Criei este Blog para minha Mãe Cigana Rainha do Oriente, sendo uma forma de homenageá-la, bem como postar assuntos atuais e de caráter edificante, lindas mensagens, poesias de luz, também aqui brindemos á amizade verdadeira e elevemos o principal em nós ou seja a essência Divina, Deus e a Espiritualidade em geral.

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

ORICHALCO E O FUTURO DA HUMANIDADE:




Pergunta que recebi nos comentários do post : AQUI



“José, muito bom texto!!! Mas fiquei com uma dúvida aqui: "quando a humanidade redescobrir o conhecimento atlante, em boa parte guardado no subsolo das areias egípcias entre a Esfinge e a pirâmide de Khufu, aí sim novamente o orichalco, o ouro atlante, será materializado” Bom, eu imagino que apenas seremos capazes de encontrar após a passagem do apophis não é? mas se após o apophis nós vamos ter uma sociedade mais voltada para o lado espiritual, qual seria a utilidade disso nesses tempos? Plus: Uma coisa levou a outra aqui, seria interessante um texto que falasse como ficará o mundo após 2036 até a regeneração, mas seria interessante principalmente falar o que nos aguarda no ponto de vista fora da espiritualidade, essa questão do orichalco me fez querer saber como será as relações interpessoais dai pra frente, ainda teremos comércio e industrias a todo vapor até a subida energética? Bom, fica aí uma sugestão de texto pra página, se for possível é claro!” (Bruno)

Então Bruno, a ciência que os chamados “magos brancos” ou “magos da luz” desenvolveram na Atlântida, e que foi responsável por várias Eras de Ouro ao longo do último milhão de anos naquelas terras do Atlântico que afundaram a aproximadamente 12 mil anos, era baseada não apenas na criação de equipamentos tecnológicos, mas sobretudo em formas de desenvolver as capacidades mentais e energéticas das pessoas, integrando essas capacidades com as energias disponíveis naturalmente no planeta, sobretudo no plano astral e mental, e dessa forma toda a aparelhagem que fosse construída não respondia apenas a estímulos mecânicos ou físicos, mas sim a estímulos que aproveitassem mais a capacidade mental e energética da pessoa, assim como a capacidade energética disponível em planos superiores ao físico.


Esse era o diferencial da tecnologia atlante e que serviu de modelo para a tecnologia que temos hoje. A internet, por exemplo, é uma grande egrégora digital, alimentada e acessada por milhares de pessoas, os computadores utilizam cristais como o silício em seus processadores e já existem cientistas que ao observarem o funcionamento das moléculas do DNA, que é semelhante aos processadores dos computadores, pretendem criar no futuro computadores com processadores de DNA e não mais de silício.


Na Atlântida isso já existia, não era necessário um computador físico, a própria pessoa ‘tinha” um computador dentro de si, não era necessário telefone celular, a comunicação era mental, a internet era o próprio Akasha e as potencialidades biológicas, como anular o campo de gravidade ao redor da aura (campo eletromagnético humano) eram plenamente conhecidas, apesar de hoje existirem alguns estudos orientalistas que mostram palidamente esse potencial, através do Qi Jong e do estudo do Chi.


O que está escondido nas areias egípcias são tratados a esse respeito que foram feitos pelos próprios atlantes. Pequenos pedaços de cristal vítreo que se fossem encontrados hoje seriam inacessíveis para a tecnologia que temos hoje, mas que guardam informações de todas as ciências atlantes ao longo dos éons, que estão escondidos ao longo de várias salas subterrâneas, com alguns papiros de origem egípcia que nada mais são do que estudos que os egípcios fizeram baseados nesse conhecimento e uma forma de disfarçar o verdadeiro conhecimento, que não está nos papiros, mas sim nos cristais.


A função do Apophis e da Grande tribulação em 2036 é realizar o exílio planetário, a separação dos lobos e dos cordeiros, permitindo que a Terra deixe de ser o mundo expiatório que é hoje e possa adentrar numa nova era de regeneração e luz, que só virá após esse exílio. Essa tecnologia será herdada apenas pelos mansos e pacíficos e potencializará a capacidade de perceber e sentir a realidade espiritual dos que reencarnarem na Terra na era de Regeneração.


Sobre a Terra do futuro: falei um pouco sobre esse assunto em alguns textos do blog sobre a Transição Planetária. O grande problema não está no sistema econômico e político, seja capitalismo ou socialismo, parlamentarismo ou presidencialismo. Uma pessoa justa, honesta e correta quando cercada de outras pessoas justas e honestas sempre fará um bom governo, independente do sistema que se utilize, da mesma forma o sistema econômico, tanto o capitalismo como o socialismo tem seus pontos positivos, mas que acabam sendo usados de forma negativa pela atual civilização em processo de expiação, pois em sua grande maioria se preocupam com o pessoal e não com o coletivo.


O capitalismo, por exemplo, na teoria é ótimo: quando mais se produz, mais se consome, e assim existe cada vez mais emprego e mais riqueza, mas na prática quanto mais se consome mais os preços aumentam ao invés da produção aumentar (a “lei” da oferta e da procura), se inicia o processo inflacionário e de recessão, com o governo “ajudando” ao cobrar impostos altos, exagerar nos gastos com pessoal e permitindo que a corrupção desvie os recursos do seu real destino, não por culpa de um partido, mas porque coletivamente muitas pessoas envolvidas no processo permitem e compactuam com a corrupção. Se todas as pessoas fossem realmente honestas, bem intencionadas, não aceitassem corrupção, independente do sistema de governo, a própria população regularia o bom uso e gestão desses recursos, tendo o governo como um espelho das suas próprias intenções.


Não adianta criar regras de mercado (capitalismo) ou controle estatal (socialismo) se em essência a sociedade não possui evolução moral para progredir coletivamente, com pensamento no crescimento coletivo ao invés do crescimento individual em primeiro lugar, pois uma sociedade que pensa no progresso sabe que é impossível haver equilíbrio quando existem milhões de miseráveis e uma pequena elite abastada, da mesma forma que não há como existir progresso se alguém ganha um salário ou rendimentos mensais mil vezes maior do que outra pessoa, pois não existe serviço ou atividade que valha mil vezes mais do que outra.


A sociedade do futuro, após a reconstrução física, política e social a nível mundial após os eventos do ápice da Tribulação, progredirá para um sistema mais justo e equilibrado, refletindo o padrão dos novos moradores, mais interessados no aprendizado, no crescimento interior pela espiritualidade e busca de conhecimento nas diversas áreas do conhecimento humano, como ciências e artes por exemplo. Os serviços serão cada vez mais realizados pelas máquinas, enquanto que os bens e serviços para a população serão cada vez mais voltados para o coletivo, acabando com a propriedade privada em muitos casos, como por exemplo, na questão do transporte, no futuro ninguém mais terá o próprio carro, ou a própria moto, avião ou helicóptero, os serviços serão coletivos e suficientes pra todos, inclusive com clubes gratuitos pra quem quiser passear especificamente com um veículo, o mesmo ocorrerá com educação e saúde, as pessoas trabalharão não pelo salário, pois um valor padrão será garantido pra todos e um extra para atividades diferenciadas, que mesmo assim não será mais do que 5 vezes o valor padrão, as próprias estruturas comerciais terão como objetivo garantir uma produção cada vez maior, que gere mais riqueza pra coletividade.


Não haverá mais barreiras alfandegárias, pois a produção será planetária para atender as demandas mundiais e não de um estado ou país. É algo muito diferente do que vemos hoje, pois certos desajustes morais e desequilíbrios não irão mais existir, permitindo que a sociedade tenha um novo entendimento sobre o que é progresso e coletividade. São mudanças inviáveis no atual momento, pois entorno de 2 terços da humanidade não está apta pra se adequar a essa nova realidade, por isso a necessidade do exílio planetário.


Nesse cenário futuro, o orichalco terá importância fundamental, pois ele é um elemento que potencializa as características do ouro e dentre essas características está a de captar de forma inimaginável para a nossa atual civilização, a energia solar.


No futuro, uma fina camada de ouro com orichalco existirá em todas as casas e prédios do planeta, não será mais necessário energia elétrica ou atômica, a energia será gratuita e limpa, vinda diretamente do Sol. Da mesma forma o homem descobrirá os grandes chacras planetários da Terra, bem como as chamadas “linhas ley” que interligam energeticamente todo o planeta, usando essa energia em diversos processos, que no início proporcionarão o aceleramento da produção de alimentos (permitindo que no futuro a humanidade aumente consideravelmente sua população antes de ascender por completo ao plano astral, num processo que levará entorno de mil anos), assim como de elementos, como água e elementos atômicos ainda desconhecidos, até tecnologias de teletransporte, primeiramente entre pontos que liguem continentes diferentes e num momento mais avançado, permitindo que pessoas encarnadas possam viajar para colônias no astral e até mesmo outros planetas, pois a nova tecnologia trará o aprendizado de como criar portais com a energia dessas “linhas de transmissão” naturais que existem no planeta.


Se pelos idos de 1920 não era possível imaginar as gigantescas mudanças que aconteceriam 100 anos depois, da mesma forma a humanidade do futuro, daqui a 100, 150 anos, olhará para a história e verá como a nossa tecnologia atual era atrasada, pois pouco ou quase nada explorava o verdadeiro potencial mental das pessoas e o potencial energético do planeta, das energias sutis que o homem ainda hoje pouco conhece.





Fanpage Profecias o Ápice em 2036 no Facebook:
https://www.facebook.com/josemaria.alencastro2036



Read more: http://profeciasoapiceem2036.blogspot.com/2013/03/orichalco-e-o-futuro-da-humanidade.html#ixzz3ATdWpiYX