Criei este Blog para minha Mãe Cigana Rainha do Oriente, sendo uma forma de homenageá-la, bem como postar assuntos atuais e de caráter edificante, lindas mensagens, poesias de luz, também aqui brindemos á amizade verdadeira e elevemos o principal em nós ou seja a essência Divina, Deus e a Espiritualidade em geral.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

TRUMP DE 2.017 A 2.020 - QUE COMECE O GRANDE CICLO DE SATURNO



O grande ciclo de Saturno está chegando



Tema que foi abordado ao final do livro "Brasil o Lírio das Américas" de 2014 e também no post de janeiro de 2016, iniciaremos em 2017 o grande ciclo de Saturno


Antes de relembramos o tema, aconselho a leitura do post e dos comentários que escrevi nesse post (tanto na fanpage como no grupo) explicando algumas questões sobre a eleição do Trump: profecia sobre eleição americana, Simpsons "prevendo" Trump presidente, como os karmas coletivos acontecem em relação às escolhas de cada individualidade a nível coletivo entre outros temas (reproduzirei ao final o comentário que fala sobre o que podemos esperar de Trump):



Texto e comentários no grupo:
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1001465779982616&set=gm.1644754415821904&type=3&theater


Comentários na fanpage:
https://www.facebook.com/josemaria.alencastro2036/photos/a.366298710058766.83206.360490373972933/1232529333435695/?type=3&theater


Sobre o grande ciclo de Saturno, eis alguns trechos do post de janeiro de 2016 e do livro "Brasil o Lírio das Américas"


"Um ano solar duplo como será 2016 findando o grande ciclo de 36 anos do Sol é como se uma luz extra fosse jogada sobre cada situação, tudo fica mais claro, mais evidente. A percepção sobre tudo aquilo que está bom e tudo aquilo que está ruim fica mais presente. É uma preparação para o grande ciclo de 36 anos de Saturno que se iniciará em 2017, em especial no seu período inicial até 2020." (Curiosamente o período que englobará o mandato do falastrão populista)




BRASIL O LIRIO DAS AMÉRICAS, CAPÍTULO XI


Em 2017 até 2052 entraremos em um período de 36 anos regidos por Saturno conhecido como “o pai severo”, “o senhor do karma”, “a foice de chumbo”.


Tanto nos anos regidos por Saturno (como por exemplo, 2013 e 2017) como nos grandes períodos regidos por esse planeta (2017-2052) tudo aquilo que precisa ser destruído para uma nova e melhor reconstrução é, literalmente, arrancado pela foice de Saturno, o que explica o ápice da transição planetária exatamente no meio deste grande período, em 2036.


Mas existe um astro na Astrologia que faz uma reformulação ainda mais profunda do que Saturno, pois atua a nível social de forma mais ampla devido a sua órbita mais alongada: trata-se de Plutão.


Se Saturno destrói a casa para construir uma nova dos seus escombros, Plutão destrói a casa, as lembranças da casa e não apenas constrói uma nova casa, mas uma casa totalmente diferente daquela que foi demolida para deixar clara a total mudança que realizou. E com Saturno passando por Capricórnio (2018- 2020)


Conseguem compreender o significado de Saturno e Plutão, entre 2018 e final de 2020 no signo regido por Saturno e no grande período de 36 anos de Saturno? Resumo em uma palavra: Revolução.


Saturno a cada 30 anos aproximadamente entra em Capricórnio, no passado recente esteve entre 1929 – 1932 (grande depressão e eleição no Brasil de Getúlio Vargas), 1958-1961 (período que o Brasil esteve entre uma guerra civil e a ditadura), 1988-1991 (nova constituição e eleição do presidente Collor que sofreria impeachment no ano seguinte).


2018 a 2020 – Logo no início do ano, Saturno entra no seu signo regente e ficará ali domiciliado junto com Plutão, ambos, até o final de 2020, ou seja, Saturno e Plutão em Capricórnio. O ápice deste primeiro grande ciclo de mudanças trazido por Saturno em 2017 será no dia 11 de janeiro de 2020, quando teremos uma grande conjunção (stellium) envolvendo Plutão, Saturno, Sol e Mercúrio em Capricórnio em um ano que será regido pelo Sol, deixando, literalmente, ainda mais claras as mudanças que serão iniciadas nesse período de pouco mais de 3 anos. Teremos então um novo aceleramento das mudanças a partir do final de 2020 e início de 2021.


2021 a 2023 – Do início de 2021 a final de 2023, Saturno estará em Aquário, que representa as rápidas mudanças, uma visão e desejo de futuro progressista, ou seja, as ações do “grande senhor do karma” serão nesse sentido, enquanto Plutão ainda permanece em Capricórnio intensificando essa energia de Saturno.


(Comentário: coincide exatamente com um novo mandato para os americanos e como a energia de Aquário indica idéias progressistas, visão de futuro, união pelo bem estar social temos a direção de que Trump não será reeleito)


2024 – Será um ano regido por Saturno, assim como foi em 2013 e como será em 2017, dentro do grande período de 36 anos de Saturno (2017-2052). Saturno entra no signo de Peixes, signo que simboliza o sacrifício, a separação do que é ilusório daquilo que é real, a vinda à tona de estados emocionais reprimidos para um novo renascimento, início de uma época de grandes catarses emocionais a nível global, ações que serão potencializadas pela entrada de Plutão em Aquário, logo no início de 2024, acelerando esse processo. No início de 2026, Saturno entrará em Áries potencializando esse renascimento em um ano que será regido por Marte, ou seja, será um processo intenso, pois Áries é regido exatamente por Marte, simbolicamente o “deus da guerra”


(Comentário: sobre esse evento a partir de 2026 aconselho o estudo sobre as profecias de Nostradamus exatamente a partir desse período:
http://profeciasoapiceem2036.blogspot.com.br/2014/02/nostradamus-vinda-do-papa-francisco-e-o.html )


Texto completo:
http://profeciasoapiceem2036.blogspot.com.br/2016/01/previsoes-2016-parte-i-prenuncio-do.html


"Na última vez que tivemos um grande ciclo de Sol de 36 anos e depois, conseqüentemente, um grande ciclo de Saturno, vivenciamos o Iluminismo no ciclo solar (1728-1764) culminando com a Grande Enciclopédia bem no meio deste grande ciclo para que depois viesse o revolucionário Saturno entre 1765 e 1801 trazendo a Independência americana e a Revolução Francesa. De 1981 a 2016 vivenciamos e vivenciaremos os avanços da era da informação, o "boom" tecnológico (um iluminismo 2.0), para que venha Saturno entre 2017 e 2052 trazendo nova a Revolução, só que dessa vez em escala muito maior, a Revolução que colocará fim a Era de Expiação e o início da Era Regeneradora, que será bem do jeito de Saturno: com a foice cortando o joio sem dó." (texto na fanpage de 31 de dezembro de 2015)




O QUE ESPERAR DE TRUMP?


Para compreender o atual panorama mundial aconselho fortemente a leitura dos textos sobre o xadrez mundial (somam quase 100 páginas, mas é fundamental para compreender melhor o que será dito aqui)


No 11/09 de 2001 as duas torres caíram, dando início as loucas aventuras de Bush sobre o Oriente Médio, mergulhando os EUA numa divida interna ainda maior e naquela que seria a terrível crise de 2008


No 09/11 de 2016, curiosamente, 15 anos depois, exatamente quando EUA e Rússia ostentam o arcano 15 (O Diabo) vistos assim pelo mundo, o construtor de torres é eleito para a presidência com um discurso ainda mais nacionalista e expansionista do que Bush na época do 11 de setembro.


Deixarei para leitura complementar um texto antigo do blog sobre o simbolismo da Babel (torre) contido nas profecias bíblicas:





Semíramis, a Estátua da liberdade e Babel (texto de 2010):
http://profeciasoapiceem2036.blogspot.com.br/2010/09/estatua-da-liberdade-sofia-ou-semiramis.html


O "deus da terra" da profecia do Apocalipse, Babel e a Estátua da Liberdade, a queda da nova Babilônia (texto de 2010):
http://profeciasoapiceem2036.blogspot.com.br/2010/09/profecia-do-apocalipse-para-o-11-de.html


Trump é um cara ultranacionalista a tal ponto que os próprios republicanos na sua maioria não o aceitam. Procure nos livros de história sobre a política do isolacionismo, do "big stick" (o grande porrete) pra ver o desastre que foi, procure também sobre os políticos que buscaram culpar minorias pelos desastres econômicos do país estimulando o sentimento de ódio (na Alemanha o bode expiatório foram os judeus, hoje Trump cria como bode os latinos e muçulmanos).


Homens assim, que falam em trazer as empresas americanas de volta para os EUA são os que acreditam numa bolha envolta da própria nação e que essa nação deve ser a maior a guiar o mundo, foi exatamente com esse mesmo discurso que a Alemanha caçou os judeus e se armou até os dentes para levar "luzes ao mundo impuro" como desculpa para invadir a Europa, pois sabia que dessa forma, com guerras, a indústria bélica levantaria o pais da grande depressão, exatamente o que Trump pretende fazer nos seu mandato.


Veja o que Bush fez no mandato dele (guerras e mais guerras, gastos astronômicos que quebraram a economia em 2008), se não fosse a política do Obama que recuperou em parte os empregos e fez a economia voltar a crescer e ao mesmo tempo retirando as tropas americanas do Oriente Médio , se não fosse isso os EUA estariam no buraco ainda.


A saída dos EUA do Iraque permitiu o avanço do isis num vácuo de poder? Certamente que sim, mas exigir que apenas o governo Obama controlasse a situação (custosa e criada pelo antecessor Bush) é uma visão bem equivocada que os apoiadores do Trump trouxeram. A política do Trump e o conhecimento dele de geopolítica são um desastre, espero que o Senado e a Câmara contenham as intenções malucas dessa criatura, caso contrário ele será engolido pelo Putin que é um dos maiores estrategistas do mundo. Espanta-me que gente que rechaçou o discurso populista do molusco tenha abraçado o discurso populista do boquirroto americano e isso só explica por um único motivo: essa gente sofre do mesmo radicalismo e visão obtusa de mundo que os marxistas têm ao apoiarem Lula e outros ditadores de esquerda, gente que enxerga no populismo e no radicalismo, no discurso falacioso, na postura ignorante diante de assuntos sérios uma suposta saída para os problemas do mundo.


Trump não tem experiência política alguma, sempre agiu nos negócios como um ditador, tem personalidade centralizadora, histriônica além de ser um mentiroso contumaz, a ponto de ter falido boa parte dos seus negócios e só ter sobrevivido financeiramente enganando os investidores, pegando empréstimos a juros que ele sabia que não poderia pagar. Sabe como ele se reergueu economicamente apos dar um monte de "pernadas" nos investidores? Após um mega aporte financeiro de empresários russos e isso não é dito por mim, mas pelo filho dele em entrevista ao Washington Post (procure na internet e vai achar). Conseguem compreender de onde vem a simpatia dele por Putin (maiores informações nos textos sobre o xadrez mundial)


Ele esta falando apenas aquilo que as pessoas querem ouvir, pois sabe que se não falar isso não terá como conquistar algum apoio no próprio partido e alguma tranqüilidade com o resto do mundo, mas as intenções dele estão muito claras, o discurso dele não é de união, mas de divisão e estimular um sentimento de radicalismo e ultranacionalismo que vimos recentemente na historia na época de Hitler, quando este estimulou a xenofobia como motivo para o desenvolvimento da industria bélica e todo o discurso de guerra sobre a Europa.


A chegada de Trump ao poder em 2017 mostra que os primeiros 20 anos do grande ciclo de 36 anos de Saturno até 2036 não serão nada fáceis, um caminho muito difícil que infelizmente a nação americana preferiu escolher e que envolve, diretamente, o resto do planeta.



Para conhecer as profecias cumpridas e saber como adquirir os livros:







Read more: http://profeciasoapiceem2036.blogspot.com/2016/11/trump-de-2017-2020-que-comece-o-grande.html#ixzz4SHGPgauo