Criei este Blog para minha Mãe Cigana Rainha do Oriente, sendo uma forma de homenageá-la, bem como postar assuntos atuais e de caráter edificante, lindas mensagens, poesias de luz, também aqui brindemos á amizade verdadeira e elevemos o principal em nós ou seja a essência Divina, Deus e a Espiritualidade em geral.

terça-feira, 27 de agosto de 2013

QUANDO PENSAMOS, MENTALIZAMOS!!!







por Silvia Holmes - silviaol@ig.com.br


Nossa vida é o resultado de tudo aquilo que projetamos em nossa mente, seja consciente ou inconsciente. A PNL (Programação Neurolinguística) se ocupa dos resultados que obtemos, a fim de atingir a nossa excelência humana. Assim, se estamos obtendo o resultado esperado, devemos nos parabenizar por isso. Entretanto, quando não obtemos o resultado almejado, nos frustramos e começamos a gerar um estado de desânimo interior em nós mesmos. E como podemos fazer para começar a mudar esse padrão?

Quando pensamos, mentalizamos. Ao mentalizarmos, o foco de nossa atenção está direcionado para algum "lugar". Sabemos que o foco de atenção de um sujeito é diferente do de outro. Por exemplo: enquanto uma pessoa vê oportunidades num momento de crise, outra pessoa pode desistir de tudo achando que para ela tudo dá errado, faça o que ela fizer. O Prof. Masaharu Taniguchi afirma que: "Todas as pessoas agem e vivem de acordo com os pensamentos ou ideias que formam na mente". Assim, devemos começar analisando o nosso diálogo interno, descobrir aonde estamos direcionando o foco de nossa atenção e treiná-lo. Eis aqui o começo do projeto de nossas vidas!

A esse respeito, nosso Luiz Sérgio elucida: "Não repitam a expressão: sou frágil, sou impotente diante das provações. As ideias que se remoem ou que repetidamente se verbalizam tendem a se fixar e cristalizar em nossas mentes". Segundo a Seicho-no-ie, a lei mental determina que:"manifesta-se aquilo que se pensa".

A energia flui para onde a atenção está direcionada, isto é, toda a nossa energia física, mental e espiritual é direcionada para o mesmo lugar aonde estamos dirigindo o nosso pensamento. O Prof. Masaharu Taniguchi ensina: "A força se perde quando é dividida. A força da nossa mente também se torna ineficaz quando a manifestamos dispersivamente. Torna-se necessária, então, a concentração mental e para conseguirmos isso, devemos treinar a nossa mente". Vale lembrar que a mente está em movimento constante, permanecendo sempre ocupada. Ocupar a mente é o mesmo que direcionar a mente. Quem dá a direção inicial à mente é o foco de nossa atenção, assim, de acordo com o foco de atenção a mente será programada.

Para programarmos nossas mentes de modo consciente, sugerimos algumas perguntas:


Como você ocupa a sua mente?

Quem direciona sua mente?

Onde você foca sua atenção?

Por quanto tempo?



Novas perguntas pressupõem novos significados, portanto, ao se fazer essas perguntas, procure perceber-se. Quais são as emoções que emergem? Dialogue com suas emoções e procure olhar o lado positivo de cada uma delas. Quando o significado muda, as reações emocionais mudam e, consequentemente, os comportamentos mudam, posto que reagimos de acordo com os significados que designamos para cada estímulo ou ação que nos acontece. Definitivamente, escolher um significado adequado, que nos seja útil está no poder de nossa iniciativa e controle. Podemos escolher um significado para nossa vida, ou para os fatos que nos acontecem, pois temos livre-arbítrio. Se não escolhermos conscientemente, outra pessoa o fará por nós, inconscientemente. Dessa maneira, podemos acabar aceitando significados vindos de outra pessoa e que está longe da nossa essência, gerando em nós, uma insatisfação que sequer conseguimos identificar de onde vem. Segundo o espírito de Luiz Sérgio: "Ninguém é induzido a praticar um ato se não possui tendências para isso. Ninguém faz aquilo que não quer fazer. Todos nós somos responsáveis pelos atos que praticamos. Não podemos jogar a culpa deles sobre ninguém. A Lei é justa".

Somos espíritos livres em evolução, portanto, temos a liberdade de escolher no que vamos nos transformar!

Terminamos com a motivação do nosso amigo espiritual Luiz Sérgio: "Quem se encontre descontente com os rumos que sua vida está a tomar, que se decida a assumir novas responsabilidades, para que novos horizontes se descortinem à sua frente. O começo é difícil como todo começo, mas o bem consequente do crescimento interior é abençoado".

Fonte:

Aulas do Prof. Miguel Carcavilla (in memoriam)
Intercâmbio - psicografia de Alayde de Assunção Silva - espírito de Luiz Sérgio


3. 365 Itens para alcançar o ideal - volume 1 - Masaharu Taniguchi