Criei este Blog para minha Mãe Cigana Rainha do Oriente, sendo uma forma de homenageá-la, bem como postar assuntos atuais e de caráter edificante, lindas mensagens, poesias de luz, também aqui brindemos á amizade verdadeira e elevemos o principal em nós ou seja a essência Divina, Deus e a Espiritualidade em geral.

sábado, 5 de março de 2016

3 SINAIS DE QUE O TRABALHO CORPORATIVO É TÓXICO PARA O ESPÍRITO HUMANO:




Sentindo-se preso na escada corporativa ? Você não está sozinho… Nossa cultura de trabalho tornou-se indiferente, tóxica e bastante perigosa para o nosso bem-estar físico e espiritual.

Todo mundo parece estar trabalhando cada vez mais insatisfeito nos dias atuais, pessoas realmente felizes são difíceis de encontrar, mesmo entre aqueles que têm empregos decentes. A verdade é que muito poucas pessoas são aptas e capazes de obter sucesso no âmbito atual do status quo onde vivemos para trabalhar. Mais do que nunca estamos voltando para trás em uma cultura corporativa que está se tornando cada vez mais tóxica e impossível de suportar.

Vegetando em “modo de sobrevivência”, o indivíduo não está na verdade se sentindo bem neste ambiente. Mas as empresas estão prosperando, seguem crescendo e tem um enorme impacto sobre nossas vidas, afetam até mesmo a forma como educamos nossos filhos, programando-os com a ambição de crescerem e se tornarem os futuros recursos humanos das corporações juntamente com os outros.

Nossa sociedade nem sempre foi tão dominada pelo modelo corporativo como é hoje. Nos últimos 150 anos a empresa tornou-se mais difundida e influente do que a religião e a maioria dos partidos políticos. Atualmente as relações humanas, comércio e atividade humana organizada são monopolizados e controlados pelo modelo corporativo, priorizando o lucro financeiro em vez das verdadeiras virtudes, tornando-se o condutor principal da maior parte da atividade humana diária.

A dedicação ao modelo de trabalho corporativo está servindo ao nosso bem ?

Muitas pessoas não gostam do seu emprego, trabalham esperando apenas o fim de semana… Então ficam loucos em orgias de 48 horas de conveniência e excesso, a fim de ferozmente tentar recuperar sua vida e alegria de viver. Os seres humanos foram criados para viver desta maneira ? É este o nosso objetivo de vida ?

Quem sente isto sabe, mas para que o mundo mude, os indivíduos devem primeiro ter uma boa razão para amar suas próprias vidas. O trabalho corporativo é uma armadilha que mantêm as pessoas em cativeiro, mantendo-as afastadas das mudanças que este mundo necessita.

Aqui estão 3 sinais de que a cultura do trabalho corporativo tornou-se tóxica ao espírito humano e deve ser abandonada.
1) A cultura do excesso de concorrência, do excesso de trabalho, está levando a humanidade a loucura e colocando nos uns contra os outros.

Para ser selecionado na corporação o trabalhador deve obedecer a cultura de abelha na colmeia, o sistema de ensino prepara (condiciona) as crianças, jovens e adultos para trabalhar e pensar em termos de ser avaliado, testado, julgado e classificado contra amigos e colegas que estão subdivididos por idade, sexo e aptidão.

O objetivo é ser escolhido, muito cedo somos ensinados a ser selecionável. Nós aprendemos a seguir o líder, obedecer as regras, nos manter na linha e fazer o máximo para ser o melhor em tudo que os outros estão fazendo.

A fim de prosperar na cena do trabalho corporativo o valor deve constantemente ser comprovado, novamente e novamente, o sentido de competição urgente não termina nunca.

Para nos tornarmos sempre disponíveis neste nível de participação fomos programados para sacrificar nosso bem mais valioso, o tempo para a nossa evolução espiritual. Os trabalhos mais humanos na vida, como cuidador de jovens e idosos (aqueles que não trabalham), estão lotados, permitindo-nos cada vez menos espaço para sermos humanos, lançando-nos mais e mais para fora do alinhamento dos objetivos naturais da vida.
“A cultura do trabalho ruim é um problema de todos, tanto para os homens quanto para as mulheres. É um problema para os pais que trabalham. Para as crianças que trabalham e que precisam de tempo para cuidar de seus próprios pais. Para quem não tem o luxo de ter os pais ensinando em tempo integral ou cuidando-os em casa.” ~Anne-Marie Slaughter

2.) A cultura do trabalho corporativo é uma engenharia social que nos massifica para aceitarmos um estilo de vida de consumismo e desperdício.

Estamos há várias gerações sofrendo profundamente o maior projeto em massa de engenharia social já executado contra os seres humanos. A verdadeira e grande revolução cultural global. Imposta sobre nós através da “des-educação”, lavagem cerebral, informações distorcidas, propaganda manipuladora, economia baseada em dívida interminável, regulamentos, decretos, leis e a apreensão do nosso tempo pessoal, a nossa cultura foi deliberadamente transformada em um terreno baldio de consumismo pelos impérios da mídia, publicidade e negócios.

Doutrinados pela televisão e pela mídia de massa, a mente moderna tem sido mantida na ilusão de que a felicidade é externa e pode ser comprada. Mantidos o mais longe possível do desenvolvimento pessoal e do crescimento espiritual, estamos ansiosamente esperando para consumir o lixo que a mídia produz e as últimas quinquilharias eletrônicas inúteis, sempre em busca do consumismo interminável e da gratificação instantânea.

Fomos direcionados para uma cultura que foi projetada para nos deixar cansados, com fome de indulgência, com sede do verdadeiro conhecimento, dispostos a pagar bastante por conveniência e entretenimento e o mais importante, vagamente insatisfeitos com nossas vidas, para que possamos continuar querendo consumir as coisas que não temos e que não precisamos. Nós compramos tanto, porque ainda parece que sempre está faltando algo ?


“As economias ocidentais, especialmente a dos EUA, foram construídas de uma forma muito calculada na gratificação, vício e gastos inúteis. Nós gastamos acima do necessário para nos animar, para nos recompensar, para comemorar, para corrigir problemas, para elevar a nossa satisfação e para aliviar o nosso tédio.” ~David Cain


Afinal é para isto que orgulhosamente trabalhamos tão duro… Porque nos dá a liberdade de consumir… Que é o que fomos doutrinados a fazer. Só somos aceitos pelo sistema quando trabalhamos para consumir e obedecer. Nós fomos doutrinados a acreditar que devemos passar nesta matéria.
“O cliente perfeito é insatisfeito, mas esperançoso, desinteressado em desenvolvimento pessoal sério e altamente habituado à televisão, trabalhando em tempo integral, ganhando uma quantidade razoável de dinheiro, entregando o seu tempo livre e de alguma forma, apenas esperando. Este é você ? “[David Cain]

3.) O modelo de trabalho corporativo tornou-se o programa de gerenciamento contemporâneo de escravo em um mundo governado por mestres do dinheiro fiat (ilusório).

Nos dizem para acreditar na prosperidade, mas ela é realmente apenas uma armadilha elegante, uma ilusão. E no topo desta pirâmide de mentiras está o segredo a respeito de porque todos nós temos que trabalhar tão duro, a fim de viver no planeta Terra.

Em sua essência, a economia mundial é baseada em um sistema monetário fiat que é explicitamente concebido para criar e perpetuar a escravidão por dívida, tanto pessoal quanto pública. O dólar é propriedade de uma empresa privada (Federal Reserv), de propriedade de algumas poucas pessoas que criam o dinheiro para escravizar o resto de nós, enquanto eles são pagos como deuses para imprimi-lo.

Para cada dólar que é colocado em circulação no mundo, mais um dólar de juros é devido às pessoas que imprimem o dinheiro. Quanto mais produzimos, mais profundamente nos endividamos. É assim que funciona o sistema de dinheiro fiat. Atualmente mais é devido aos “mestres” do que o dinheiro que está realmente em circulação. Esta é a escravidão, é a servidão e nós somos os escravos.

Este é o segredo que permitiu aos 1% (banqueiros/cabala) controlarem os 99% (nós) e porque a desigualdade de remuneração entre trabalhadores e proprietários das corporações é tão ultrajante.

Não temos tempo para resistir e questionar isto de uma maneira significativa porque fomos condicionados a trabalhar para manter o sistema funcionando no mundo corporativo, disputando uns contra os outros pela falsa riqueza e prestígio ilusório em um jogo criado pelos criminosos. Quanto mais seguirmos por este caminho, mais controle sobre a nossa vida entregamos a estas pessoas e mais intrusivos eles são autorizados a agir.

A roda de hamster não vai parar até que tenhamos dinheiro honesto com um sistema financeiro justo
Pensamentos Finais

Então, agora que sabemos que a cultura corporativa não serve ao nosso bem, devemos nos perguntar o que nós desejamos para as nossas vidas. Será que realmente precisamos comprar tudo o que está sendo oferecido ?

O movimento para a mudança está aumentando e caminhos para se viver fora deste sistema estão surgindo, enquanto isto precisamos tomar consciência do quanto é ridícula e tóxica a cultura do trabalho corporativo.

A nossa vida é de infinitas possibilidades e nosso potencial mais elevado nos espera para vivermos livremente na abundância, embora antes que possamos realizá-lo plenamente, teremos de abrir caminho através da névoa densa da cultura injustamente imposta, ativando totalmente a nossa imaginação, criatividade e coragem.

©Sigmund Fraud

Origem: wakingtimes

Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível