Criei este Blog para minha Mãe Cigana Rainha do Oriente, sendo uma forma de homenageá-la, bem como postar assuntos atuais e de caráter edificante, lindas mensagens, poesias de luz, também aqui brindemos á amizade verdadeira e elevemos o principal em nós ou seja a essência Divina, Deus e a Espiritualidade em geral.

domingo, 12 de maio de 2013

MESTRE HILARION, GALERIA DE FOTOS E HISTÓRIA:




MESTRE HILARION

























































































































































Santo Hilarion de Gaza





Hilarion de Gaza, Santo






Paulo/Hilarion


Paulo escreveu cartas e proferiu sermões por toda a Ásia Menor e Mediterrâneo durante 30 anos.
Além disso, ele também recebia ensinamentos de Jesus Cristo, no plano etéreo, no retiro de Jesus sobre a Arábia.

Devido ao carma que cometeu promovendo um assassinato, ele precisou reencarnar novamente para poder equilibrar seus débitos.
A lei é exata, nem mesmo os seres evoluídos dela escapam.

Desta forma, apesar de seu martírio (decapitação), não ascendeu no final de sua vida grandiosa como apóstolo.

Posteriormente, Paulo voltou como Santo Hilarion, nascendo no ano 292 d.C. e desencarnando por volta do ano de 371 d.C. Hilarion foi um grande santo.

Ele era um eremita e realizou curas durante toda a sua vida, completando a missão do apóstolo Paulo quase no anonimato.

Ele poderia ser simplesmente um eremita e curador, porém equilibrou o carma de ter perseguido os cristãos, como Saulo, assim como de ter consentido a morte de Estevão (um dos apóstolos de Cristo), o primeiro mártir cristão.

Antes de realizar curas, ele passou vinte anos no deserto da Palestina preparando-se para sua missão.

Expulsava espíritos malignos e chegou a curar milhares de pessoas.

Nunca o deixavam sozinho.

Atravessavam o deserto e o mar para estar junto dele.
É fascinante ouvir como Jesus o amou revestindo-o com seu manto de cura.
No final dessa vida, em 371 d. C., Hilarion fez sua ascensão.

Você pode conhecer um pouco mais da vida e obra do mestre Ascenso Hilarion no livro "Os Senhores dos Sete Raios".

Em épocas remotas, antes do continente da Atlântida submergir totalmente, muitos sacerdotes e sacerdotisas de Ordens Brancas foram incumbidos da tarefa de levar para outros países, os elevados ensinamentos da Sabedoria Divina.

Um desses conhecimentos resguardados foi a Verdade.
O Mestre Hilarion encontrava-se no grupo de iniciados ao qual foi confiada a Chama da verdade.

O grupo navegou para o lugar onde se encontram a península e as ilhas gregas.

O atual Chohan do Quinto Raio (verde) é Hilarion e o arcanjo é Rafael.
Este raio é conhecido como o raio da verdade, da justiça, dos dons da cura e do conhecimento concreto.


Todas as pessoas de vida materialista, que não acreditam na vida espiritual, os agnósticos e os céticos devem ser recomendados à proteção do Mestre Hilarion, pois com sua ajuda poderão alcançar a exata compreensão da Verdade.



O semblante de Mestre Hilarion (Dirigente do 5º. Raio Cósmico) tem a firmeza que caracterizou Paulo de Tarso (Apóstolo Paulo).

É alto e esguio, com testa ampla, nariz aquilino, lábios cheios e tez clara.

Seus olhos são de um azul profundo e seus cabelos castanho dourado.

Dentre os Mestres é talvez o que possui a aparência mais jovem. Nenhuma das belíssimas e perfeitas esculturas gregas podem reproduzir a harmonia dos traços desse Mestre que nos convida através da Sua Ordem (A Fraternidade de Creta), a limpar idéias de preconceitos, pré-julgamentos e ilusões para enaltecer a exatidão e a Ciência da Verdade.


Santo Hilarion (☼292 - †371) foi contemporâneo do Abade Santo Antonio fundador da vida monástica na Palestina.


Fugindo do glamour que seus milagres lhe granjearam, viajou depois à Sicília, Dalmácia e a ilha de Chipre.

Aqui terminando sua missão como eremita no ano 371 da era cristã.


Sua celebração é no dia 22 de outubro.





Santo Hilarion.
Hilarion ascendeu como um mestre, ver Mestre Hilarion.
Para outras pessoas é chamado apenas de Hilarion.

Santo Hilarion de Gaza
Eremita, 21 de Outubro






Hilarion de Gaza, Santo


Eremita
Martirologio Romana: Na ilha de Chipre, santo Hilarion, abade, que, seguindo os vestígios de santo Antonio, primeiro levou uma vida solitária perto da cidade de Gaza e depois foi fundador e exemplo da vida eremita nesta região (c. 371).

Etimologia: Hilarion = Aquele que sorri, vem da língua latina.

Conhecemos sua vida pelos testemunhos de escritores muito antigos, sobretudo por São Jerônimo, na sua Vita Patrum.

Nasceu em Tábata, no ano 291 d.C. perto de Gaza, na Palestina (Oriente Médio), de família pagã, mas RICA.
Como possuía muitos bens, foi estudar em Alexandria (Egito), império do saber humano naquela época.

Ali, entre a vida branda pagã, o ecleticismo nas doutrinas, o luxo dos palácios, as diatribas no foro e o bulício dos mercados, conheceu os cristãos da comunidade fundada por São Marcos, pátria do grande orador São Atanásio, seu contemporâneo.

Recebeu esclarecimento sobre o dom da fé e lá se batizou, sem dúvida ajudado pela influência aí do exemplo dos bons discípulos de Jesus Cristo.

Quando ouviu falar do abade Antonio, busca-o no delta do Nilo, na Arcádia, convive um tempo com ele e se sente chamado por Deus e começa então a imitá-lo, entrando numa vida de oração, cavalgando com a solidão e a penitência por amor a Jesus Cristo.

Por isso, em sua volta ao lar paterno (em Tábata), descobre que seus pais haviam morrido e que é dono de uma farta herança, mas nada dificulta o arranque de seu novo projeto de vida.

É a hora de “vender” mas resolve então “ doar” aos pobres buscando assim obter “tesouros no céu”.

Pobreza extrema no retiro de Majuma (deserto da Palestina), onde acredita-se que passou vivendo lá, cerca de vinte anos em oração profunda, grande penitência, ajudas, conselhos a quem os pede e serviço amplo aos necessitados até acontecerem os milagres.

Sua alimentação muitas vezes se fazia com apenas água e alguns figos, quando sua saúde pede a necessidade de introduzir legumes, pão e azeite.

Tendo desejos de fugir do glamour popular que o rodeia, anseia a solidão e lá na Sicília a encontra, embarcando para esta região ao sul da Itália; porém ali também seus milagres lhe entregam.

Resolve retornar a Alexandria sendo inútil porque o perseguição de Juliano se inicia, por volta do ano 362, quando retorna a vida do monastério de Majuma.

Se traslada a Dalmácia onde se encontra com o discípulo Hesiquio.
(A Dalmácia é uma região da Croácia na costa leste do Mar Adriático, estendendo-se entre a ilha de Pag a noroeste e a Baía de Kotor a sudeste).

Viveu seus últimos cinco anos em Chipre (ilha da Turquia) entre pagãos que por anos não lhe facilitam em nada a existência, porém lhe respeitavam por sua virtude e por curar seu dirigente com um milagre.

Sentindo-se morrer, escreve ao discípulo Hesiquio que entregue seus bens e herança: Livro do evangelho, sua túnica, seu capuz e um pequeno manto.

Ascendeu aos 80 anos de idade no ano de 371 d.C.
Essa é a herança de quem foi rico e hoje é santo.

Vide mapa da Dalmácia (na Croácia), ilha de Sicília (na Itália) e Chipre (na Turquia):






21 de outubro


Santo Hilarion (nasceu perto de Gaza, no ano 291, morreu no Chipre no ano 371)
Eremita
Educado no Egito com Santo Antonio Abbot,
viveu como um eremita na Palestina, depois se estabeleceu no Chipre
Após sua morte São Jerônimo escreveu sua biografia.


http://www.mestrehilarion.net