Criei este Blog para minha Mãe Cigana Rainha do Oriente, sendo uma forma de homenageá-la, bem como postar assuntos atuais e de caráter edificante, lindas mensagens, poesias de luz, também aqui brindemos á amizade verdadeira e elevemos o principal em nós ou seja a essência Divina, Deus e a Espiritualidade em geral.

sábado, 28 de junho de 2014

COMO PROTEGER SUA ENERGIA NUM AMBIENTE HOSTIL?


por Andre Lima


Estava participando de um encontro webinário online com alguns palestrantes dessa área de autoconhecimento, espiritualidade e desenvolvimento pessoal quando uma pessoa enviou uma pergunta que dizia mais ou menos o seguinte: "Trabalho em um lugar onde as pessoas são muito negativas, reclamam o tempo inteiro. Além disso são pessoas que tem valores muito diferentes dos meus. Isso tem me afetado e me sinto muito mal. Como fazer para proteger a minha energia dessa negatividade?"

Somos bombardeados o tempo inteiro com notícias negativas, opiniões contrárias às nossas e algumas pessoas conseguem lidar com isso bem melhor do que outras e não se deixam afetar tanto. E por que existe essa diferença entre as pessoas e como fazer pra se tornar imune à negatividade?

A primeira coisa que é preciso entender é que, por mais que pareça que a negatividade vem de fora, ela é, na verdade, criada no nosso interior. A negatividade que vem de fora pode ou não puxar gatilhos dentro de nós que nos levam a produzir emoções negativas. Se esses gatilhos não forem acionados, você conseguirá permanecer em paz. De forma inconsciente, na maioria das vezes deixamos que esses gatilhos sejam puxados rapidamente, o que nos leva a produzir rapidamente uma sensação desagradável.

Uma das chaves para se manter em paz é parar de julgar as pessoas, seus comportamentos e opiniões. O nosso mal-estar é causado exatamente pelo julgamento que nós fazemos, e não pelo que as outras pessoas fizeram ou falaram.

Por exemplo. Uma das palestrantes contou que todos os dias pegava o elevador com uma pessoa a quem ela dava bom dia, mas essa pessoa simplesmente não respondia. E foi assim durante muito tempo. E muita gente sentiu raiva só de ouvir essa história. Será que você sentiria raiva ou qualquer outro incômodo emocional em uma situação parecida?

Vamos analisar de onde vem o nosso incômodo. A raiva, ou qualquer outra emoção negativa que venha a surgir numa situação como essa não vem do fato da pessoa não ter respondido. Vem, na verdade, do julgamento que nós fazemos da pessoa e do que nós achamos que deveria ter acontecido. Surgem inúmeros pensamentos que nos dizem: "Que pessoal mal educada! Quanta grosseria. Será que não recebeu educação em casa? Essa pessoa deve se achar melhor do que todo mundo. As pessoas devem dar bom dia de volta. Não fazer isso é um insulto, um desrespeito".

São esses pensamentos que nos causam mal. Eles são hostis. Como você se sentiria sem a presença desses pensamentos? Se você deixar de produzi-los sua paz interior vai permanecer inabalada. Ao deixar de julgar o que aconteceu, o fato da pessoa responder ou não ao seu bom dia não terá qualquer influência sobre o seu estado emocional. Quando você consegue agir dessa forma, significa que você chegou em um estado de aceitação incondicional daquela realidade, estado esse que é livre de qualquer tipo de julgamento e sofrimento.

Os julgamentos começam a partir de interpretações que nós fazemos da realidade. Muitas dessas interpretações são inconscientes. Quando alguém não responde ao seu bom dia, o nosso ego se sente desprezado, inferiorizado. Para se defender dessa sensação ruim de inferioridade, o recurso egoico é imediatamente julgar a outra pessoa de mal educada e grosseira. Assim, você inferioriza a outra pessoa na sua mente, sente raiva, e se sente superior a ela.

Outra coisa que faz parte dos julgamentos são os pensamentos que nos dizem como a realidade deveria ter sido, como deveria ser nesse exato momento. Ou seja, mentalmente, ditamos como as pessoas devem pensar e se comportar. Quando elas não atingem as nossas expectativas surge o desconforto no nosso interior.

A mesma coisa acontece em um ambiente de trabalho hostil ou em casa. Queremos ser compreendidos mas julgamos as opiniões e comportamentos das outras pessoas o tempo inteiro. É isso que nos deixa sem energia. Julgamos o ambiente e as pessoas como hostis, mas no fundo os nossos pensamentos e julgamentos é que o são.

Parar de julgar não é nada fácil porque a nossa mente está viciada nesse processo. O nosso ego se fortalece através do julgamento e muitas vezes não queremos abrir mão da sensação de superioridade que isso nos traz, embora traga também sofrimento pois nos deixa num estado de raiva ou irritação.

Precisamos de ferramentas para nos ajudar a limpar nossos sentimentos. Eu utilizo a EFT (técnica de auto limpeza emocional baixe o manual gratuito aqui) para dissolver os pensamentos e emoções que surgem com os julgamentos. Isso traz de volta a nossa paz interior e nos leva a lidar de uma forma muito tranquila com as situações que acontecem. Os comportamentos e opiniões das outras pessoas passam a não mais nos afetar e isso é profundamente libertador.

Então, essa é a melhor forma de ficar imune e proteger a sua energia: cuidar das suas reações emocionais aos estímulos externos. Eles servem justamente para despertar as coisas que ainda precisamos curar dentro de nós, como a necessidade de julgar.

Mas também entendo que nem todos estarão preparados para chegar nesse ponto. Por isso é importante também que, se você não consegue alcançar esse estado de não julgamento e sente que a convivência naquele lugar está afetando muito o seu estado emocional, faça o que for possível para se afastar e ir para um ambiente mais saudável. Cuide de você mesmo!

*EFT - Emotional Freedom Techniques - Técnica que ensina a desbloquear a energia estagnada nos meridianos, de forma fácil, rápida e extremamente eficaz, proporcionando a cura para questões físicas emocionais. Você mesmo pode se autoaplicar o método. Para receber manual gratuito da técnica e já começar a se beneficiar, acesse este link

Texto revisado