Criei este Blog para minha Mãe Cigana Rainha do Oriente, sendo uma forma de homenageá-la, bem como postar assuntos atuais e de caráter edificante, lindas mensagens, poesias de luz, também aqui brindemos á amizade verdadeira e elevemos o principal em nós ou seja a essência Divina, Deus e a Espiritualidade em geral.

domingo, 14 de junho de 2015

OS CRÂNIOS DE CRISTAL-COMPUTADORES QUÂNTICOS




Ao longo de todos os tempos,os homens têm sido atraídos pelos cristais. Atualmente eles são muito populares para aqueles que estão em seu caminho espiritual. Há muitos livros, idéias e treinamentos que nos dão quantidades incríveis de informação.Os Cristais podem ser vistos como a forma mais pura em que a consciência pode manifestar-se nesta realidade. Isto significa que elas são as melhores ferramentas existentes para despertar, ativar e estimular a nossa Consciência. Consciente, ser consciente, é de primordial importância para a nossa evolução pessoal.Os Cristais podem nos ajudar a evoluir e ajudar a transformar tudo o que nos impede de aumentar o nosso nível de Consciência.

O assunto dos Crânios de Cristal, vem movimentando a opinião pública de estudiosos e da comunidade científica do mundo todo, desde que começaram a serem descobertos , em datas diferentes, ao longo da história da Humanidade.Segundo os estudiosos e livros sobre o assunto, que nos propõe uma nova história para o nosso Planeta Terra, eles tem a ver com a ativação de nossa memória ancestral Lemuriana. O fim da civilização lemuriana ocorreu pouco a pouco, antes dacivilização atlante. Mas apesar de que aquela civilização desapareceu há dezenas de milhares de anos, a consciência lemuriana está sempre presente. Ela foi conservada viva na Terra. Todos os povos pertencentes às nações ameríndias são portadores dessa informação; ela está codificada em nossos genes(DNA), mas permanece selada, presa neles, no interior de nossa memória celular, cuja frequência é idêntica àquela do Cristal Mestre dos arquivos subterrâneos.

Próximo do fim da civilização lemuriana, seres físicos habitavam aquilo que hoje se tornou a região deFour Corners, ao sul dos Estados Unidos, que era, então, um arquipélago e que se pode considerar como o centro geográfico da antiga Lemúria. Eles tinham consciência de que uma gigantesca perturbação tectônica estava prestes a acontecer e que o equilíbrio das massas continentais seria profundamente afetado por ela. Eles tomaram a decisão então, de guardar seu Conhecimento num local onde pudesse ser ele preservado para uso por futuras gerações. Cerca de trezentos anos antes do cataclismo que pos fim à sua civilização, os lemurianos começaram a armazenar os registros de informações que estavam em sua posse em cristais em forma de crânios que espalharam em todo o planeta. Esses crânios de cristal, que têm a propriedade de gravar a informação, foram religados a um Cristal-­Mestre concebido como um tipo de matriz que os permite ativar sua memória. Alguns desses cristais foram reencontrados por ocasião de pesquisas arqueológicas, mas a matriz, da qual depende a ativação do conjunto, permanece enterrada nas profundidades da Terra.


COMO FUNCIONAM AS ENERGIAS DENTRO DO CRÂNIO DE CRISTAL

O que é verdade para os cristais é igualmente verdade para os Crânios de Cristal. No entanto, Crânios de Cristal oferecem ainda mais. Essas energias criam um campo único, que até certo ponto pode ser comparado com a Consciência Coletiva da Humanidade. Este campo de energia, o campo coletivo do Crânio de Cristal, tem suas próprias características únicas.Então,porque a forma do crânio? Os Crânios de Cristal não tem nada a ver com um símbolo de morte. Eles representam a forma da nossa cabeça. O crânio contém o cérebro, o órgão através do qual nos expressamos conscientemente nessa realidade. O cérebro também é o receptor da informação / energia. Os Crânios de Cristal são vistos como depósitos de informações. Acredita-se que os crânios antigos estão repletos com muitas informações antigas. No entanto, até agora apenas uma quantidade limitada desta informação foi acessada.Outro aspecto interessante de caveiras de cristal é que são altamente reflexivas. Isso significa que eles podem refletir de volta para nós como um espelho,o que nós somos – tanto a nossa essência como o que nos impede de manifestar plenamente essa essência. Eles também ajudam a expandir a consciência e nos conectar com outros reinos. Resumindo, eles ajudam a “nos ver ” em todos os aspectos.

Os chamados “Crânios de Cristal” alimentam e, ao mesmo tempo, fornecem codificações de dados frequenciais para a transição á ideologias expandidas, de tal modo que nós não precisamos esperar pela passagem do tempo do calendário para proclamarmos a chegada da anunciada “Ascensão” , incorporando e assumindo a Verdade Ascensionada.

Nos Crânios de Cristal ,existe uma vasta biblioteca de informações pertinentes às intensas mudanças que estão ocorrendo na Terra, e elas são essenciais à humanidade, no micro e no macro. Os Crânios de Cristal contêm códigos vibracionais que são emanados das suas estruturas, até agora não identificadas, que são inteligentemente enriquecidas – além da nossa imaginação – pela variedade e diversidade técnica e sagrada. Os crânios são o “Paradigma da Ascensão” e o “Protótipo do Ser Humano Aperfeiçoado”. Este novo paradigma que está surgindo, promove uma melhor qualidade de vida e reforça a capacidade de escolher novas perspectivas virtuais, enquanto encoraja a liberação de crenças obsoletas que não nos servem mais. 

Então, pode-se dizer que os Crânios de Cristal abrangem uma transição que é uma mudança “Virtual”. Por “virtual” queremos dizer que é um programa etérico mental, trabalhando na sua Divindade e que precede a mudança externa. Isto permite uma expressão diferente do ser dentro do status quo ou no ambiente não modificado da Terra tridimensional. A chave é fazer as mudanças internas desejadas que já estão em curso, e incorporá-las totalmente, como se o seu futuro dependesse delas.

UMA BREVE HISTÓRIA DO PORQUÊ ARMAZENAR CONHECIMENTO EM PEDRAS E OSSOS

Muitas das estruturas construídas neste planeta, especialmente em antigos locais sagrados, contêm informações armazenadas dentro de pedras. De maneira análoga, NÓS, SERES HUMANOS TEMOS INFORMAÇÕES ARMAZENADAS DENTRO DOS NOSSOS OSSOS,NO NOSSO DNA E NAS NOSSAS CÉLULAS.Quando trabalhamos com o som por exemplo , ele “destranca a porta de entrada” e deixa as informações inundarem o nosso corpo. Ele também penetra no solo, afetando as vibrações da Terra e permitindo que ocorra o realinhamento molecular das informações. As pessoas que usam o som no trabalho corporal provocam o realinhamento da estrutura molecular, criando uma abertura para a inundação de informações. Este tipo de trabalho vai se tornar cada vez mais profundo com a Transição Planetária que está nos permeando cada vez mais intensamente.

No Tibete por exemplo, quando um Mestre Lama capaz de transcender realidades fazia sua “passagem”, o corpo era mantido e deixava-­se que deteriorasse naturalmente porque o esqueleto era sensível às frequências, já que eles sabiam que as informações estão armazenadas nos ossos e nas pedras. Em alguns locais do Tibete, onde as linhagens de determinadas congregações religiosas podem ser traçadas por milhares e milhares de anos, os monges guardam o CRÂNIO de seusmestres.Por estas afirmações/constatações, podemos imaginar porque os Crânios de Cristal foram projetados; Estruturas Cristalinas assemelham-­se a computadores holográficos: podem transmitir para o ser humano evoluído, ou conectado, uma tremenda quantidade de informação. São projetados como crânios para atuarem como um código para compreender o nosso próprio crânio e perceber que os ossos do nosso corpo são muito valiosos.

COMO E ONDE FOI DESCOBERTO O PRIMEIRO CRÂNIO DE CRISTAL

O crânio de cristal mais famoso é o “Skull of Doom” (“Crânio do Juízo Final”)

Em 1924, Anna Le Guillon Mitchell – Hedges, então aos 17 anos de idade, encontrou-se na Honduras Britânica (rebatizada como Belize, após a descolonização) com seu pai, que era antropólogo de renome. Juntos, eles descobriram uma estranha escultura em cristal de rocha, em forma de crânio feminino nas ruínas de uma antiga cidade maia, no sítio de Lubaantun. Certas propriedades desse crânio, confirmadas mais tarde por peritos em cristalografia do mais avançado laboratório de cristalografia do mundo – o da Hewlett Packard, na Califórnia, EUA – que chegou à conclusão, de que os crânios possuem um mecanismo interno de lentes e prismas que o homem moderno só começou a dominar há bem pouco tempo. As conclusões são verdadeiramente surpreendentes:

1-Constitui-­se de um quartzo natural extremamente puro e raro: do dióxido de silício piezo­elétrico anisotrópico. ­

2-As duas partes que o compõem provêm do mesmo bloco de quartzo.

3-Ele não apresenta traço algum de usinagem nem de instrumento algum, mesmo no âmbito microscópico. É, portanto, impossível datá-­lo, já que o cristal não envelhece.

4-Quando iluminado por baixo, a luz flui através de suas órbitas. ­ Quando iluminado por trás pelos raios do Sol, um feixe luminoso intenso, suscetível de incendiar a vegetação, flui das órbitas, do nariz e da boca

Ninguém descobriu o motivo e a função dessa característica dos crânios, mas alguns cientistas “opinam”, dizendo que pode ser um tipo de código gravado em sua estrutura de cristal, como existem hoje nos microchips de computadores, ou então que a convergência da luz para a saída em seus “olhos” e “bocas” possa ser algo que deva ser aplicado em conjunto com todos os crânios, formando um “equipamento maior”, quando todos eles estiverem reunidos em algum local específico.

Têm sido feitas muitas tentativas de esculpir um crânio semelhante ao crânio Mitchell-Hedges. Uma das características especiais do crânio é que tem uma mandíbula destacável, que tudo indica que foi feita, a partir do mesmo pedaço de cristal que o próprio crânio. E embora haja escultores, especialmente na China, que podem esculpir um crânio com uma mandíbula destacável de um pedaço de cristal, ninguém ainda foi capaz de esculpir um crânio com todas as lentes, como é encontrado no crânio de Mitchell-Hedges.Há muitos relatos de efeitos estranhos e especiais entorno deste crânio. As pessoas vêem todos os tipos de imagens nele, como paisagens, OVNIs, alienígenas, e muito mais. É interessante notar que muitos desses fenômenos foram fotografados, provando que não é só a “imaginação” de alguns indivíduos.

Não há outro Crânio de Cristal que tenha sido mais descrito, estudado e observado e foi tema de livros e documentários, tanto quanto o crânio de Mitchell-Hedges. A razão disso pode ser porque nenhum outro crânio ficou mais disponível para pesquisas , com tantos observadores ao seu redor; Embora existam dois Crânios de Cristal que são conhecidos e estão no British Museum, mas não estão disponíveis para a pesquisa e para o público, da mesma forma como o crânio Mitchell-Hedges.Outrarazão deste crânio atrair tanta atenção, é sua beleza física. É feito de quartzo muito claro e é muito especial em sua escultura. Acredita-se que a anatomia está correta e é feito à imagem do crânio de uma mulher.

Quando seu pai morreu, Anna tornou-se a guardiã do crânio. Ela viajou extensivamente com o crânio até meados de 1990, permitindo que muitas pessoas “se conectassem telepaticamente com ele”. As pessoas também iam á casa dela para ver o crânio. Anna Mitchell-Hedges faleceu em 11 de abril de 2007 no aniversário do atual guardião,Bill Homann, depois de ter vivido uma vida notável, que durou 100 anos e 100 dias(!). Seguindo o desejo de Anna, Bill dedica-se a fazer com que este Crânio de Cristal se torne cada vez mais disponível para o mundo.

OUTROS CRÂNIOS DE CRISTAL PELO MUNDO
Durante os últimos dez anos descobriu-se na América diversos crânios de cristal, provávelmente talhados por culturas pré-colombianas dotadas de meios tecnológicos “impossíveis” para aquela época.
No entanto, eles já começaram a aparecer no final da década de 1890, quando dois deles, feitos de quartzo transparente, foram descobertos no México.Tratavam-se de duas peças únicas em seu gênero, supostamente encontradas por mercenários que as obtiveram de camponeses locais, que por sua vez as tinham roubado de tumbas existentes naquela região. Algumas teorias sugeriram que os achados teriam sido esculpidos pelos astecas e três desses estão em exposição nos museus de Washington, Londres e Paris.Um destes objetos é conhecido atualmente como a Caveira de Cristal Britânica. Esta foi comprada de contrabandistas pela famosa joalheria nova-iorquina Tiffany’s e posteriormente, em 1898, adquirida pelo Museu Britânico por 120 libras esterlinas. Lá se encontra até hoje.A outra é chamada de Caveira de Paris, que está exposta no Museu Trocadero, da capital francesa.

O QUE DIZEM OS PESQUISADORES
O pesquisador norte-americano Joshua Shapiro, mais conhecido como “Illinois”, estado norte-americano onde nasceu, diz que há sete anos investiga o fenômeno e tem se valido de informações fornecidas por sensitivos.Captando a energia emitida pelos cristais, eles chegaram à conclusão de que os crânios devem ter por volta de 4 mil anos de idade.Segundo Shapiro, os crânios seriam espécies de computadores primitivos, onde estariam armazenadas as informações sobre a vida das culturas que os produziram.O químico norte-americano Don Robins, no livro “A Linguagem Secreta das Pedras “, diz que o cristal possui depósitos de energia, que são liberadas em forma de mensagens codificadas, quando a pedra entra em contato com o homem.Cabe a nós decifrá-las. Até que isso aconteça, as especulações em torno dos crânios vão continuar.Shapiro, por exemplo, acredita que eles têm origem nos continentes perdidos da Atlântida ou da Lemúria ou ainda que sejam obra de extraterrestres.


SÃO NOVE OS CRÂNIOS PESQUISADOS ATÉ AGORA POR SHAPIRO;


Crânio de Mitchell-Hedges – o principal e o mais perfeito deles, e sobre o qual foram feitas as maiores pesquisas e descobertas.Descrito acima;

Max, o crânio do Texas – Peça única de quartzo transparente. Pesa 8 quilos. Foi doada ao Parque de Houston, Texas, por um monge tibetano, que por sua vez o recebeu como presente dos habitantes de uma pequena vila na Guatemala.Desde o ano passado, Max tem sido usado em cerimônias religiosas dos índios norte-americanos.

O crânio inglês – Peça única de quartzo transparente. Acha-se no Museu Britânico do Homem, em Londres, desde 1898.Foi encontrado no México, em 1890, por um caçador de tesouros. É mais sombrio do que o crânio de Mitchell.A face direita está deformada.

O crânio de Paris – Peça única de quartzo transparente. Também foi encontrado no México, em 1890.Acha-se agora no Museu Trocadero, em Paris. Possui as mais primitiva das faces de todos os crânios pesquisados.Tem um corte de cima para baixo, em forma de cruz.

O crânio violeta – Peça única, esculpida em ametista. Foi achado em um depósito de artefatos maias por um membro de uma fraternidade secreta do México, em 1900. Está no Texas e à venda(até a data das informações para este post, estava).Difere dos outros pela sua têmpora circular e uma faixa branca em torno de sua parte superior.

O crânio maia – Peça única de quartzo transparente, encontrada na Guatemala, em 1912, semelhante ao crânio de ametista.Seu paradeiro atual é desconhecido.

O crânio “ET” – Peça única de quarzo opaco, descoberto no povoado de uma família maia na América Central, por volta de 1900.A fronte é pontiaguda e os dentes são projetados para a frente.

O crânio peruano – Foi encontrado no nordeste do Peru.
Peça única de quartzo transparente, azulado na região dos olhos. Acha-se em mãos de uma tribo primitiva naquela região peruana.

O crânio do Smithsonian Institute – Recentemente, o Smithsonian Institute recebeu um crânio de quartzo transparente, doado por fonte anônima. É grande, oco e pesa 14 quilos.
OS CRISTAIS USADOS PARA ESCULPIR OS CRÂNIOS PODEM SER DIFERENTES DOS CRISTAIS COMUNS?


O peso médio de cada crânio é de 5 quilos, com as dimensões de 13 cm de altura, 13 cm de frente e 18 cm de profundidade.Como explicar então que eles tenham sido moldados em época de nenhum recurso científico?Essas perguntas permanecem sem respostas, bem como é um mistério a idade desses cristais.Não foi feito o teste de Carbono 14, pois ele não funciona com materiais inorgânicos.

Em um cristal comum vemos, na maioria dos casos, 4 ou 5 campos poliédricos. No entanto, se olharmos para os Crânios de Cristal, vemos sempre um mínimo de 6 dessas camadas e muitas vezes até 7 ou mais. Será isto uma coincidência ou os cristais que são usados para fazer os Crânios de Cristal são diferentes dos outros cristais? Ou será que algo acontece no processo de escultura? A resposta veio da observação da energia durante o processo de esculpir dois crânios.Fizeram esta experiência, usando um cristal com 4 campos poliédricos. Logo que a forma bruta do crânio era visível no cristal, de repente, um campo de 5 poliédricas apareceu. Quando o crânio estava praticamente concluído, ainda outro campo poliédrico apareceu. Òbviamente, o processo de esculpir um cristal em forma de crânio, induz um aumento na energia. Este aumento de energia parece ser característica da escultura de crânios. Muitos pesquisadores de crânios de cristal referem-se a importância da intenção do escultor. A intenção forte e foco de um escultor pode adicionar uma terceira camada de energia. Isto explica porque em alguns casos, não 2 mas 3 campos poliédricos extras, aparecem durante a escultura.

A ORIGEM DOS CRÂNIOS DE CRISTAL SEGUNDO OS PLÊIADIANOS

Os Crânios de Cristal que já foram encontrados e que desafiam a ciência por sua constituição e confecção, são feitos de um conglomerado extraterrestre, de um material que poderia ser chamado de “supra quartzo” , que contém quartzo puro, que é ligado á um aspecto do diamante e ligado, num sentido alquímico, com ouro frequencial. É um material similar àquele usado na Lua Cristalina da Atlântida e nos magníficos Cristais dos Templos . Na verdade, em termos lineares, os crânios originais são anteriores aos Cristais dos Templos Atlantes. Apenas dois dos Crânios de Cristal que estão em circulação atualmente são de origem extraterrestre. Estes crânios de cristal originais vieram de outro mundo e outra realidade. Todas as realidades são criadas com base no padrão da consciência geométrica sagrada cristalina, através da Proporção Phi e Segmento Áureo. Na verdade, a Humanidade e sua(s) Terra(s) física(s) são concebidas dentro do paradigma de uma fórmula de matriz. E assim também foram criados os Crânios de Cristal, só que numa frequência muito maior, uma frequência de perfeição. Os crânios são realmente formados como protótipos da consciência humana perfeita, para que ela não seja esquecida na dualidade. Dentro deles está contida a perfeição do ser humano, abrangendo todos os aspectos, os doze aspectos sagrados (por isso eles existem em um número de 12 espalhados pelo planeta, para serem descobertos aos poucos e reunidos ao de número 13, quando a época da Transição Planetária chegasse).

Então, originalmente, os crânios cristalinos padronizados foram trazidos de Arcturus e das Plêiades para a Terra, para uma região que depois se tornou a Lemúria. Mas, na verdade, o modelo foi trazido antes do planeta estar totalmente polarizado. Ele foi trazido no tempo do Firmamento, numa Terra de ponto zero, num plano não­-magnético, num Mundo Terreno que conhecia a perfeição, que era habitado por manifestações andróginas do Espírito Etérico em plena consciência(Teosofia). Entretanto, naquele tempo, já era sabido que o Firmamento cairia, que se dissolveria, e então o plano era que o modelo ­ desse extraordinário registro holográfico, o crânio de cristal original, ­ serviria como um protótipo desse aspecto integral inicial. E assim ele contém o modelo dos 12 filamentos de DNA, a mente clara totalmente consciente e a existência do ser humano evoluído. Os Crânios de Cristal contêm aquilo que nós éramos antes do “experimento humano”, e o que seremos quando o completarmos o ciclo da Transição Planetária, o círculo infinito.

CRÂNIOS DE CRISTAL -A CODIFICAÇÃO PARA DEPOIS DE 2012-Bibliotecas Conscientes do Paradigma Cristalino chamadas Crânios de Cristal-(segundo James Tyberonn)

Edgar Cayce falou que os Antigos (da Atlântida, Lemúria e Terra pré-dualidade) reconheciam a perfeita estrutura e geometria sagrada do crânio humano como sendo o portal de entrada da consciência para as dimensões da Terra e dos reinos superiores. Portanto, é compreensível que o crânio tenha sido escolhido como modelo para as bibliotecas cristalinas multidimensionais conhecidas por “Crânios de Cristal”.Eles são portais dinâmicos multidimensionais. São, de fato, Computadores Vivos e Conscientes que se atualizam constantemente com “programas” apropriados da “Mente Universal” em apoio à Terra e à Humanidade. Eles recebem e projetam códigos holográficos que orientam a mudança da nossa matriz planetária bem como os paradigmas da nossa consciência dual.A Era Cristalina está diante de nós e a energia cristalina é que define a ressonância da próxima graduação e mudança da humanidade.Na verdade, eles tiveram uma função mais importante do que nós imaginamos, na Ascensão Planetária de 2012. Códigos que permitiram que a Terra se graduasse, foram liberados através dos portais programados nos Crânios de Cristal originais.Agora os Crânios de Cristal estão concentrados em ajudar a humanidade. A humanidade “em massa” está a caminho de ascender em mais ou menos 300 anos. E há muita coisa que precisa acontecer.Os anos 2038 e 2075 são marcos importantes.Em 2014, com o Portal Harmônico da Paz, plantou as sementes do Novo Firmamento que, por sua vez, plantará as sementes do Retorno da Consciência Crística ao Planeta. Todos estes são eventos holográficos codificados.

O protótipo do crânio cristalino original, contém uma biblioteca extraordináriamente vasta, totalmente consciente. Todos os dados, todos os registros, todo o conhecimento está armazenado e programado num processo extremamente complexo no seu interior.Tanto o processo quanto a quantidade infinita de informações que ele guarda são incompreensíveis para nós que raciocinamos napolaridade.Ele foi concebido para conter a incrível frequência que o ligava ao holograma.Portanto, o crânio cristalino é um lembrete respeitoso e um transmissor dessa lembrança, que imprime indelevelmente na alma e na “Mente Divina” da humanidade aquilo que é o modelo perfeito.

Este é primorosamente impregnado no aspecto divino da alma, quando ela entra no padrão terreno do campo unificado. De certa forma, ele é o padrão registrado no Eu Divino, no Subconsciente ou Supersubconsciente da mente humana.É o homem perfeito, não a versão na qual o homem se transformaria mais tarde, na espiral descendente da experiência humana, mas o modelo original ao qual o homem aspira, evolui e retorna através do ciclo de crescimento chamado reencarnação, em direção àquele arquétipo paradigmático original e impecável.

Os Crânios de Cristal são realmente um reflexo da perfeição nos seres humanos. Assim têm sido desde o advento da dualidade na Terra, com a queda e dissolução do Firmamento original. Nestes anos pós 2012 da Nova Terra, eles estão na segunda fase do seu propósito.Quando a humanidade, individualmente e em massa, estiver pronta para usar estas Bibliotecas Divinas para se fundirem na perfeição, elas oferecerão um vislumbre de mundos novos e incríveis, de beleza, criatividade e amor incondicional.
Na verdade, elas estiveram adormecidas por milênios, aguardando este momento do nosso tempo linear para se reativarem e despertarem. Aqueles que trabalharam com os Crânios de Cristal em vidas passadas estão sendo chamados agora para estar com eles de novo.
CONCLUSÃO


O entusiasmo crescente no que se refere aos Crânios de Cristal, só faz sentido abordarmos o assunto com uma mentalidade que está aberta a explorar o desconhecido. De um ponto de vista mental/científico, são objetos de cristal em forma de um crânio e alguns têm sido encontradas em sítios arqueológicos. No entanto, há mais que simples Crânios de Cristal. Eles definem algo mais para aqueles que estão dispostos a se abrir para eles. È algo como um “Despertar”. A reação inicial aos Crânios de Cristal para muitas pessoas, é que têm a ver com a morte, que, na nossa cultura cristã é ainda um assunto cercado de medo para muitos. Na realidade, as “caveiras de cristal” são um símbolo da consciência. Uma vez que nós nos abrimos para ela, eles abrem as portas dentro de nós. Elas nos convidam para expandir-nos e vermos aumentar a sincronicidade em nossa vida. À medida que exploramos novas frentes em diferentes dimensões, enquanto expandimos a nossa consciência, os “porquês e comos “em torno dos Crânios de Cristal, se tornam mais claros.

Equipe da “Luz é Invencível”

*****************************************************************************************************

A “Luz é Invencível” vem com mais esta matéria, trazer mais dados e conhecimento acerca deste fascinante assunto, que intriga pesquisadores no mundo todo e agita a comunidade científica, todas as vezes que mais testes são realizados e mais perguntas aparecem em busca de respostas.Como estamos aqui para informar o mais que pudermos, deixamos aqui uma nova versão que pode ser consultada pelos leitores interessados.Ela contesta estas informações,em uma nova visão, segundo os autores dela , “desmistificada” de toda esta história.Quem quiser aumentar o leque de dados e informações á respeito deste assunto, pode acessá-lo e tirar suas próprias conclusões.

Equipe da “Luz é Invencível”

***************************************************************************************************************
Minha fé é no desconhecido,
em tudo que não podemos compreender por meio da razão.
Creio que o que está acima do nosso entendimento
é apenas um fato em outras dimensões
e que no reino do desconhecido há uma infinita reserva de poder.

***************************************************************************************************************


Bibliografia para consulta
Mensageiros do Amanhecer
Bárbara Marciniack
Terra-biblioteca Viva
Bárbara Marciniack
Crânios de Cristal
David Hatcher Childress
O Mistério da Caveira de Cristal
Cris Morton
Bíblia dos Cristais
Judy Hall
Joshua Shapiro
A Alquimia da Ascenção
James Tyberonn
Mensagens do Arcanjo Metatron
James Tyberonn
La herencia de los Antiguos Mayas
David Gallon
A Linguagem secreta das pedras
Don Robins
Cristais -Os Mestres da Luz
Fabrizio Ranzolin Raizer
Princípios de Optica e Física
Raymond A. Serway
Os Templos de Cristais-A Era dos Grandes Magos
Rubens Saraceni
El Continente perdido da Lemúria
W. Elliot-Scott
Legends os Atlantis and lost Lemúria
W. Elliot-Scott
The Lost Civilization of Lemúria
Frank Joseph
Nota;alguns livros estão estão disponíveis na nossa Biblioteca

Divulgação: A Luz é Invencível