intensificação do corpo astral É conseguida primordialmente através de agitação mental, de pensamento fixo em alguém ou em algum fato do passado, medo e agressividade.
e levam a pessoa a um esgotamento moral e físico. Mestre Morya, falando sobre a irritação, diz: “As emanações de irritação impedem a entrada dos pensamentos que Nós enviamos, assim como um toque não pode ser sentido pelo ouriço.” (2)


16. Barulho é outro fator importante para a causa da irritação. O barulho dos aeroplanos ou qualquer outro barulho mecânico, que causa tensão e irritação nos nervos, produz “imperil” em abundância. E bem sabido que entre pessoas que vivem em áreas muito barulhentas, é que se encontra a maioria dos problemas psicológicos, crimes, divórcios e suicídios.
O barulho tanto pode ser audível como inaudível. O barulho audível é o som caótico, som que não tem qualquer significado, esquema ou finalidade. O som inaudível vem de formas feias, cores desarmônicas, ondas de rádio e tormentas eletromagnéticas. Muito curiosamente, sons inaudíveis também são gerados pelo pensar caótico das pessoas.


O barulho, em ambas as formas, penetra não apenas nos ouvidos mas também nos nossos corpos sutis, e cria pesados distúrbios que se manifestam como doenças mentais, emocionais, etéricas e físicas.


A proteção dos barulhos naturais é possível até um certo grau se a compreensão humana anular a cobiça humana. Por exemplo, o barulho dos aeroplanos terá um efeito nocivo na mente e podem desencadear muitas turbulências psicológicas. Tudo isso é um grande ônus para o resto da humanidade.


Muitas máquinas elétricas em nossas casas bombardeiam, constantemente, nossos centros sutis com barulho e nós pagamos uma grande quantidade de dinheiro por seu estrago.
O barulho gera curto-circuito na linha de influência ou inspiração espiritual. Grandes idéias não podem alcançar o homem quando ele está repleto de irritação e “imperil”.


O Ensinamento aconselha aqueles que estão liderando grupos, estados ou nações, que morem em lugares onde haja um mínimo de barulho. A diminuição da poluição sonora melhorará a saúde das nações e trará maior clareza de mente àqueles que estão, de várias maneiras, servindo às pessoas.


Os antigos profetas, que guiaram a evolução das raças, eram habitantes dos desertos, cavernas e montanhas.


Nossas decisões e planos terão uma maior inspiração divina se forem realizados no silêncio da natureza. Foi-nos dito que um dos objetivos do Plano dos Grandes Seres é diminuir o barulho.
O barulho tem um efeito Desintegrador sobre a mente.


A irritação emana de nosso corpo físico como ondas de força distorcida, cheiro, odor e transpiração. Cria uma esfera estagnada a nossa volta impedindo que as ondas de luz e sabedoria nos alcancem e sejam registradas por nosso coração e mente.


Muitas vezes, um plexo solar excessivamente ativado e aberto capta essas ondas de luz e, devido às pesadas camadas de “imperil” e irritação, as distorce e as traduz conforme sua fantasia em mensagens pessoais enviadas pelos Grandes Seres.


Porém, com essas ondas de mensagens estão acumuladas no plexo solar, este se amplia anormalmente e transmite mais energia do que os órgãos abaixo do diafragma podem assimilar. Associada ao “imperil”, essa energia produz todos os problemas que um ser humano tem em seus órgãos abaixo do diafragma.


Foi-nos dito que o “imperil” se acumula nas paredes dos canais nervosos e lentamente se espalha através de todo o organismo. As correntes astrais, ao passarem através dos canais nervosos que estão repletos de “imperil”, se decompõem e deixam substância astral decomposta nesses mesmos canais.


Há ainda um Outro veneno que é produzido pela:


“...ocorrência de ruptura de elementos (que) produzem um poderoso gás venenoso. Normalmente esse gás é facilmente diluído no espaço, mas os raios químicos do sol estão conduzindo estas ondas gasosas para o interior das camadas próximas ao planeta. A irritação e seu resultado, o ‘imperil’, combinam facilmente com o veneno do espaço, que é chamado ‘aeroperil’.”


Esse “aeroperil” não teria efeito sobre os nossos mecanismos se não estivesse contaminado com “imperil”. A única maneira de escapar ao perigo do “aeroperil” é purificar nossos canais nervosos do “imperil”.


“Quando a irritação tem um caráter cósmico impessoal, seu veneno pode ser removido por uma corrente de prana. Mas, se a presunção ou a auto-piedade intensificam a irritação, o sedimento do veneno precipitar-se-á sobre os centros. Então não haverá maneira de expulsá-lo; só poderá ser consumido pela percepção cósmica.


A qualidade do pensamento deve ser empregada como fator de cura. A qualidade da gratidão é também a purificação mais refinada do organismo... Grande é o poder curativo da emissão da gratidão.”


O “imperil” não apenas causa desastres ao nosso organismo como também “...difunde-se pelo espaço, por cujo estado de pureza somos todos responsáveis.”


Pessoas que estão continuamente irritadas, devem ser evitadas. Grupos que incentivam a violência e o preconceito também devem ser evitados. Elas contaminam não só o espaço, mas podem contaminar o lugar onde você vive, o lugar onde você dorme, onde você trabalha. Essa é a razão porque o contato com certas pessoas nos deixa em um estado de confusão e exaustão.
O “imperil” pode penetrar no seu corpo etérico e na sua aura e enfraquecer sua vitalidade; muitos resfriados são o resultado do enfraquecimento de sua vitalidade através do “imperil”.


Nos tempos antigos, as pessoas costumavam ter santuários em suas casas onde se comunicavam com o mais Alto. Ninguém podia entrar ali. Tal santuário, ou quarto em sua casa, pode ser um refúgio para você ir e se sintonizar com as forças superiores, vitalizando todo o seu ser.


Algumas vezes, o “imperil” é transmitido através do assim chamado “mau olhado” nas frutas, água e objetos. As frutas ficam sem sabor, a água fica amarga e os objetos quebram. É possível sentir o “imperil” das frutas parcialmente comidas por alguém que está repleto de “imperil”.


O mesmo pode acontecer ao beber a água deixada em um copo que outra pessoa já usou. O “imperil” também pode ser transmitido através do tato. Objetos usados ou tocados por uma pessoa com irritação ou repleta de ‘imperil” irão, até, transmitir “imperil” para outros objetos que, por sua vez, transmitirão o “imperil” àqueles que os usarem. O mesmo se aplica aos alimentos. Tem muita importância quem prepara os alimentos e quem os serve. Os alimentos podem ser contaminados pelo “imperil” se a pessoa está repleta de irritação. Esta é a razão pela qual famílias abastadas costumavam empregar apenas serventes e cozinheiras que eram naturalmente alegres, contentes e felizes.


“Imperil” é mais diretamente transmitido através do ato sexual ou do beijo na boca. A energia do desejo canaliza “imperil” para o outro parceiro, que passa a partilhar do “imperil”.


Aperto de mão faz o mesmo. Sapatos, meias, toalhas e camisas podem facilmente ser contaminados pelo “imperil”. Cada pessoa. deve usar apenas seus próprios objetos e desfazer-se deles periodicamente, mesmo que ainda não estejam gastos pelo uso. Lápis, canetas e livros ficam carregados de pesado ‘imperil” se forem usados por uma pessoa irritada.


É interessante que a água não transmita “imperil”, embora o absorva. Pensamentos e emoções carregadas de “imperil” viajam pela terra mas não pela água, exceto através dos objetos. Lagos, mares, oceanos e rios interrompem transmissões coletivas de “imperil”. Ilhas são muito apropriadas para o trabalho espiritual avançado em esferas superiores, e para um trabalho criativo mais profundo.


Bem-aventurança pode ser transmitida pela água. Se um homem santo nada numa lagoa, esta lagoa fica carregada de bem-aventurança, e quem entrar nela compartilha dessa bem-aventurança. Já o “imperil” fica aprisionado na água e não pode ser transmitido através de sua pele. Pode ser transmitido para alguém que beba desta água, e que fica, então, contaminado.
A água batismal e a energia da bem-aventurança lavam o imperil” acumulado dos planos físico e astral. O choque da iluminação elimina o “imperil” do plano mental.


O homem contemporâneo sofre frequentes problemas por ter contato íntimo com muitas pessoas que emanam 'imperil' através dos seus sistemas. Rostos bonitos, roupas bonitas, alta posição social e títulos não são garantias de que alguém não possui “imperil.
Pesadas camadas de “imperil’ são encontradas em funcionários públicos porque esses estão constantemente sob ataques de irritação. Salas de júri e prisões emanam pesadas camadas de ‘imperil”.


As pessoas de alguns países do Oriente não gostam de comprar casas que tenham sido ocupadas previamente por pessoas que tenham tido tensões, brigas, disputas ou irritação contínua. Elas procuram conhecer as pessoas que antes ocuparam a casa.


Se são pessoas criativas, harmônicas, dedicadas ao bem comum e a altos ideais, existe a preferência para comprar suas casa mesmo que, estruturalmente, não sejam tão satisfatória No Ocidente, ninguém pergunta quem viveu na casa, desde que a casa satisfaça suas necessidades físicas. Depois eu envio a parte 2.

Este texto está
livre para sua divulgação,
desde que seja mencionada a sua fonte, nome da autora e o blog:
http://dharmadhannyael.blogspot.com.br




Muito bom!!!!!!!