Criei este Blog para minha Mãe Cigana Rainha do Oriente, sendo uma forma de homenageá-la, bem como postar assuntos atuais e de caráter edificante, lindas mensagens, poesias de luz, também aqui brindemos á amizade verdadeira e elevemos o principal em nós ou seja a essência Divina, Deus e a Espiritualidade em geral.

sexta-feira, 22 de maio de 2015

COMO A QUEDA DE ATLÂNTIDA MUDOU A NOSSA REALIDADE, PARTE 4:








Existem muitos mitos referentes à Atlântida, pois o seu tempo foi um grande tempo em nosso planeta. Foi o zênite da compreensão da grandeza da humanidade. O mestre que outrora residiu no templo sagrado no meio do Grande Rio fez uma promessa à Atlântida. Essa promessa estabelecia que quando a consciência da humanidade se elevar novamente ao nível da Atlântida no auge de sua Idade Dourada, nós conhecerão novamente a paz e a beleza. Àquelas almas foi dito que á elas caberia a maior responsabilidade de restaurar à Terra, a beleza da Idade Dourada da Atlântida.Falando individualmente, se você têm um grande interesse pela Atlântida, então você esteve lá. Se um grande desejo de conhecer mais sobre a Atlântida o persegue, então você esteve lá. Você pode ter encarnado para ajudar o processo de restauração que agora ocorre.Uma formulação moderna da história da Atlântida e dos atlantes foi feita por Helena Petrovna Blavatsky, fundadora da Teosofia. Em seu principal livro, A Doutrina Secreta, ela descreve em detalhes a raça atlante, seu continente e sua cultura, ciência e religião. Existem alguns cientistas que remetem a localização da Atlântida, a um local sob a superfície da Antártica.A localização mais recente foi sugerida pela imagem obtida com o Google Earth por um engenheiro aeronáutico e publicada no tabloide The Sun, mostrando contornos que poderão indicar a construção de edifícios numa vasta extensão com dimensões comparáveis ao País de Gales e situado no Oceano Atlântico, numa área conhecida como o abismo plano da Ilha da Madeira.


A QUEDA DE POSEIDONIS- A CAPITAL DE ATLÂNTIDA


Sobre a queda de Poseidonis, registros das Inscrições e desenhos trazem esclarecimentos que afirmam ter os atlantes de Poseidonis conseguido o domínio de lâmpadas atômicas que iluminavam os palácios e os Templos de paredes transparentes. Outros desenhos, trazem homens segurando um pequeno aparelho nas mãos e através dele, levantavam e gravitavam objetos e pedras. Também informavam que os Atlantes utilizaramNEGATIVAMENTE seus conhecimentos sobre osMANTRAS NO CONTROLE DOS ELEMENTAIS e atraíram enormes desequilíbrios sobre eles. Conflitos de Poder nas forças morais ­ dominação de povos primitivos; conflito de excessos nas forças sexuais; uso de tecnologia em reprodução de seres para serem usados em escravidão; uso das forças mentais em ações involutivas; o início de uso descontrolado, abusivo, altamente involutivo em pesquisas de manutenção da vitalidade do corpo físico. O Alfabeto Fenício, ­ pai de todos os alfabetos europeus ­ tem suas raízes no alfabeto atlante que também chegou aos Maias. Todos os símbolos Maias e Egípcios provém da mesma fonte. Outros desenhos indecifráveis aparentemente, mas presentes em manuscritos hindus, esclarecidos por Rama, como os desenhos de uma grande cidade chamada GOB. Sob as areias de um deserto estavam riquíssimos tesouros e poderosas máquinas desconhecidas.(nota pessoal; Próximos a estas máquinas, estavam desenhos de seres por nós conhecidos como Gnomos ou Seres Elementais que seriam os guardiães desses arquivos. Podia se ver que todos os desenhos de Templos eram guardados e ainda são (os Templos submersos e os desconhecidos) por Elementais ­ Guardiães, ­ seres treinados para proteger Templos, Túmulos, e Tesouros. No planeta hoje, milhares e milhares de sobreviventes de culturas antigas se encontram reencarnados, para este novo ciclo de TRANSIÇÃO PLANETÁRIA em que vivemos.)


Post Relacionado;o-reino-elemental-o-essencial-invisivel-aos-olhos


TEMPO DE ATIVAR A CONSCIÊNCIA ATLANTE INTERIOR


A consciência atlante desempenhou um papel integral na formação e evolução da Terra. O foco da consciência atlante é a integração da energia e as configurações de energia. É um recurso para os homens aprenderem sobre a energia a fim de expandir a consciência.Principalmente com a nanotecnologia que os instrutores espirituais atlantes( na forma etérica) estão pondo à disposição para aqueles que têm a capacidade de compreender a energia, a humanidade está às portas de uma nova dimensão de realidade. A nanotecnologia é o arranjo ou a engenharia dos átomos para fazer qualquer coisa que seja desejada. A civilização atlante era sofisticada nessa tecnologia. Eles sabiam como criar a partir das vibrações de energia, que primeiro se tornaram ondas de energia e depois, as partículas elementares que constituem os átomos – que os atlantes então combinavam para fazer moléculas para qualquer forma que quisessem. Os instrutores espirituais atlantes são especialistas em energia, cujo papel no cosmos é desencadear e ativar certos campos de energia e integrá-­los nos já existentes. Sua aliança é com a hierarquia do cosmos. Sempre que são mandados a um planeta, ou massa de energia, eles são capazes de assumir a forma que seja compatível com as formas de energia já em existência.


Post Relacionado;as-linhas-ley-e-os-centros-de-poder-do-planeta-terra”


COMPREENDENDO AS ENERGIAS VIBRACIONAIS DOS ATLANTES


Quando as pessoas entendem como usar a energia e compreendem suas formas vibracionais, elas se tornam totalmente ilimitadas. Não há nada que tal pessoa não possa atingir ou criar. A Atlântida tornou-­se a Meca desse conhecimento. Os atlantes se tornaram superiores em seu conhecimento em relação aos seres que haviam estabelecido a Atlântida anteriormente. Os fundadores deixaram por legado conhecimento suficiente que, com os recursos humanos, foi capaz de evoluir muito rapidamente. Quando a humanidade não está dissipando suas energias em conflitos, não fazemos ideia de quão superior é nossa criatividade ou quão longe podem ir nossas possibilidades. A maneira de se alimentarem,por exemplo, tinha mais a ver com o equilíbrio energético do que com a fome ou a necessidade de sustentar a vida. Jamais eles pensariam em consumir qualquer coisa que não pertencesse à vida vegetal. Por que? Porque esse outro tipo de vibração não estava em harmonia com as vibrações de seus próprios corpos. Tal ato teria mudado sua vibração para um estado de confusão. Por isso eles eram muito cuidadosos quanto ao fato de que qualquer coisa que consumissem, tivesse uma vibração que se harmonizasse com a sua própria. Eles realmente se misturavam com a vibração antes de consumi­-la para verificar se era satisfatória. Se não, eles a reverenciavam e a punham de lado. Os atlantes possuíam um vasto conhecimento e compreensão sobre energia. Eles sabiam como criar a partir de energia pura; por isso podiam criar arte com luz e a forma artística mudava conforme os pensamentos da alma.


A RETIRADA DOS ATLANTES E OS CATACLISMAS QUE SE SEGUIRAM


A hierarquia cósmica agradeceu os atlantes íntegros por seu compromisso e dedicação, depois retirou-­os da Terra em sua forma de humanidade antes da queda. Pensava-se que a ativação das muitas novas vibrações se solidificara em forma física. Todavia, a remoção da energia atlante concentrada causou um choque na consciência de massa, que resultou em um distúrbio do campo energético. Formaram­-se fortes ventos, que trouxeram grandes ondas de marés; houve tremores de terra e erupções vulcânicas. Tudo isso foi causado pela necessidade de ajustar o campo de energia da Terra, para compensar a perda da energia atlante. Houve uma mudança de polaridade e muitos seres humanos, plantas e animais, foram destruídos. Mas alguns Homos Sapiens sobreviveram, e a humanidade passou a ser o criador. Enquanto os seres humanos ainda tinham lembranças da civilização atlante, eles viviam nas profundezas das cavernas, para aguardar que a atmosfera se estabilizasse. Embora nascessem crianças, não havia uma maneira de preservar o conhecimento e as informações da civilização anterior.


Levou milhares de anos, até os sumérios e gregos, para que se começasse a registrar as lendas da idade atlante. Os humanos ainda não haviam encontrado as inscrições nas paredes das cavernas, das pessoas que viveram logo depois da mudança dos polos. Durante o tempo em que os homens estavam evoluindo a partir dos efeitos da mudança polar, os atlantes continuaram a trabalhar com os humanos através de sua intuição e conexão com os níveis mais elevados de consciência – exatamente como continuam fazendo atualmente.(nota pessoal; Como a consciência atlante aprendeu ao transformar a energia em diferentes formas, eles estão alinhados com a Terra e continuam ajudando a humanidade a realizar o projeto divino original. Esse projeto divino é sobre o princípio criativo – a criação por meio da inclusão de toda a energia, e de maneira que toda energia possa ser explorada.)


O PONTO DE VISTA DE EDGAR CAYCE


Edgar Cayce (1877­1945) tornou-­se o mais proeminente defensor de uma possível Atlântida. Amplamente conhecido como o Profeta Adormecido, Cayce tinha a capacidade de ver o futuro e de se comunicar com os mortos. Ele identificou centenas de pessoas, incluindo a ele mesmo, como atlantes reencarnados. Cayce disse que a Atlântida estava situada próxima da ilha Bimini, nas Bermudas. Ele acreditava que os atlantes possuíam tecnologias remarcáveis, inclusive “cristais de fogo” extremamente poderosos que eles usavam para energia.O desastre no qual esses cristais ficaram fora de controle, é que foi responsável pelo afundamento da Atlântida, segundo ele , o que parece com uma história de precaução sobre os perigos da energia nuclear. Tendo permanecido ativos abaixo das ondas oceânicas, os “cristais de fogo” danificados enviam campos de energia que interferem com os navios e aviões que passam – isto é como Cayce considerou as ocorrências do Triângulo das Bermudas. Cayce profetizou que parte da Atlântida viria para a superfície novamente em 1968 ou 1969. Isso não ocorreu e nenhuma evidência foi encontrada de que ela já tenha estado lá. Mas muitos argumentam que deve ter existido uma Atlântida, por causa de muitas similaridades culturais nos dois lados do oceano, que não poderiam ter se desenvolvido independentemente , tornando a Atlântida quase que literalmente um “elo perdido”.


OUTRAS TEORIAS


K.T. Frost também acreditava que a Atlântida poderia ter sido parte da ilha de Creta, que antes de 1500 A.C.,era a sede do império minóico. Escavações arqueológicas mostram que Creta no tempo minóico tinha provavelmente uma das culturas mais sofisticadas dessa época. Então, num piscar de olhos, a civilização minóica desapareceu. Estudos geológicos mostraram que numa ilha que agora conhecemos como Santorini, localizada dez milhas ao norte de Creta, ocorreu um desastre que teria sido capaz de destruir o estado minóico. Houve uma explosão vulcânica quatro vezes mais poderosa que as do Krakatoa. O tsunami que se chocou com Creta, deve ter penetrado ilha adentro por aproximadamente meia milha, destruindo todas as cidades e povoados da costa. A grande frota minóica de navios afundou em poucos segundos. Durante uma noite, o poderoso Império minóico foi esmagado. Muitos dos detalhes da história da Atlântida se encaixam com o que é atualmente conhecido sobre Creta. As mulheres tinham um status político relativamente alto, ambas as culturas eram pacíficas e ambas apreciavam o esporte da luta com touros ritualística (onde um homem desarmado lutava com um touro). A exata localização da Atlântida não é conhecida, pois o continente se partiu em várias seções que se moveram em diferentes direções. Muitos pesquisadores acreditam que a Atlântida esteja perto das ilhas dos Açores (grupo de ilhas pertencentes a Portugal, localizadas a aproximadamente 1500 km a oeste da costa portuguesa). Algumas pessoas acreditam que as ilhas são os topos das montanhas do submerso continente da Atlântida. Outros pesquisadores acreditam que a Atlântida foi um exagero da narração da destruição histórica de Thera(Santorini) e do Império Minóico . Santorini, é uma ilha vulcânica localizada ao norte de Creta no Mar Egeu. Ao redor de 1500 A.C. ela foi devastada por uma explosão vulcânica que pode ter contribuído para a queda súbita da civilização minóica. Antigos escritos dos astecas e dos maias, como o Chilam Balam, Dresden Codex, Popuhl Vuh, Codex Cortesianus e Manuscrito Troano, também foram traduzidos como histórias da destruição da Atlântida e Lemúria. O livro Oera Linda, da Holanda é considerado um dos mais antigos livros já encontrados. Ele fala sobre a destruição da grande ilha atlântica por terremotos e ondas gigantes. O antigo historiador grego Diodorus escreveu que milhares de anos antes dos fenícios, havia uma imensa ilha atlântica (no local em que Platão descreveu que a Atlântida estava).


TEORIA EXTRATERRESTRE


Uma das mais polêmicas teorias sobre a Atlântida foi proposta recentemente pelo pesquisador Prof. Ezra Floid. Partindo do desenho da cidade circular descrito por Platão, Floid propõe que Atlântida se tratava de uma gigantesca nave espacial, um disco voador movido à hidrogênio, hidro-magnetismo, com uma usina central de Hidro-Forças, chamada de Templo de Poseidon: um imenso OVNI descrito por muitas culturas como “A Ilha Voadora” (citada em Viagens de Gulliver), relacionada com a Jerusalém Celestial descrita na Bíblia, à Purana Hindu que desce do Céu, o Disco Solar dos Astecas, Maias, Incas e Egípcios.


Sendo Atlântida uma missão colonizadora, ela teria estado em muitos pontos da Terra, pois se locomovia e se instalava em regiões; este teria sido o motivo pelo qual sua presença ora é imaginada no Mediterrâneo, ora na Indonésia, ora no Atlântico, nos Pólos e nos Andes: Atlântida seria a mesma nave descrita na epopeia dos Sumérios. Segundo esta teoria inovadora do professor Ezra Floid, Atlântida não teria submergido catastroficamente, mas intencionalmente, como parte do projeto colonizador que seu povo realizava no planeta. Após permanecer algum tempo no fundo do mar como cidade submarina, o disco voador atlante teria usado também a hidroenergia de emersão para lançar-se diretamente no espaço sideral, provocando com sua massa e seu arranque poderoso uma enorme onda circular de tsunami no oceano onde estaria oculta. Os sobreviventes deste tsunami, após a tragédia, teriam julgado que Atlântida havia afundado. No entanto, os atlantes apenas teriam voltado para seu sistema natal.


Post relacionado;Contatos Imediatos – Limitados a Campanha de Difamacao Contra os Extraterrestres


CONCLUSÃO


A Terra tem um compromisso especial de tentar criar através da expansão criativa contínua. Outros planetas investigaram a energia e o conceito do que é criado, quando se usa a perspectiva destrutiva. A Terra está envolvida em uma perspectiva holística,e está aprendendo a como ser criativa, o que significa expandir-­se e ainda permanecer conectada. Em vez de ter de assumir uma forma e interagir com os humanos no plano físico, os atlantes devem agora ser considerados um nível de consciência, que existe em todas as pessoas. Todos têm dentro de si a herança da raça atlante. Eles,os atlantes, são os antepassados da humanidade. Representam uma perspectiva do Plenum Cósmico/ Deus/ Fonte, e semearam esta Terra com a consciência para criar a forma a partir da energia. A humanidade está encarregada de saber como focalizar a criatividade e precisa decidir sobre o que está sendo criado e como deve ser utilizado.CONTINUA……


******************************************************************************************************************


Bibliografia para consulta


1-O Código de Atlântida


Charles Brokaw


2-Herdeiros de Atlântida-Vol 1 e 2


Eduardo Spohr


3-Crônicas de Atlântida


Antonio Luíz M.C.Costa


4-Atlântida


Roseliss Von Sass


5-Ecos da Atlântida


Loty Ger


6-O Enigma da Atlântida


Alexandre Braghine


7-Em busca da Atlântida


Andy Mcdermott


8-A Alquimia da Ascenção


James Tyberonn


9-Lightworker 2010


PDF-Biblioteca Virtual


10-O Mistério de Atlântida


Charles Berlitz


11-O antigo segredo da Flor da Vida


Drunvalo Melchisedek


12-Light-The medicine of the future


Jacob Liberman