Criei este Blog para minha Mãe Cigana Rainha do Oriente, sendo uma forma de homenageá-la, bem como postar assuntos atuais e de caráter edificante, lindas mensagens, poesias de luz, também aqui brindemos á amizade verdadeira e elevemos o principal em nós ou seja a essência Divina, Deus e a Espiritualidade em geral.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

CINCO PLANETAS VISÍVEIS AO AMANHECER: IMPERDÍVEL


Levante-se cedo, Veja cinco planetas de uma só vez!

A partir dessa semana, uma formação curiosa começa a se tornar visível no céu da madrugada. Mais ou menos a partir das 05:30 da manhã, todos os planetas “clássicos”, aqueles visíveis a olho nu e conhecidos da humanidade há milênios, estarão visíveis no céu ao mesmo tempo. E o interessante disso tudo é que eles todos estarão perfilados quase numa linha reta, na verdade um arco, cortando o céu da direção leste para a direção oeste. Isso não acontece por acaso, todos os planetas do Sistema Solar estão confinados no plano do sistema, que na perspectiva de quem está na Terra parece ser uma estreita faixa no céu.

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@protonmail.ch

Durante as próximas duas semanas, pela primeira vez em mais de uma década, você poderá ver todos os cinco planetas visíveis a olho nu – de Mercúrio a Saturno – juntos no céu um pouco antes do amanhecer.

Fontes: http://www.skyandtelescope.com e http://g1.globo.com

Por: Kelly Beatty (Sky) – Cassio Leandro Dal Ri Barbosa (Globo)

Se você seguir as idas e vindas celestes durante o ano, você sabe que os planetas brilhantes ficam em grande parte perdidos do céu da noite por alguns meses. Claro, observando com cuidado você poderia ter encontrado Saturno baixo no noroeste tão tarde quanto novembro, e Mercúrio em uma breve aparição, há algumas semanas.


Aqui está o ponto de vista de 45 minutos antes do nascer do sol como traçada para 25 de janeiro. Com cada dia que passa, Mercury aparecerá mais brilhante e subir um pouco mais alto. Sky & Telescope diagrama

Mas realmente toda a ação esta sendo osquestrada no céu antes do nascer do sol. Ancorado pelos brilhantes Vênus e Júpiter, apoiado por Marte e Saturno, este encontro planetário dos quatro vem dominando a atenção dos astrônomos por meses. (Você percebeu o encontro triplo de Outubro passado envolvendo Vênus, Júpiter e Marte?)

O show esta longe de terminar. De fato, durante as próximas duas semanas você terá uma boa chance de ver cinco planetas de uma só vez. É um deleite visual real, por isso não deixe passar a oportunidade de assistir ao show.

Vamos definir o cenário. Você vai precisar de estar fora das luzes das grandes cidades cerca de 45 minutos antes do nascer do sol. Nesta época do ano, se você trabalha ou vai à escola, você normalmente já esta no horário então talvez até bem posicionado para fazer a varredura do horizonte leste da madrugada na medida que você se dirige ao trabalho ou vai para a escola (no hemisfério norte, onde é inverno).


Se você curte fotografia e tem uma dessas lentes grande angular, ou olho de peixe, vai ser uma excelente oportunidade para capturar todos os cinco planetas visíveis a olho nu de uma só tacada! Tomara que nessas próximas duas semanas o El Niño nos dê uma folga na chuva para tentar ver essa fila planetária.

Venus é óbvio, o mais brilhante de todos, uma vez que permanece acima do horizonte do sudeste. Esta realmente em declínio, não quase tão alto quanto você o viu para o final de 2015. Mas Vênus não tem igual para o brilho entre os planetas da noite e as estrelas. Olhando para a esquerda, no lado noroeste do céu, esta Júpiter. Entre eles estão quatro balizas brilhantes: não muito longe de Vênus esta Saturno e, abaixo dele, a estrela Antares. Mude seu olhar para mais longe para ver Marte, a estrela Spica (alfa de Virgem) e, finalmente, o gigante Júpiter.

O quinto planeta é Mercúrio, que esta visível bem baixo no sudoeste após o por do sol há apenas duas semanas. Mas ele esta correndo rapidamente da noite para visibilidade pela manhã. (O mais veloz de todos os planetas pode fazer isso, desde que circunda o Sol em apenas 88 dias.)

Sua primeira boa chance de detectar Mercúrio antes do amanhecer vem mais tarde esta semana. Na sexta-feira, dia 22 de janeiro, encontre um local com visão limpa em direção nordeste e procure 5º acima do horizonte. Isso é aproximadamente a largura de seus três dedos do meio mantidos juntos no comprimento do braço estendido. Ao longo de uma diagonal esta Saturno através de Vênus, tão longe de Vênus como Saturno esta, Mercúrio irá aparecer um pouco mais acima e um pouco mais brilhante. Até o final do mês, ele vai ser fácil de se detectar.


Aqui está o ponto de vista de 45 minutos antes do nascer do sol como traçada para 01 de fevereiro, sobre quando Mercury deve ser mais fácil de detectar. Durante vários dias, a lua minguante está marchando para o leste entre os planetas reunidos. Sky & Telescope diagrama

A fila de planetas pode ser observada na alta madrugada, a partir das 05:30 da manhã desde hoje, mas sempre nesse horário, pode ser vista até meados de fevereiro. Para falar a verdade, a situação fica mais favorável para o final de janeiro, início de fevereiro por conta de Mercúrio. Por ser o planeta mais próximo do Sol, Mercúrio nunca se afasta muito do clarão de nossa estrela , mas ele está se afastando dela. Esse afastamento terá seu ponto máximo daqui a uns 10-15 dias, quando deixará Mercúrio mais alto no céu, facilitando sua observação.

Mas não deixe que a vastidão do espaço interplanetário atrapalhe desfrutar da beleza visual simples que espera por você antes do amanhecer. Nós não tivemos esta oportunidade, desde há 11 anos. Naquela época, sua ordem no céu brevemente combinava com sua ordem relativa em relação ao Sol. Desta vez, Marte e Saturno, estão em posições diferentes no céu.

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br