Criei este Blog para minha Mãe Cigana Rainha do Oriente, sendo uma forma de homenageá-la, bem como postar assuntos atuais e de caráter edificante, lindas mensagens, poesias de luz, também aqui brindemos á amizade verdadeira e elevemos o principal em nós ou seja a essência Divina, Deus e a Espiritualidade em geral.

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

NOSTRADAMUS: A TERCEIRA GUERRA E OS PÁSSAROS DE AÇO





Para saber mais sobre profecias e estudos bíblicos, conheça meu primeiro livro "A Bíblia no 3º Milênio" que interpreta todos os versículos do Apocalipse e boa parte das principais profecias bíblicas como Daniel, Sermão Profético, Nostradamus e Ezequiel:


http://profeciasoapiceem2036.blogspot.com.br/2013/07/a-biblia-no-3-milenio.html

Centúria X, Quadra 67


“Le tremblement si fort au mois de May, Saturne,
Caper, Jupiter, Mercure au bœuf : Venus aussi, Cancer, Mars en Nonnay,

Tombera gresle lors plus grosse qu'un œuf.”


"O tremor é forte no mês de maio
Quando Saturno, alcaparra, Júpiter e Mercúrio ao boi.
Assim como Vênus, Câncer, Marte em mulher enclausurada
Tombará granizo maior que um ovo.”

"Nonnay" no francês significa freira, mulher ou pessoa enclausurada, uma referência a Igreja em Roma (mulher enclausurada) aprisionada ou dominada por forças invasoras. No Zodíaco, a mulher enclausurada pode ser comparada ao signo de Libra, que é regido por Vênus (símbolo do feminino) e da justiça (que pode aprisionar)

Maio, até o dia 20, está no signo de Touro (boi), sendo que em 2035, Júpiter e Mercúrio estarão em Touro no dia 1ª de maio. Saturno, regente do ciclo de 2017 a 2052 estará, portanto, regendo o grande ciclo de 36 anos nessa época. Esse evento está, portanto, situado em primeiro de maio de 2035 (dentro do período último da profecia dos 70 períodos de Daniel)

"Caper" em francês significa alcaparra, é um tempero utilizado a milênios pelos italianos e povos do mediterrâneo, foi uma pista dada por Nostradamus pra mostrar onde será esse conflito. Tanto o "boi" como a "mulher enclausurada" tem dois significados: o boi representa o dia no signo de Touro do evento, mas também representa a Igreja, visto que os dois chifres do Touro podem ser associados a força armada que sustentava o papado (império romano ocidental e oriental) ou ainda nas duas grandes forças do cristianismo: o catolicismo e o protestantismo.

Cinco meses depois , no dia 22 de outubro temos algo realmente impressionante: nesse dia que está no signo de Libra (a mulher aprisionada) teremos um grande trígono formado Vênus, Urano (que está no signo de câncer) e Marte. É esse o significado da terceira linha da quadra: "Assim como Vênus, Câncer, Marte em mulher enclausurada"

Ou seja, a perseguição da aliança sino-árabe contra os remanescentes e sobreviventes do evento do Etna e da invasão árabe em 2033 que buscarão refúgio na Rússia levará 5 meses (maio a outubro de 2035), após a vitória dessa aliança sobre Israel fazendo com que nos meses finais de 2035 a Rússia seja obrigada a entrar na guerra contra essa aliança, potencializando as tensões mundiais entre final de 2035 e abril de 2036, quando russos e americanos se tornarão aliados e lutarão para recuperar os territórios dominados pela aliança sino-árabe, já que após os 5 meses de luta, essa aliança será expulsa do território russo.

Acredito pela análise dessa profecia e seu conjunto geral com as profecias do Apocalipse, que esse será o momento mais tenso do conflito. Como podemos ver na imagem abaixo, no dia 22 de outubro de 2035, esse grande trígono que Nostradamus se refere (câncer, Marte e Vênus) está preso em uma figura ainda mais forte, uma grande cruz:

Mapa astrológico da Itália em 22 de outubro de 2035:






Mesmo mapa com o grande trígono e a grande cruz realçados:













Apocalipse capítulo 9: 2-12 relata:

“ela o abriu e saiu do poço uma fumaça como a de uma grande fornalha. O sol e o ar obscureceram-se com a fumaça do poço. (erupção do Etna que abre espaço pra invasão a Europa, também relatada em Nostradamus) Da fumaça saíram gafanhotos pela terra. O aspecto desses gafanhotos era o de cavalos aparelhados para a guerra. Nas suas cabeças havia uma espécie de coroa com reflexos dourados. Seus rostos eram como rostos de homem, seus cabelos como os de mulher e seus dentes, como os dentes de leão. Seus tórax pareciam envoltos em ferro, e o ruído de suas asas era como o ruído de carros de muitos cavalos, correndo para a guerra. Tinham caudas semelhantes à do escorpião, com ferrões e o poder de afligir os homens por cinco meses. Terminado assim o primeiro ai, eis que, depois dele, vêm ainda dois outros” (o primeiro “ai” é o mega vulcanismo que ocorrerá no Etna, arrasando boa parte da Europa e permitindo a invasão da aliança sino-àrabe, o segundo “ai” será o Armagedon, quando esse exercito destruirá por completo Israel e terá de enfrentar na batalha final a aliança entre americanos e russos e sobreviventes europeus. Por fim o terceiro “ai”, que será o mega terremoto em San Andreas devido a ação do Apophis , que arrasará boa parte dos Estados unidos, China e Rússia, impedindo que a aliança entre russos e americanos execute um ataque atômico contra a China, assim como que a China e os aliados da ala radical islâmica não tentem um ataque atômico ao perceber que a guerra está perdida).


João descreve os caças militares com a linguagem que poderia naquela época, com um aspecto longilíneo (gafanhotos), com um aspecto reluzente como uma coroa (em virtude do uso dos metais e do vidro), com rostos de homem pois são homens que os pilotam, o “cabelo de mulher” descreve a visão do movimento do ar envolta do caça em pleno vôo, os dentes de leão dão a exata idéia das armas contidas na base do avião, alongadas na base parecendo realmente dois dentes.



Repare na foto abaixo que o numero de arma compridas abaixo do caça dão o aspecto de muitos dentes, a comparação com o leão também é clara, por ser um predador nato.






Provavelmente o granizo caindo com o tamanho de um ovo pode ser uma referencia a visão de Nostradamus sobre os caças (pássaros voadores ou descritos por João como gafanhotos) lançando tiros com armas de grosso calibre, semelhante a granizo caindo do céu com o tamanho de ovos de galinha.



Na profecia de Dom de Bosco interpretada AQUI teremos um grande evento no Etna. Essa profecia de Dom Bosco, alinhada com as profecias de Nostradamus e do Apocalipse, mostram um ponto comum que também é descrito pelo Feraudy no livro "Erg, o Décimo Planeta". Dom Bosco fala em vários períodos próximo ao "mês das flores":

“Duzentos dias depois, o Papa será obrigado a deixar Roma e andará errante durante cem dias, depois do que regressará à sua capital e cantará em São Pedro o Te Deum de Salvação”



Cronologia da profecia:


O mês das flores da profecia de Dom Bosco – setembro de 2031


Evento no Etna próximo aos jogos olímpicos de 2032 (C8Q16 de Nostradamus) causando a destruição da Itália


Revolução na Itália 400 dias depois – entre dezembro de 2032 e janeiro de 2033, esse evento abre as portas para a invasão ao território italiano e em seguida ao resto da Europa


200 dias depois o Papa deixará Roma – entre julho e agosto de 2033 , não conseguindo mais se esconder das forças invasoras, o papa abandona Roma


Papa volta a Roma – dezembro de 2033 – por certo não tendo qualquer local seguro na Europa, o papa prefere retornar aos escombros da Igreja (se entregar às forças invasoras), em território já controlado pelas forças invasores (aliança sino-árabe). Temos portanto, analisando o primeiro “ai” do apocalipse descrito em Apocalipse 9:2-12, esse primeiro “ai” que engloba um grande evento vulcânico e a invasão de árabes e chineses a Europa, de final de 2032 a meados de 2033. A partir desse ponto, o caminho de invasão em direção á Israel está aberto


De 2033 a abril de 2035 – cristãos e europeus buscarão refúgio na Rússia, que pela constituição é cristã ortodoxa e nessa época ainda estará neutra nos conflitos. Nesse período as forças chinesas e árabes dominarão Israel e a Europa e buscarão capturar os sobreviventes europeus e cristãos no território russo, um motivo pra iniciar um confronto com a Rússia


1ª maio de 2035 – segundo a descrição de Nostradamus em C10Q67, ocorrerá figurativamente um grande tremor, não um tremor de terra (terremoto) quando duas placas se chocam, mas sim o início do confronto entre dois grandes gigantes: China e Rússia, que defenderá seus cristãos e cristãos europeus ali refugiados (os dois chifres do boi ou as duas ramificações ou chifres do “boi” que é o cristianismo na Europa)


O primeiro “ai” iniciado com o evento no Etna e a invasão sino-árabe, porém, ainda não terminou, pois na cronologia bíblica ele só termina quando se inicia o segundo “ai” que é o Armagedon, o conflito entre Gog-Magog, a reunião das tropas do mundo todo para o confronto final no Monte Megido em Israel (Apocalipse 9:16-17, 20:8-11). Segundo o capítulo 9 de Apocalipse, esse evento (Armagedon / segundo “ai”) ocorrerá após os 5 meses de confronto, exatamente o período entre maio à outubro de 2035.


22 de outubro de 2035 – a libertação da mulher enclausurada descrita nessa quadra de Nostradamus pelo granizo que cai do céu (em alusão as bombas e armas dos aviões). A Rússia expulsa os invasores do seu território e, aliada aos americanos, parte para a libertação do território de Israel.


Outubro de 2035 a abril de 2036 – Nessa janela de tempo ocorrerá o Armagedon, as forças da Rússia e Estados Unidos retomam os territórios invadidos na Europa, os devolvendo à comunidade européia. Partem agora em direção a Israel, último reduto de defesa da aliança composta por extremistas árabes e chineses. Segundo o capítulo 9 de Apocalipse esse segundo “ai” ou sexta trombeta será uma guerra global com 200 milhões de soldados (Apocalipse 9:16) e a morte de um terço dos homens. Acredito que próximo de abril de 2036 as primeiras armas atômicas poderão ser utilizadas pelos americanos contra alguns países da aliança árabe e justamente pra evitar um conflito mundial atômico, o asteróide Apophis cairá próximo ao solo americano, desencadeando eventos planetários, como uma explosão em Yellowstone e atividade vulcânica em vários vulcões do planeta, colocando fim à guerra pela necessidade de cada país precisar vencer esses problemas com a natureza.


Todas essas destruições levarão através do desencarne os revoltosos para fora da Terra, permitindo que os sobreviventes reconstruam o planeta, já que a guerra terá chegado ao seu fim através desses eventos. Analisando essas profecias consigo finalmente compreender os relatos proféticos do Feraudy no livro “Erg, o décimo planeta” que aponta o auge de grandes conflitos pra data de 2035, antes do evento envolvendo o Apophis, em 2036

Pra terminar, uma questão interessante: Nessa quadra de Nostradamus é que ele cita os 5 planetas que compõe o chamado “regente do ciclo” (de 36 anos) da astrologia, juntamente com Sol e Lua que não são planetas. Para maiores informações vejam nesse link: AQUI



Fanpage Profecias o Ápice em 2036 no Facebook:

http://www.facebook.com/josemaria.alencastro2036




Read more: http://profeciasoapiceem2036.blogspot.com/2011/07/nostradamus-terceira-guerra-e-os.html#ixzz2dVWmknQY