Criei este Blog para minha Mãe Cigana Rainha do Oriente, sendo uma forma de homenageá-la, bem como postar assuntos atuais e de caráter edificante, lindas mensagens, poesias de luz, também aqui brindemos á amizade verdadeira e elevemos o principal em nós ou seja a essência Divina, Deus e a Espiritualidade em geral.

sábado, 6 de agosto de 2016

ESTAMOS VIVENDO EM UMA REALIDADE SIMULADA?



Você já teve a sensação de que a vida não é real, que a realidade é uma ilusão, que você está apenas sonhando ?

Acredite ou não, a maioria das pessoas já tiveram pelo menos uma sensação fugaz de que algo não está certo sobre a nossa realidade. Mas por que tantos de nós teriam este pensamento ou sentimento estranho se não fosse verdade ? E se é verdade e nós estamos realmente vivendo em uma realidade simulada ?

Isto pode parecer um pouco sem sentido até você parar para considerar que alguns físicos muito respeitáveis estão dizendo que a nossa realidade não é “real”, e que de fato, existe uma probabilidade muito grande de que estamos vivendo dentro de uma sofisticada simulação de computador. É claro a teoria do Universo simulado ainda não é amplamente aceita, no entanto cada vez mais físicos quânticos concordam que a natureza da realidade funciona de acordo com a matemática e, para todos os efeitos, todo o Universo pode ser resumido ou explicado digitalmente.

De acordo com o princípio da física digital, a realidade é gerada pela informação digital e os sinais elétricos no cérebro interpretam estes dados como o que você chama de realidade. Isso significa que nada existe sem a consciência. Além disso, recentemente um físico quântico de nome Dr. James Gates, Jr. descobriu códigos de correção de erro de computador no tecido da realidade, também existem relatos de cientistas observando pixels em imagens microscópicas da natureza. Se a nossa realidade não é virtual, porque é pixelizada e por que existem código de correção de erros ?

Na verdade, se estamos vivendo em uma realidade simulada, explica muitos dilemas quânticos sobre o Universo e a natureza da realidade. Por exemplo, muitas experiências científicas concluíram que a realidade existe somente quando é observada, e, por conseguinte, quando não há observador, não existe uma realidade. Existe também algo chamado de entrelaçamento quântico onde duas partículas entrelaçadas são separadas, mas elas ainda se comunicam instantaneamente uma com a outra, independentemente da distância e até mesmo mais rápido do que a velocidade da luz.

Artigo Relacionado: A Física Quântica Está Mudando Tudo o Que Sabemos Sobre Nossas Vidas

No entanto, mesmo quando apontamos para estes dilemas quânticos, não podemos esquecer dos átomos. Os átomos são os blocos de construção de literalmente tudo, mas eles são 99,9% espaço vazio e, de fato, existe tão pouca matéria na nossa realidade que o mundo inteiro poderia ser condensado em uma bola de golfe, sobrando ainda espaço para um ou dois outros planetas.

Estes tipos de fenômenos quânticos deixam os cientistas perplexos porque a realidade simplesmente não funciona como o esperado. No entanto, se estamos vivendo em uma realidade simulada, tudo isto faz sentido, e, de fato, cada fenômeno quântico explica perfeitamente como um jogo virtual funciona. Por exemplo, a fim de conservar espaço no disco rígido, bem como energia, a “realidade” do jogador/observador só aparece no lugar no momento do jogo, conforme necessário e nesta “realidade” qualquer coisa virtual pode se mover instantaneamente de um local para outro, porque não existe tempo e espaço, e, portanto, as coisas podem viajar mais rápido do que a velocidade da luz. A teoria da realidade simulada também explica os universos paralelos e os multiversos simplesmente como versões de uma simulação que opera simultaneamente.
Fenômenos Estranhos

Além disso, se estamos vivendo em uma realidade simulada, ela também explica certos fenômenos não científicos como déjà vu, fantasmas e outras atividades paranormais que poderiam ser falhas no programa de simulação da realidade, capacidade psíquica e intuição poderiam ser simplesmente o resultado de acesso à informações privilegiadas no âmbito do programa, a reencarnação poderia ser memórias pré-programadas, ou memórias de vidas passadas poderiam ser simulações de funcionamentos alternativos. A teoria da simulação também pode explicar abduções alienígenas, avistamentos de Óvnis e outros estranhos fenômenos porque qualquer coisa é possível em uma realidade virtual.

Até mesmo os milagres podem ser facilmente legitimados pelo salto quântico, mudança para universos paralelos ou uma mudança radical na programação onde o programador responde às suas orações reescrevendo um código específico.

A teoria da simulação também explica como duas ou mais pessoas podem ter experiências diferentes na mesma situação ou memórias conflitantes, e, de fato, existe um fenômeno conhecido como “efeito Mandela”, em que muitas pessoas lembram do passado de forma diferente e parece que o passado mudou de acordo. É difícil provar algo como isto por razões óbvias, no entanto, podemos perfeitamente nos mover de um Universo paralelo para outro, ainda mantendo nossas memórias da linha do tempo anterior ? Isto significa que alguns de nós podem estar em uma linha do tempo que se correlaciona com determinadas memórias e outros podem estar em uma linha do tempo que não se correlaciona com estas memórias. Se isso for verdade, também significa que temos a capacidade de efetuar um salto quântico de uma realidade para outra, mudando assim a nossa experiência de vida, mesmo sem sabermos.
Mas, a Vida Parece Tão Real !

Exceto pela estranha sensação ocasional de sentir algo diferente, a vida é considerada incrivelmente real, e, na verdade, tudo parece tão real que é difícil acreditar que o nosso Universo é uma simulação de algum tipo. No entanto, se estamos vivendo em uma realidade virtual, nós literalmente não temos nenhum ponto de referência “real” para discernir a diferença entre real e virtual, portanto, na verdade não sabemos o que é real. É curioso, no entanto, que as pessoas que tiveram experiências de quase morte, muitas vezes relatam que o outro mundo parece muito mais real do que este, bem, talvez seja !

Honestamente, mesmo se nós estamos vivendo em um mundo simulado, não há nenhuma maneira de saber definitivamente, mas o conceito de uma realidade virtual oferece uma perspectiva razoável de muitos mistérios inexplicáveis da vida e também explica muitos paradoxos espirituais comuns.
Decodificação do Paradoxo Espiritual

Muitas filosofias espirituais oferecem ensinamentos paradoxais que não têm base na lógica e até mesmo não têm senso comum, no entanto, quando nos aproximamos destes conceitos incomuns de uma perspectiva virtual, de repente eles fazem todo o sentido. Muito possivelmente, os primeiros mestres espirituais realmente sabiam que esta realidade é simulada e passaram sugestões nos textos espirituais.

No contexto de uma realidade simulada, vamos examinar 3 paradoxos populares:

1. A vida é uma ilusão: Ao longo da história, muitos professores espirituais têm ensinado que a vida é uma ilusão, que nada está realmente acontecendo e nós estamos apenas sonhando em um mar de vazio. Como este conceito parece abstrato em um mundo “real”, mas em um mundo virtual realmente não está acontecendo nada, nada existe e tudo é uma grande ilusão.

2. Só existe este momento do (AGORA): Outra crença espiritual comum diz que tudo está acontecendo ao mesmo tempo e que o tempo é uma ilusão. É difícil aceitar este conceito até considerarmos que em uma realidade virtual, tempo e espaço não existem. Somente o “AGORA” pode ser experimentado, porque a vida virtual acontece em torno de nós quando nos movemos de um lugar para outro e a realidade “aparece na posição” quando ela é necessária.

3. Nós SOMOS TODOS UM: A maioria das filosofias espirituais concordam que estamos todos conectados, e, de fato, SOMOS TODOS UM. Numa realidade atual, estar ligado como UM é provavelmente ilógico, mas num mundo simulado, onde estamos todos ligados pelo mesmo programa da realidade virtual, por conseguinte, é impossível estarmos separados. Nós SOMOS UM, porque só pode haver UM em uma realidade virtual.

Além disso, a ciência geralmente se choca com a espiritualidade, mas quando nos aproximamos de um modelo virtual, todas as peças do quebra-cabeça se encaixam na posição, permitindo que a ciência e a espiritualidade finalmente concordem.
Qual é o Ponto de Simular a Realidade ?

Ao contrário dos filmes populares de ficção científica, nós não somos escravos de máquinas ou prisioneiros detidos contra a nossa vontade. Em vez disso, é mais provável que somos os criadores deste mundo virtual, ou pelo menos, voluntários dispostos a mantê-lo, mas qual é o ponto ? Infelizmente, do nosso ponto de vista limitado, só podemos imaginar o propósito de uma existência virtual, mas existem muitos cenários possíveis.

Talvez, em algum momento no futuro distante a humanidade seguiu para o transumanismo, abandonando a condição humana, se degenerando em forma de ciborgues, sem os sentimentos que nos torna humanos. Nós perdemos a autêntica experiência humana e, como tal, criamos simulações onde podemos experimentar a vida como seres humanos normais, equipados com o livre-arbítrio para fazer escolhas dentro da simulação, podemos experimentar uma gama completa de altos e baixos com desafios e prazeres, com a incerteza da busca pela vitória para experimentar uma vida virtual intrigante. Da mesma forma, como uma raça ciborgue nós provavelmente não temos sentimentos de raiva, frustração, separação, solidão, medo, compaixão, empatia, amor, por isso, se desejamos ter essas experiências humanas, a única maneira de fazer isso seria em uma simulação.

Tenha em mente que o tempo virtual é muito enganador, um ano em uma simulação poderia ser equivalente a um segundo fora da simulação, fazendo uma vida virtual de 80 anos passar num piscar de olhos. Vamos enfrentar isto quando o tempo e o espaço deixarem de existir, qualquer coisa que você imaginar é plausível.

Outra possibilidade é que os nossos futuros Eus querem aprender com o passado, para que eles possam evitar a repetição de tragédias na história, ou esta simulação poderia ser algum tipo de treinamento especial, como uma escola 3D onde experimentamos as consequências positivas e negativas de nosso comportamento, ações e escolhas. Então é claro, a razão para uma simulação poderia ser tão simples como o fato de que os jogos virtuais são divertidos e excitantes, porque você pode ter qualquer experiência sem risco. O que acontece, acontece, nenhum dano real é realmente causado em um mundo virtual porque nada é real, nem mesmo você.

Podemos também considerar que não existe uma “realidade real” lá fora e talvez, não exista nada muito mais real do que a realidade virtual, o que significa que tudo o que existe é de natureza virtual.
Será Que Somos Realmente Impotentes ?

Na verdade, a ideia de viver em uma simulação pode fazer nos sentir impotentes, porque isso significa que algo diferente de nós está no controle e muito possivelmente nos controlando. Por outro lado, vivendo em uma simulação pode significar que os milagres são possíveis, a magia pode ser esperada e que realmente são ilimitadas !

Uma vez que entendemos como a simulação funciona e como operá-la a partir do nosso interior, podemos melhorar as nossas mentes para mais inteligência e criatividade, baixar dons e talentos especiais ou reprogramar os nossos corpos para a saúde perfeita e se manterem sempre jovens.

Também podemos experimentar versões alternativas de vida, realidades paralelas e fenômenos sobrenaturais, talvez nós também podemos nos atualizar com habilidades avançadas, tais como telepatia, telecinese e habilidade psíquica. Códigos de truques também podem nos permitir atingir o pico no futuro antes de tomarmos uma decisão ou talvez até voltar no tempo para desfazer um erro do passado ou rever uma oportunidade perdida.

Isso tudo soa como ficção científica e é, mas a ficção muitas vezes tem suas raízes na realidade ou o que quer que esta existência seja.

No entanto, real ou simulada, vamos para a praticidade porque existem mais elementos essenciais à vida do que superpoderes e habilidades especiais. Se somos seres virtuais em um mundo virtual, será que agora realmente temos o poder de manipular nosso ambiente ?

A resposta é definitivamente sim ! Não haveria absolutamente nenhum sentido em uma simulação se não tivesse uma maneira de influenciar a vida virtual. Assim, embora possamos ser “Sims“, nós ainda possuímos o livre-arbítrio para fazer escolhas conscientes, e como tal, temos o poder de criar conscientemente a nossa “realidade”, mesmo que isso não seja real.

Além disso, como uma especialista na área de manifestação, com mais de quatro décadas de pesquisa e estudo experimental, posso dizer com confiança que as leis de manifestação são perfeitamente correlacionadas com uma realidade simulada, e, de fato, quando examinado através de um modelo virtual de realidade, as facetas da manifestação fazem muito mais sentido.

Então, se nós estamos vivendo em um Universo simulado, como podemos influenciá-lo, a fim de ter a melhor experiência possível ?

Em primeiro lugar, você precisa entender que está jogando o jogo da vida, em segundo lugar, você deve compreender claramente a dinâmica subjacente deste jogo virtual, de modo que você saiba exatamente como jogá-lo !

Na parte 2 deste artigo, intitulado “O Jogo da Vida e como jogá-lo !”, iremos explorar a dinâmica complexa de viver em uma realidade simulada, incluindo formas práticas para criar conscientemente a vida dos seus sonhos !

Você é amor, você é luz e tudo está bem !

Em graça, amor e gratidão,

©Nanice Ellis

Origem: wakeup-world

Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível