Criei este Blog para minha Mãe Cigana Rainha do Oriente, sendo uma forma de homenageá-la, bem como postar assuntos atuais e de caráter edificante, lindas mensagens, poesias de luz, também aqui brindemos á amizade verdadeira e elevemos o principal em nós ou seja a essência Divina, Deus e a Espiritualidade em geral.

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

EQUILÍBRIO- A principal ferramenta da Ascenção para uma Consciência Unificada





PRÓLOGO

De fato, Gaia está ascendendo, mas uma porcentagem da humanidade que não despertar provávelmente permanecerá na Matriz 3D em deterioração.A ascensão é um presente que nós damos para o nosso Eu por nos unirmos à Consciência da Unidade com outros seres humanos que desesperadamente precisam de nossa ajuda.Nossas emoções interfaceiam com o nosso corpo o tempo todo e influenciam a onda de frequência de nossos pensamentos.Da mesma maneira, nossos pensamentos influenciam a frequência da nossa emoção.Eles podem estar cheios de ressonância do amor incondicional ou descer o espectro para as emoções do medo, já que o amor incondicional parece uma emoção, pois o experimentamos através de nosso corpo,mas por ser uma emoção superior,é uma ressonância da Fonte.Nessa fase importante da Transição Planetária, é desejável que a nossa vibração energética se acelere a cada dia de nossa existência na Terra. Simultâneamente, neste momento, a vibração da Terra está acelerando em velocidade também. Isto está levando muitos a sentirem uma pressão ou expectativa se formando em seu interior, tal como o pânico de que não haja o tempo suficiente para completar tudo o que é necessário. O reino Elemental e os reinos da natureza estão enfrentando esta aceleração, pois eles estão unidos ao passarem pela ascensão conosco neste momento. Muitos seres, estrelas e planetas estão enviando a sua vibração e a sua luz à Terra, com uma intenção de acelerar a vibração energética de todos. O propósito da aceleração da vibração energética é permitir que ocorra um profundo e tremendo processo de cura, em um breve período de tempo, enquanto ocorrem a conexão e a sintonização de todos com a energia do Criador, com maior intensidade. Metafóricamente, é como se a aceleração de nossa vibração energética fosse semelhante a uma onda, que os leva para mais perto do Plenum Cósmico/Deus/ Criador, portanto, despertando o nosso ser mais plenamente. Uma abertura de nossa energia e de nosso coração pode ser obtida á uma velocidade acelerada, o que não ocorreria em uma vibração energética mais lenta. É como se estivéssemos sendo mantidos e transportados na luz que, normalmente, não absorveríamos, mas isto nos está despertando ainda mais. Neste momento é essencial que permaneçamos em paz e em equilíbrio, porque pode parecer como se um furacão estivesse ocorrendo ao nosso redor e em nosso interior, mas é um turbilhão de cura, de libertação e momentos de êxtase; assim, isto pode ser opressivo para aqueles que não se permitem permanecer equilibrados. Acreditamos que esta aceleração da vibração energética irá continuar por alguns anos além,energias ainda conturbadas, mas poderão ser otimizadas e minimizadas com a prática do equilíbrio;então, as vibrações energéticas vão começar a se acalmar e diminuir um pouco, a fim de nos dar um período de recuperação, de processamento e de ajuste.

EM BUSCA DE EQUILÍBRIO COMO FERRAMENTA PRINCIPAL

É importante neste momento não permitir que a aceleração de nossas vibrações energéticas se manifeste em ações maníacas, ou ações e pensamentos sem foco em nossa realidade. Há uma necessidade de compreender que a aceleração da energia deve ser apoiada pela energia da paz e do equilíbrio, em vez de um ritmo de movimento rápido na Terra, ou em nossas práticas espirituais. Assim, práticas de relaxamento, meditação, respiração, são essenciais neste momento, a fim de permitir que ocorra o equilíbrio em nosso ser físico e em nossos sistemas energéticos, caso contrário, podemos perceber que nós e o nosso corpo se tornam mais estressados, ansiosos edesequilibrados.Neste momento, o equilíbrio é muito importante. Vamos nos permitir permanecer equilibrados e em harmonia com a Terra e com os planos internos. Lembremo-nos de que a Terra e os planos internos estão se transformando conosco, e assim há uma necessidade de que nós permaneçamos profundamente conectados com ambos neste momento sagrado. Pode haver também uma necessidade de observar os nossos pensamentos e emoções, para compreender se estamos aceitando, reconhecendo ou aprovando extremos, em vez de nos permitirmos ficar neutros, em paz e centrados em nosso ser e podemos até achar que a nossa dedicação ao Plenum Cósmico/Deus/ Criador e ao nosso caminho espiritual se torna muito intenso neste momento. É importante descobrir de onde está vindo esta intensidade. Ao alcançarmos o equilíbrio, começaremos a nos reconhecer e a nos compreender mais plenamente, pois até isto é um processo de liberação, permitindo-nos acompanhar o fluxo da Fonte, confiando e nos amando incondicionalmente, enquanto compartilhamos abertamente com essa Fonte.


TÉCNICAS E DICAS PARA O EQUILÍBRIO COM A NATUREZA E A FONTE

Precisamos nos tornar mais ancorados em nossas energias. Há uma necessidade de que entremos na natureza, ou simplesmente pisemos no solo da Terra e imaginemos os nossos pés estando plantados profundamente, como se fossemos uma árvore. Imaginemos toda a luz e todo o amor que estão sendo compartilhados, á partir dos nossos chacras dos pés na Terra e com a alma da Mãe Terra/Gaia. Permitamo-nos respirar com maior alívio e relaxamento, sabendo que estamos seguros e somos amados pela Mãe Terra. Nossa amada Mãe Terra deseja que saibamos que ela nos está apoiando, as nossas mudanças e a nossa ascensão neste momento. Ela não nos deixará sem o seu apoio e amor e nos pede neste momento que simplesmente relaxemos mais profundamente Nela, especialmente na natureza e com as energias elementais, bem como com o coração expansivo da Mãe Gaia. Isto não só nos permitirá nos tornarmos mais equilibrados, mas atuará quase que como um lembrete para a nossa alma e todo o nosso ser, do nosso propósito e missão neste momento na Terra. Ao nos ancorarmos desta maneira, não estamos apenas nos permitindo incorporar toda a luz que somos e que estamos recebendo, mas estamos retornando novamente ao nosso centro e foco que precisamos neste momento, para nos estimular na evolução espiritual. Este processo permitirá um despertar mais profundo em nosso ser, que nos incentive a aceitar e a receber mais luz do que jamais pensamos ser possível.


APRENDENDO A SE EQUILIBRAR ATRAVÉS DO AMOR INCONDICIONAL 
Visto que esse tipo de amor é uma emoção pentadimensional, nós o chamaremos de uma “ressonância”.Para uma forma-pensamento se desenvolver totalmente, a frequência dos pensamentos e das emoções precisa estar em sincronismo.Portanto, se sentimos o amor incondicional e de alguma forma temos um pensamento temeroso (o que é improvável de ocorrer enquanto experimentando o amor incondicional) as frequências de nossos pensamentos e emoções estariam fora demais do sincronismo para criar uma forma-pensamento saudável e equilibrada.Por outro lado, se sentimos a emoção do medo e temos um pensamento temeroso, nós iniciamos o processo de criar um ciclo de feedback de emoção temerosa criando uma forma-pensamento tridimensional temerosa e vice-versa.
Podemos também experimentar emoções de felicidade, amor humano e/ou entusiasmo presas à nossa aura, influenciando nossos pensamentos.Então, quando temos um pensamento feliz, amoroso e/ou entusiasmante, podemos criar uma forma-pensamento tridimensional feliz.No aspecto dimensionalmente superior do espectro está o amor incondicional, que é mais uma ressonância, como explicado acima.Estaressonância de alta frequência, convoca nossa mente multidimensional para completar a forma-pensamento.Neste caso, a forma-pensamento serve como um portal para dimensões superiores de realidade.Todas as formas-pensamento multidimensionais sómente podem ser percebidas pelas nossas percepções superiores tais como clariaudiência (ouvir mensagem de uma fonte dimensionalmente superior), clarividência (ver configurações de luz de uma frequência mais alta) e clarissenciência (sentir a forma-pensamento com seu corpo e aura).Enquanto que as formas-pensamento normais da 3D nos ajudam a sermos os criadores de nossa vida diária, formas-pensamento multidimensionais servem como portais pelos quais podemos receber mensagens de nossa mente multidimensional, nosso Terceiro Olho e nosso Coração Superior.


ENCONTRANDO O EQUILÍBRIO ATRAVÉS DO AUMENTO DA CONSCIÊNCIA

Todos nós, evidentemente, estamos suscetíveis a comportamentos que nos são negativos e aparentemente difíceis de equilibrar. Retomo, então, a importância de termos consciência sobre eles: se sabemos por que agimos dessa forma, em que situações agimos assim, e conhecemos os resultados desse comportamento, conseguimos modificá-­lo com mais facilidade. Do contrário, buscaremos o controle sobre esses comportamentos. E o controle, no final das contas, nada mais é que um desejo constante e profundo de atender expectativas. O medo de não alcançar aquilo que se espera, faz com que muita gente crie um “personagem” disposto a determinadas ações que, realizadas sem consciência, tornam-­se impraticáveis em curto, médio ou longo prazo, especialmente nos momentos de crise. De volta ao exemplo anterior, façamos essa pergunta individualmente: o que é que tira a sua paciência? O que dispara a sua irritação, sua grosseria e seus impulsos de agressividade? E por que ou como isso afeta voce? Se você fica impaciente quando alguém não acompanha seu raciocínio, por exemplo, como aprendeu a reagir diante de pessoas que não acompanham o raciocínio? A partir dessa reflexão, você perceberá que seu comportamento inconsciente, aprendido em algum momento do passado, continua a comandar sua vida sempre que tal situação se repete. E, então, se assim desejar, com a consciência disso, terá a chance de praticar uma nova forma de lidar com essa situação sem recorrer aos impulsos que tinha antes.Isso é expansão de consciência.


HARMONIA ENTRE O PENSAR E O SENTIR-SINÔNIMO DE EQUILÍBRIO

O trabalho de Autoconhecimento com equilíbrio, nos permite fugir dos “personagens” e criar soluções reais e sustentáveis. E isso se dá sem que estejamos buscando atender às expectativas externas; a nossa única meta, a partir dessa jornada para a ascenção e a busca de um aumento de consciência, é encontrar maneiras de viver melhor e, consequentemente, melhorar os relacionamentos e a prática da liderança. Até porque a “grande guerra” que a maior parte das pessoas costuma enfrentar, via de regra, não está do lado de fora. Ela acontece internamente, quando as inteligências emocional e intelectual estão desalinhadas. E isso tem tudo a ver com o paradigma ainda vigente em nossa sociedade, que nos diz para valorizar o intelecto como se ele estivesse sempre certo. O problema é que o controle “nasce”, justamente, no intelecto. Com frequência, é ele quem nos diz para abafar as emoções. E o que acontece com as emoções contidas, não ouvidas e não resolvidas? elas eventualmente “explodem”, como dizem por aí. Por isso mesmo, o caminho do equilíbrio é promover o entendimento entre emoção e pensamento. O ajuste entre essas duas inteligências é o que possibilita ampliar nossa capacidade de ouvir, de compartilhar decisões, de promover transparência nos relacionamentos, de harmonizar o trabalho em equipe. O processo que leva ao equilíbrio emocional, requer essencialmente que conheçamos nossos próprios limites. Nós precisamos saber o que nos faz bem, o que não faz, e o quanto disso ou daquilo traz satisfação pessoal(em tudo que permeia nossa vida), bem como a partir de que ponto se torna prejudicial/insatisfatório. Isso é limite. Por isso, não nos preocupemos se, no meio da nossa trajetória de transformação, percebermos que fomos de um extremo ao outro. A busca pela mudança necessita que criemos novas referências, até então desconhecidas em nossa história. É natural, portanto, que tenhamos a tendência de radicalizar, de praticar um comportamento oposto até que, enfim, encontremos o nosso próprio equilíbrio com o tempo e o Autoconhecimento.


PENSAMENTO X EMOÇÃO X SENTIMENTO

A razão para vermos problemas, ao invés das soluções, é que achamos que somos o que pensamos ser e o que sentimos. Somos os nossos pensamentos, sentimos nossas emoções, e isto define o nosso futuro – é o que achamos. Percebemos um pensamento bom, tomamos uma atitude que os outros dizem ser boa, e então acreditamos: ah, eu sou bom! Logo depois, sofremos uma contrariedade e brigamos, e depois a consciência diz: ah, eu sou ruim! Os sentimentos são a mesma coisa. Quando o coração bate acelerado ao vermos o amor, dizemos: estou amando. Mas, sofremos outra contrariedade um tempo depois, e muitas vezes não amamos mais. Fazemos este julgamento infinito porque estamos presos às coisas que vemos, ouvimos e sentimos. Estamos presos a argumentos absolutamente superficiais, e não mergulhamos a fundo em nosso próprio ser, para descobrirmos a beleza da nossa alma,o que realmente queremos para nós, as coisas que já não são satisfatórias, coisas que não precisam ser ruins ou más, mas que teve seu tempo e passaram,porque tudo evolui e muda,principalmente nesta época de grandes transformações.NÃO REALIZAR ISSO NO SER,PORQUE ESTAMOS PRESOS Á CONVENÇÕES SOCIAIS E PRECONCEITOS, MEDOS E LIMITAÇÕES, É NÃO ACEITAR A EVOLUÇÃO DAS COISAS E ISSO TRAZ DESEQUILÍBRIO.


AS ONDAS DA MUDANÇA
Metafóricamente, preferimos ficar brincando na praia, ao invés de mergulharmos no universo rico e colorido de corais, cardumes e liberdade. Ficar preso à praia das coisas SUPERFICIAIS/CONVENCIONAIS/TRADICIONAIS/LIMITADORAS/FRUSTRANTES nos limita, nos acorrenta e nos deixa eternamente presos no inferno do certo e do errado, do bom e do mau, do feio e do belo, do sublime e do asqueroso. O equilíbrio não está nesta praia. Não é possível colocar as mãos para brecar as ondas. Elas passam por cima.Por isso, a Transição Planetária vai passar por cima de todos esses antigos modos de pensar,sentir,agir e se equilibrar. Nós não somos seres superficiais, que necessitamos viver presos às coisas superficiais. Aquilo que nós somos, na realidade, é muito mais do que essa polaridade da 3D, e o fato de conseguirmos pular algumas ondas não significa que outras ondas não nos irão atingir. A questão é: como encaramos as ondas? Se estamos na superfície, devemos encará-­ las como parte da natureza do mar. E temos a possibilidade de mergulhar, e descobrir a profundidade: a nossa profundidade que se une à profundidade do oceano. Lá, as ondas não interferem. Este equilíbrio proporcionado pelo mergulho em si mesmo, não é estático, não é um isolamento do mundo exterior, não é uma fuga. É um mergulho simbólico, onde continuaremos vendo o mundo,mas com nossa consciência multidimensional .


QUEBRANDO PARADIGMAS PARA ATINGIR O EQUILÍBRIO

É essencial que a alegria e o amor sejam uma presença constante em nosso ser e realidade neste momento da ascensão, porque estas qualidades não apenas ampliarão a nossa verdade, mas elas também irão atuar como energias de sintonia com a Fonte, conosco e com a nossa alma, com as energias da ascensão e as mudanças que estão ancorando neste momento. Não temos que ter medo ou nos sentirmos inseguros em relação a qualquer coisa que esteja ocorrendo na Terra e no processo de ascensão . A presença do amor e da alegria pode agir como “feixes de luz” que se aceleram do nosso ser, criando conexões divinas que podem ser ancoradas com facilidade novamente em nosso ser. Sabemos que não estamos sózinhos neste momento da ascensão. Permitamos que a nossa alma celebre com a presença da alegria e do amor em nosso ser e que se irradie dele, a cada momento de nossa realidade.Podemos não ter consciência absoluta ainda do que irá ocorrer, mas saibamos bem no nosso âmago, que será milagroso, alegre e maravilhoso. Em vez de planejarmos as nossas experiências á partir deste momento em diante, especialmente em nosso caminho espiritual e ascensão, planejemos ou sintamos as energias que gostaríamos de experienciar, e fiquemos entusiasmados e encantados com a perspectiva da experiência de nossa nova energia.É essencial neste momento dissolver a depressão da mente. Nossa mente pode experienciar a depressão e a supressão, porque está sempre pensando dentro das limitações. Quando começarmos a manter intenções das energias que desejamos experienciar e senti-las em nosso ser, a mente deixará ir a depressão, permitindo-nos ver a nossa realidade como “milagrosa”. É uma idéia maravilhosa colocar intenções a cada manhã das qualidades do Plenum Cósmico/Deus que desejamos sentir. Por exemplo, podemos desejar nos sentir profundamente amados. Se criarmos esta intenção e a intenção de nos permitirmos o direito de experienciar a energia do amor profundo, bem como ativá-lo a partir do interior, uma experiência de sermos profundamente amados irá se manifestar da maneira mais criativa que imaginarmos.


MUDANDO A FREQUÊNCIA VIBRATÓRIA


Cada forma nessa dimensão tem a sua linguagem de padrão de freqüência/vibração, portanto, cada indivíduo e “coisa” tem a sua freqüência de onda singular e ninguém no universo tem uma freqüência de onda igual a de outro individuo.Estar em boa vibração é antes de tudo um estado pleno de comunhão consigo mesmo e de coerência com aquilo que sabemos e fazemos – e em comunhão (equilíbrio) com todos e com tudo.O ser dimensional que já aprendeu como deve ver em sua tela mental a sua Simbologia , necessita também aprender a manipulá-la e modificá-la, ter controle sobre ela através do seu pensamento, do seu desejo e da sua vontade de modificar o que está em desequilíbrio.Mudando nosso padrão vibratório poderemos mudar o nosso padrão mental e com isto mudar tudo à nossa volta. Sejamos um guardião de sua própria freqüência. Quando atingimos uma maturidade existencial passamos a ser CO-AUTORES dessa realidade, pois podemos então modificá-la, adaptá-la, transformá-la da melhor maneira que desejarmos, basta para isso, que saibamos como fazê-la, como utilizar dessa alquimia natural.





Duas irmãs muito inteligentes , curiosas, porém teimosas e cheias de si, resolveram testar um velho sábio que morava isolado em uma colina.O sábio sempre respondia às perguntas sem hesitar. Impacientes com o sábio, as meninas resolveram inventar uma pergunta que elas achassem que ele não saberia responder. Então, uma delas apareceu com uma linda borboleta azul que usaria para pregar uma peça no sábio.

– O que você vai fazer? perguntou a irmã.

– Vou esconder a borboleta em minhas mãos e perguntar se ela está viva ou morta. Se ele disser que ela está morta, vou abrir minhas mãos e deixá-la voar. Se ele disser que ela está viva, vou apertá-la e esmagá-la. E assim qualquer resposta que o sábio nos der estará errada!

As duas meninas foram, então, ao encontro do sábio, que estava meditando. Tenho aqui uma borboleta azul. Diga-me sábio, ela está viva ou morta?

Calmamente o sábio sorriu e respondeu:

– Depende de você. Ela está em suas mãos.

Assim a nossa vida, o nosso presente e o nosso futuro.

Não devemos culpar ninguém quando algo dá errado. Somos nós os responsáveis por aquilo que conquistamos ou não. Nossa vida está em nossas mãos, como a borboleta. Cabe a nós escolher o que fazer com ela.
*********************************************************************************************************************


CONCLUSÃO E NOTA DO BLOG

Estamos deixando esta velha Matrix para entrarmos em uma nova fase de amor, abundância e felicidade, mas ainda não nos conscientizamos de que os antigos símbolos disso não fazem parte da solução que estamos perseguindo. Nesta interminável busca, nos submetemos á um desgaste excessivo de energia tentando concretizar, na base da força desequilibrada, todos os nossos sonhos, seja a estratégia o trabalho árduo em uma profissão ou mesmo a dedicação com afinco a alguma filosofia espiritual, o objetivo é sempre o mesmo, transformar nossa realidade externa. As faltas e inseguranças quanto ao dia de amanhã ainda nos fazem sofrer e o medo ainda está por trás da maioria dos nossos sonhos e desejos, principalmente o da ascensão. Somos todos extremamente identificados com tudo á nossa volta; coisas, família, relacionamentos, condição e aparência física, divertimentos, profissão e até mesmo religião. Sempre o amanhã é mais atraente do que hoje, o próximo será melhor que este, sempre haverá uma necessidade a ser preenchida. No caso da religião, então, estas antigas formas de funcionamento são mais sorrateiras ainda, pois nos prendem inconsciente e cíclicamente na ilusão de que receberemos alguma coisa lá de cima se formos bons e perfeitos o suficiente(?!). Fazem-­nos acreditar que alguma prática devocional fará com que algum “Mestre” se apiede de nós e faça em nosso lugar, todo o trabalho de descobrirmos nossa própria Essência Divina que cabe a cada um de nós fazer. Isso é percebido principalmente nos centros espirituais/templos/congregações, onde as carências por pessoas afins nos reúnem em práticas que trazem ao nosso ego a sensação de dever cumprido, de sermos bons e “espirituais”, como se algo em nós pudesse de alguma forma não ser espiritual. Com a disciplina e foco em nosso aprendizado, nossa capacidade de entendimento se incrementa e assim passamos a não caber mais nos moldes da religião, o que poderia ser muito produtivo se não estivéssemos presos na busca sistemática da próxima verdade que nos salvará. Nos comparamos com quem fomos no princípio de nossa busca espiritual e nos acreditamos já em outro nível de consciência, nossas bíblias evoluíram para canalizações mas, por mais elevada ou sofisticada que uma mensagem nos pareça, encará-­la com a mesma mentalidade vitimista, limitada e medrosa de sempre não trará nenhum benefício extra ao fiel, pois nossa forma de pensar continua primitiva. E assim as frustrações permanecem… a ansiedade, o medo, as culpas e negligências conosco , a falta de amor próprio, o vitimismo, a depressão, a doença, o baixo astral enfim, tudo aquilo que o dinheiro, família, filhos, marido/ mulher, aparências, “evolução espiritual” ou qualquer que seja o sonho, não são capazes de suprir ou nos proteger. O que não entendemos ainda é que a transformação é interna e que durante este processo não há parâmetros externos que possam representar isso.Seguir a Verdade é o caminho da Sabedoria. A verdade que buscamos em um caminho espiritual é diferente da verdade relativa. Refere-­se a algo indescritível, que se pode conhecer, mas não se explicar. A verdade não é uma idéia. Não muda de opinião e nem de ponto de vista. Não se encontra em livros ou em instruções. A verdade está dentro de nós, se soubermos como olhar, deixando-­nos guiar pela própria integridade interior. É confiar em si mesmo em busca das respostas, que muitos chamam de intuição. Quanto mais estamos centrados no presente, conectados com o nosso Eu Interior, mais escutaremos esta voz. Renunciar é liberar-­se de cada momento do passado, para que se possa estar no presente por completo. Liberando-­se também de todos os preconceitos e danos, aceitando-­se a si mesmo como se é, com defeitos e imperfeições. Quando abrimos nosso coração para nos aceitar­, o amor também se abrirá. Às vezes é difícil entender o que devemos renunciar, mas a disposição deve estar presente em nosso ser. Renunciar pode gerar uma sensação de liberdade interior e a aceitação é o próximo passo, com tudo de “bom” e de “mau” do ser. É muito boa a sensação de “receber” algo não palpável, mas que trará a felicidade que já esta dentro do ser.

EQUIPE DA LUZ É INVENCÍVEL
*********************************************************************************************************************
“Uma mente de luz substituirá a confusão atual e dificuldades desta ignorância terrestre… Esta é a possibilidade que devemos buscar, e isso significaria uma nova humanidade elevada à luz, capaz de espiritualizar o ser e a ação, aberta ao comando por alguma luz da verdadeira consciência, capaz inclusive a nível mental e sobre seu próprio comando de algo que poderíamos chamar o começo da vida divina”.
(Sri Aurobindo)



********************************************************


Bibliografia para consulta
Ascenção Cósmica
James Tyberonn
Os Ensinamentos de Sri Aurobindo
Sri Aurobindo
Manual completo da Ascenção Cósmica
Dr Joshua David Stone
Gaia-Um novo olhar sobre a vida na Terra
James Lovelock
Mente em Equilíbrio
B. Allan Wallace
Em busca do Equilíbrio
Paulo Borowsky
Encontrar o equilíbrio interior
Anselm Brun
Equilíbrio Existencial
Alírio de Cerqueira Filho


Divulgação: A Luz é Invencível