Criei este Blog para minha Mãe Cigana Rainha do Oriente, sendo uma forma de homenageá-la, bem como postar assuntos atuais e de caráter edificante, lindas mensagens, poesias de luz, também aqui brindemos á amizade verdadeira e elevemos o principal em nós ou seja a essência Divina, Deus e a Espiritualidade em geral.

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

DANÇA GHAWAZEE, FOLCLORE CIGANO - EGÍPCIO:

Dança Ghawazee – Folclore Egípcio


A Dança das Ghawazee tem origem no Egito e foi inspirada pelos Ciganos que por lá passaram em sua trajetória para o mundo.
As Ghawazee, assim eram chamadas as dançarinas do ventre, no Egito Antigo, que se apresentavam nas ruas, em eventos abertos, populares, ao longo dos rios, nos subúrbios da cidade, mercados e vilas. Elas também recebiam o nome de “As Dançarinas do Povo”. 
Há 150 anos, dançarinas profissionais do Cairo e interior eram chamadas de "ghawazee". Hoje em dia, o termo "ghaziya", plural "ghawazee" é usado para descrever as dançarinas egípcias do interior que continuam dançando de maneira tradicional, sem ter acrescentado influências de outras danças ao seu repertório, como fazem as dançarinas dos "night clubs" de cidades maiores.
As dançarinas Ghawazee executam esta dança com uma pintura tribal no rosto, turbantes e lenços amarrados à cabeça. É um traje bem folclórico. Usam roupas bem típicas e combinações específicas de movimentos de quadris, bem repetitivos, e na maior parte das vezes, acompanhados de snujs ou bastão, num ritmo regular e constante, com músicas tradicionais, com poucos e típicos instrumentos.
A dança das Ghawazee pode ser descrita como um tanto "pesada" e sensual. Shimmies, batidas de quadril e giros são uma espécie de consenso em todas os estilos de dança do ventre. Mas os shimmies das Ghawazee, por exemplo, eram feitos de movimentos paralelos ao chão, para frente e para trás, ao invés de um movimento vertical, para cima e para baixo. Além de realizarem outros movimentos como cambrês e tocarem snujs. Era comum ouvir gritos estridentes das dançarinas durante sua apresentação. Seus gestos geralmente convidavam o público a bater palmas e a dar dinheiro.
 
 
Bookmark/Search this post with