Criei este Blog para minha Mãe Cigana Rainha do Oriente, sendo uma forma de homenageá-la, bem como postar assuntos atuais e de caráter edificante, lindas mensagens, poesias de luz, também aqui brindemos á amizade verdadeira e elevemos o principal em nós ou seja a essência Divina, Deus e a Espiritualidade em geral.

segunda-feira, 23 de maio de 2016

A REALIDADE É UM HOLOGRAMA: UM FENÔMENO ENEXPLICÁVEL?



Nós crescemos pensando e acreditando que o mundo e a realidade em que existimos é algo tangível e físico e é como ele é percebido.

No entanto, não só este processo de pensamento demonstra ser um engano pelas várias percepções de fenômenos difíceis de explicar, como também percebemos que é completamente subjetivo e não reflete uma realidade verdadeira, se é que tal realidade existe.

Com os avanços significativos do conhecimento e informação alcançados pela raça humana na atualidade, mudanças radicais na forma como a realidade é percebida estão sendo reformuladas.

Onde o Universo já foi visto como um espaço vazio com matéria espalhadas agora está sendo visto como uma projeção holográfica decorrente de alguma realidade primária invisível aos nossos instrumentos biológicos e tecnológicos atuais.

A evidência da realidade holográfica está se tornando cada vez mais abundante, demais para ser desconsiderada.

O que dá mais credibilidade a este fato é que aqueles que experimentaram estados mais elevados de consciência e escalas da realidade através da meditação, projeção astral, ou com o uso de enteógenostem anunciado reflexões muito holográficas e aforismos.

Para dar apenas um exemplo, foi feita uma pesquisa em 1982 na Universidade de Paris, onde descobriram que sob certas circunstâncias partículas subatômicas, como os elétrons são capazes de se comunicar instantaneamente uma com a outra ao qual foi entrelaçada, independentemente da distância que os separa. Não importava se eram 3 metros ou 10 bilhões de km de distância.

Artigo Relacionado: O Universo Holográfico

De alguma forma uma partícula sempre parecia saber o que a outra estava fazendo.

O grande físico David Bohm acredita que estes resultados indicam que a realidade objetiva não existe, que apesar da aparente solidez o Universo está no coração de um holograma fantástico, gigantesco e extremamente detalhado.

Dentro de um holograma, o todo está dentro da parte. Não importa quantas vezes você divide o todo, a parte sempre conterá a totalidade.

Assim como as percepções de consciência mais elevadas mostram que cada parte, aparentemente pequena ou separada é a realidade total e a Fonte da própria realidade que contém esta mesma Fonte e vice-versa.

A dedução sobre as experiências holográficas conclui que autonomia e separação são uma ilusão (maya) e que tudo é UM.

UNIDADE é um conceito encontrado aparentemente em todos os principais sistemas de crenças já manifestadas dentro do reino da consciência humana, só isso já encoraja as recentes descobertas relativas à nossa realidade manifesta. Se este fato é verdade (e bastante evidências demonstram que é), então o próprio Universo é uma projeção, um holograma.

Se a aparente separação de partículas subatômicas é uma ilusão, isto significa que em um nível mais profundo da “realidade” todas as coisas no Universo estão infinitamente interconectadas.

Os elétrons de um átomo de carbono no cérebro humano estão interconectados com as partículas subatômicas que fazem parte de cada salmão que nada, cada coração que bate e cada estrela que brilha no céu. A UNIDADE prevalece sempre.

Em um Universo holográfico, mesmo o tempo e o espaço não podem mais serem vistos como fundamentais. Porque conceitos como localização desaparecem diante de um Universo em que nada está verdadeiramente separado de nada, tempo e espaço tridimensional como as imagens dos peixes nos monitores também devem ser vistos como projeções de ordem mais profunda.

A sua realidade de nível mais profundo é uma espécie de super holograma no qual passado, presente e futuro existem simultaneamente.

O Universo tridimensional em que vivemos é um holograma criado a partir de uma realidade primária que está fora do espaço e do tempo, é uma cópia de algo “real”, por isso faz sentido, nesse caso porque o nosso verdadeiro EU está em outra realidade.

Nossa consciência é o verdadeiro nós. A consciência é tudo e, portanto, não é nada, já que tudo o que existe é a consciência.

Para continuar a construir a compreensão de uma realidade holográfica, considere o seguinte:
Um Universo holográfico explica todas as experiências paranormais e místicas.

Experiências de quase morte podem ser explicadas no Universo holográfico, em que a morte é somente uma mudança de consciência de um nível de realidade do holograma para outro.

Modelos neurofisiológicos atuais do cérebro são inadequados e apenas o modelo holográfico pode explicar coisas como experiências arquetípicas, encontros com os fenômenos incomuns do inconsciente coletivo e outras percepções experimentadas durante os estados alterados de consciência.

Um modelo holográfico do Universo explica os sonhos lúcidos, onde tais sonhos são visitas a realidades paralelas.

As sincronicidades podem ser explicadas pelo modelo holográfico. Os nossos processos de pensamentos estão muito mais intimamente ligados ao mundo físico do que foi pensado anteriormente. Observe também que as sincronicidades tendem a atingir um pico pouco antes de uma nova percepção ou intuição.

Telepatia, precognição, sentimentos místicos de UNIDADE com o universo e até mesmo a psicocinese podem ser explicados através do modelo holográfico.

A holografia pode explicar como o nosso cérebro consegue armazenar tanta informação em tão pouco espaço (o nosso cérebro tem capacidade de armazenar 280,000,000,000,000,000,000 bits de informação).

A holografia também pode explicar como somos capazes de lembrar e esquecer, como somos capazes de ter memória associativa, como temos a capacidade de reconhecer coisas familiares, como temos a capacidade de adquirirmos novas competências, como temos a capacidade de construir um mundo “lá fora”, como somos capazes de ter sensações de “membro fantasma” e como somos capazes de ter memória fotográfica.

O cérebro em si é, portanto, uma projeção holográfica criada a partir de uma realidade primária fora do espaço e do tempo.


Todas as realidades relativas são criadas pela consciência existente em relação a si mesma.

“Nós somos essa consciência. Nós somos a consciência existente em relação a nós mesmos e interagimos com nós mesmos”.

Não há mais nada. Nenhuma das coisas que percebemos como separadas tem uma existência independente, todas são na realidade extensões relacionadas a unidade subjacente da consciência. A realidade física é um produto da consciência.

A consciência não é um produto da realidade física.

A realidade física não interage consigo mesma de alguma forma desconhecida para fazer a consciência passar à existir. A consciência no processo de auto relação repetida e progressiva torna-se a experiência da consciência e assim, cria a realidade física.

Existem percepções referentes à natureza do Universo ser uma projeção holográfica, através da experiência de iluminação. Uma vez que a iluminação é experimentada, pode-se compreender exatamente como o Universo holográfico opera e é de fato, muito real.

Estamos chegando a uma compreensão de que somos seres multidimensionais e existimos simultaneamente em muitos níveis da realidade quântica.

Não há razão para ficar chateado, irritado, estressado, etc, sobre os fatos que acontecem na realidade física, ela é a menor dimensão da nossa consciência, porque tudo isto é insignificante no grande esquema das coisas.

Concentrar-se nos detalhes da realidade pode desviar a si mesmo de descobrir e perceber a razão pela qual você existe neste momento nesta “realidade”. É por isso que um dos passos para se tornar iluminado é substituir o medo e a raiva pela admiração, gratidão e curiosidade.

Você já experimentou uma mudança na percepção sobre a “realidade” ? No mínimo, esperamos que você agora seja capaz de expandir sua mente para reinos anteriormente não visitados. A realidade é um lugar misterioso e excitante.

Vamos todos ser exploradores desta experiência de vida encantadora.

Origem: locklip

Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível